Anônimo
Anônimo perguntou em Governo e PolíticaGoverno · Há 1 mês

‘Política externa de Bolsonaro é inconstitucional e falta ação do Congresso’, avalia Celso Amorim?

Para o embaixador e ex-ministro Celso Amorim, a política externa do atual governo “está colocando em risco sistematicamente a soberania nacional”. Ele cobra uma reação do Congresso Nacional. Assista

1 Resposta

Classificação
  • Anônimo
    Há 1 mês

     O embaixador e ex-ministro das Relações Exteriores e da Defesa Celso Amorim disse à TV 247 que a submissão do Brasil aos Estados Unidos é inconstitucional porque está “colocando em risco sistematicamente a soberania nacional”. O mais recente episódio de subserviência brasileira aos norte-americanos é a visita programada do Secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, à cidade brasileira de Boa Vista, Roraima, com o objetivo de afrontar a Venezuela, país vizinho a Boa Vista.

    Celso Amorim cobrou uma reação do Congresso Nacional aos atos inconstitucionais que são parte da política externa do governo Jair Bolsonaro. “Eu acho que falta uma ação mais nítida e mais forte no Congresso para falar a verdade. O que tem acontecido na política externa. Você não pode admitir que uma coisa inconstitucional esteja ocorrendo, eu acho que nós estamos vivendo uma coisa de uma gravidade que nunca houve na história do Brasil, nunca houve. Não é uma coisa de gostar, de eu achar que a política externa tem que ser mais isso, mais aquilo, claro que eu tenho as opiniões que todos conhecem, mas acho que não é isso. Está colocando em risco sistematicamente a soberania nacional. Não posso dizer que só uma ida do Mike Pompeo a Boa Vista configura uma agressão, é um contexto”.

Tem mais perguntas? Obtenha suas respostas perguntando agora.