Qual a probabilidade de detectarmos uma estrela que não existe mais?

Pense.

Attachment image

4 Respostas

Classificação
  • Anônimo
    Há 1 mês

    Probabilidade total e aumenta conforme nossos telescópios ficam mais sofisticados.

    O Hubble já detectou a estrela Icarus distante 9 bilhões de anos-luz da Terra. Isso significa que o que estamos vendo é a luz emitida antes de nosso planeta existir. Se e quando ela colapsar ainda estaremos detectando sua radiação por bilhões de anos se existirmos até lá. 

      

    No espaço sideral, como em tudo, o que observamos é o passado, nunca o presente.

  • Há 1 mês

    Todas as estrelas que estiverem no limite do universo visível e ultrapassam este limite.

    Então a última rajada de luz é emitida e depois nunca mais, pois estará tão distante que a luz não vence o espaço que se expande em velocidade superior.

    Um abraço e grandes estudos. Vida longa e próspera.

    Attachment image
  • Anônimo
    Há 1 mês

    Estrelas de grande massa, vivem pouco, apenas poucos milhões de anos.Quando a nova geração de super telescópios que está sendo construída, estiver pronta, lá para 2030, talvez sejamos capazes de fotografar estrelas individuais, sem ser explosão de super nova, em outras galáxias.Então, poderemos fotografar estrelas que não existem mais.

  • Mano.

Tem mais perguntas? Obtenha suas respostas perguntando agora.