Error 404 perguntou em Governo e PolíticaGoverno · Há 1 mês

O que um estadista faria para resolver a pandemia?

Concederia subsídios às indústrias que produzem respiradores e outros aparelhos de saúde. Com a injeção de crédito a juros baixos por parte dos bancos públicos e com a redução de impostos desses setores, as indústrias intensificariam as suas capacidades produtivas, adquirindo mais bens de capital e produzindo muitos aparelhos de saúde. 

.

Com o país abastecido e com muitos leitos não seria necessário fechar o comércio.

4 Respostas

Classificação
  • DIABLA
    Lv 5
    Há 1 mês

    Investindo nos cientistas formados para desenvolverem vacinas e respiradores mais acessiveis, sem precisar importar. Conscientizando a populacao da higiene constante e nao apenas em epocas de pandemias. As molestias sao sinais de falta de higiene e cuidados, sempre.

  • Onle
    Lv 5
    Há 1 mês

    Os Neoliberais têm uma solução mais simples.

    É só o país produzir relógios pra vender que a gente fica rico vendendo relógios igual a Suíça kkkkkkk. Aí depois a gente compra de fora todos aparelhos necessários.

    _________

    Fui sarcástico, porém os caras realmente acreditam que a Suíça é um lugar onde o Neoliberalismo deu certo (enriquecendo produzindo relógios kkk).

    Vc sabe o motivo da Suíça ter tanto dinheiro e ser sede do Fórum Econômico Mundial, FIFA e de toda a elite.

  • Marcia
    Lv 5
    Há 1 mês

    Ter leitos disponíveis não quer dizer que haverá menos infectados e menos mortes.

    É preciso agir com profilaxia, ou seja, prevenir, então deviam ter feito o contrário, primeiro o uso  obrigatóriode máscaras e o distanciamento social, idosos e grupo de risco fica em casa; quem pode, ou quer, trabalha em casa e fecham-se as escolas.

    Tudo isso por 14 dias, depois desse tempo faz uma testagem bem ampla para ver como está o nivel de contaminação, se a coisa estiver feia, fecha tudo e toque de recolher, por mais 14 dias, se estiver sob controle, com poucos infectados e pouquíssimas ou nenhuma morte, volta tudo ao normal.

    O negócio é parar com essa de subsídio, é um caso de calamidade pública e os empresários sendo os que lucram com o trabalho de todos devem ser os primeiros a se comprometer.

    Eles que reduzam seu lucro, mantenham empregos regulares com direitos trabalhistas preservados e façam sua parte, já que, como eu disse, eles lucram muito com a sociedade, é justo que lucrem menos, apenas menos, e colaborem direta e indiretamente quando há uma crise.

    Dirão que vão falir é tal, conversa, só vão reduzir o lucro, não dá para quebrar ninguém, a sua proposta serve para os pequenos e alguns empresários médios, para os grandes capitais é imposto, se preciso cria -se um iimposto especial além do regular para ajudar a sociedade.

    É preciso também proibir demissões e redução de jornada e salario, eles têm que colaborar com a sociedade e não dividir seu prejuízo com ela.

  • Há 1 mês

    Que falta faz um presidente de terno, com cabelo lambido, fumando charuto e sentando na sua poltrona de presidente dizendo: "acalme-se, povo brasileiro. Estou aqui para resolver o problema". Daí ele pega a sua caneta e assina a MP de subsídios aos setores industriais estratégicos.

    .

    Que sonho...

    Fonte(s): Que sonho um presidente sem picuinhas, sem briguinhas infantis e sem teorias conspiratórias. Precisamos de um Presidente pragmático que coloque os interesses da nação acima dos interesses partidários e/ou ideológicos.
Tem mais perguntas? Obtenha suas respostas perguntando agora.