Como não passar vergonha em debates, discussões e/ou após ser interpelado, questionado ou acusado de algo?

São situações em que a gente se mete deliberadamente ou às vezes somos forçados a darmos nossos argumentos e não temos como fugir e silenciar.

Ninguém é obrigado a vencer sempre, mas podemos pelo menos não passarmos vergonha. Pior: nada de culpar o oponente.

3 Respostas

Classificação
  • Poeta
    Lv 4
    Há 1 mês
    Melhor resposta

    Acho que a regra que mais produz esse resultado é ter comprometimento com a verdade antes de qualquer outra coisa. Esse pensamento permite que toda decisão que você precisar tomar gere a vontade de encontrar a verdade. Sem esse pensamento, é muito comum que, ao precisar decidir, você gere vontade por outra coisa mais atraente como não passar vergonha, impressionar, estar certo, etc. E isso impede que você próprio perceba qual é a verdade, você acaba decidindo o que é mais prazeroso, e por isso constantemente estará errado. E, logo, se encontrará defendendo o indefensível, que  é travar uma batalha já perdida.

    E é uma regra auto-sustentável, já que ela eliminará necessariamente todo empecilho para poder existir, como o seu orgulho e as suas certezas. Moldará grande parte dos seus pensamentos gradativamente.

    Então numa discussão, seu pensamento orientado por essa vontade terá mais chances de fazer com que você produza uma opnião correta, que escolha só as batlahas que sabe que vai vencer, o que as vezes significará admitir o próprio erro, mas conforme você executa essa regra uma das primeiras coisas que aprende é a articular suas idéias com todas as dependências que ela possui, assim raramente estará errado, porque suas idéias não serão suas mais, mas pertencerão à uma cadeia lógica. Por exemplo : Ao invés de dizer " Eu acho que vai chover", você gradualmente aprenderia a dizer "Segundo a previsão do tempo, choverá", ou "Se for verdade que nuvens cinzas são um dos vários fatores que indicam chuva, há uma chance considerável de que chova". Assim a sua declaração nunca estará errada, porque as previsões foram feitas com ressalvas.

    Esse e outros costumes de pensar vão sendo aprendidos gradualmente através da execução da simples regra de ter vontade de encontrar a verdade antes de qualquer outra vontade.

    Edit : A propósito, se não se importar com a verdade, existe a retórica que, quando contém boas técnicas, faz com que você pareça estar certo, como acontece com políticos. Mas li há um tempo, e concordo, que a melhor retórica é sempre a da ciência, porque a lógica é uma linguagem que se faz superior à toda retórica para convencer quem sabe entendê-la.

    • Faça login para comentar as respostas
  • Bruno
    Lv 7
    Há 1 mês

    A partir do momento que se abre a boca para falar, o risco de passar vergonha sempre existe. É por isso que a humildade de reconhecer que se é ignorante em muitas coisas é uma virtude. Mais importante é que seu oponente no debate seja uma pessoa amiga e que perdoe seus erros. Se você discute com um inimigo, ele sempre poderá te colocar em uma armadilha, distorcendo o significado das palavras e te fazer parecer tolo. 

    • Faça login para comentar as respostas
  • Há 1 mês

    A maneira mais fácil de acabar um debate ou discussão e deixar a pessoa ter a razão por mais que esteja errada, assim termina o assunto e a pessoa vai refletir que estava errada etc

    • Faça login para comentar as respostas
Tem mais perguntas? Obtenha suas respostas perguntando agora.