? perguntou em Ciências SociaisPsicologia · Há 6 meses

Psicólogos, me ajudem!!! Por favor!!!?

Sou psicóloga a alguns anos e sempre gostei de minha profissão, mas recentemente tive de lidar com situações bastante problemáticas e estou pesquisando recursos para lidar com elas. No início, geralmente pegava casos mais leves e mais tranquilos, mas ao longo do tempo surgiram pacientes com problemas comportamentais que os levavam a fazer birras, grosserias e em alguns casos agressões físicas. Geralmente ligados a alguma patologia que está sendo tratada. Esses distúrbios são tratados gradualmente com carinho e atenção no tempo de cada paciente. Alguns casos são mais graves e se precisa de uso de remédios específicos para cada um deles, mas na maioria das vezes se consegue uma melhora significativa desses quadros. Enquanto isso, durante esse processo de melhora, muitas vezes eu tenho vivenciado momentos de crise como as que eu falei acima, e estou estudando formas para lidar com isso. Psicólogos em geral, o que vocês fazem nessas situações de birras? Quais as ideias para acalmar os pacientes e tranquilizar a situação? E nas agressões físicas?

Aceito dicas de jogos, ideias, livros e atividades interativas que possam ajudar a manter o ambiente de terapia o mais harmonioso possível.  

4 Respostas

Classificação
  • Anônimo
    Há 6 meses

    Tudo na vida é um aprendizado, é nas dificuldades que evoluímos em nossas profissões. Talvez esse momento que te transforme numa profissional muito mais capacitada do que você já é. Provavelmente essas pessoas sofram de algum quadro de distúrbio mental. Você deve entendê-las, fale com seus parentes, estude ao máximo as patologias que as envolvem. Quanto mais informações você obter, mais formas terá de ajudá-las. As agressões realmente podem ser sinais de efeito da terapia sobre eles. Contorne as birras e as grosserias com jogos e atividades do interesse deles, isso desviará a atenção nesses momentos. Seja sempre amável nessas situações para eles não te verem como algo opressor. Em caso de agressões físicas, mantenha a calma e raciocine. Segure as mãos, seja firme, mas amável, apenas tente acalmá-las. Mas não permita as agressões. Quanto mais tranquila e relaxada você estiver, melhor você vai raciocinar nessas horas. Após esses momentos de pico, faça como falei, interaja com coisas do gosto dos pacientes e tente criar um clima de harmonia. Acredito que a interação entre vocês vai fluir e logo esses comportamentos diminuem por completo. Logo a experiência de um, ajudará com outro e logo você vai estar acostumada. Espero ter ajudado.

  • Anônimo
    Há 6 meses

    Pessoas mais problemáticas, tem fortes tendências a apresentarem algum quadro de distúrbio mental (afetivo- bipolaridade) ou psicose (esquizofrenia). Eu lidei com pacientes com transtorno de personalidade borderline/limítrofe que agiam exatamente assim. O que eu fiz ? Utilizei apenas uma leve conversa franca ( com pessoas agressivas não se deve deixar-se intimidar ou rebater, deve procurar acalma-las)> 

  • Anônimo
    Há 6 meses

    Toda mudança é conflituosa. Provavelmente, esse conflito esta sendo gerado pelo inconsciente para continuar no mesmo lugar. Essa birra, agressões é o conflito que esses pacientes estao tendo, porque a psicoterapia esta causando efeito.

    O que fazer? Ir com calma. Permitir que eles verbalizem o porque daquele comportamento, se possivel, trabalhar em parceria com um Psiquiatra.

  • ?
    Lv 6
    Há 5 meses

    Cinta de Couro

    Melhor tratamento psicológico pra birra

    Aprender desde cedo que a vida não é fácil

    e que se você fizer birra quando tiver adulto tomará porrada na rua de um desconhecido.

    Melhor apanhar de leve na infância do que crescer e tomar porrada com pedaço de pau na idade adulta.

    #PsicólogoDasAntigaSãoRaiz

Tem mais perguntas? Obtenha suas respostas perguntando agora.