Anônimo
Anônimo perguntou em Artes e HumanidadesHistória · Há 4 semanas

Os antigos egípcios eram negros ou brancos?

7 Respostas

Classificação
  • Anônimo
    Há 4 semanas
    Melhor resposta

    Negros, leia História geral da África - Vol. II, tem argumentos irrefutáveis que comprovam que eles eram negros.

    O próprio Jean-François Champollion, historiador francês decifrador dos hieroglifos egípcios e considerado o pai da egiptologia deixou bem claro que o antigos egípcios eram negros e que os europeus negligenciavam isso. 

  • Há 4 semanas

    Eram café com leite, mas tinha branco e tinha negro, também

  • Anônimo
    Há 4 semanas

    caucasoides obvio meds eles proprios se descreviam como tom perfeito nem nordicos nem negros e quando invadiram e conquistaram o nilo central fizeram arte e inscrições consideradas racistas contra os nubios nativos e substituiram eles por colonos que foram sendo absorvidos com a invasão persa e separação da nubia

  • Lince
    Lv 4
    Há 2 semanas

    O Egito não estava completamente isolado,de modo geral,a maioria da população era negra,porém,existiam brancos também.

  • O que você acha das respostas? Você pode entrar para votar em uma resposta.
  • DIABLA
    Lv 5
    Há 4 semanas

    Os que viviam nos palacios como reis e soberanos eram mais claros que os escravos que viviam sol a sol trabalhando eh logico.

  • Há 4 semanas

    Questão bem polêmica essa!

    Só a resposta é que é muito simples.

    Os egípcios são africanos, sem dúvida, formados a partir de populações semi-nômades da Saara, antes da desertificação, que começam a se juntar em aldeias por volta do VII milênio AEC, para obter seu sustento nas culturas irrigadas do Nilo.

    (na realidade, a agricultura de regadio veio milênios depois...)

    Essa é uma informação importante.

    Durante muito tempo a língua egipcia foi classificada como "camito-semítica", ou seja, com similaridades com o outro lado do mar Vermelho, sugerindo uma eventual origem asiática da civilização egípcia.

    Hoje em dia, porém, verificou-se que essas proximidades eram muito pequenas, e o egípcio antigo foi reclassificado dentro de um grupo apenas "hamítico", que ainda existe, com várias línguas espalhadas no nordeste da África.

    (menos no Egito, onde se universalizou o árabe)

    Bom... todas as fontes antigas tratam os egípcios como o que, para aquelas civilizações, eram os próprios negros.

    Isso é muito evidente.

    Para os gregos, os egípcios era o povo mais escuro da face da Terra. Eram negros, portanto, e essa mesma ideia é encontrada em fontes romanas.

    O próprio nome egípcio para o Egito (QEMU) significa "preto", em oposição a DESRET ("vermelho"), que era o deserto.

    Porém, não sabemos se teriam a mesma ideia se comparados com as populações sub-saarianas que possivelmente os gregos não tiveram contato na época clássica.

    Essa indefinição acabou abrindo espaço, no século XIX, a interpretações mais afinadas com a era da hegemonia europeia, e que classificaram os egípcios como uma "mistura" de etnias ou então como os mais escuros entre os brancos.

    Defini-los como negros seria um absurdo (na época), já que a África negra nem sequer tinha uso da escrita.

    Por que mistura?

    Se falamos em mistura, então teremos que admitir as 3 (ou 4) raças básicas da humanidade - como se acreditava até recentemente - que seriam as determinadas pela própria evolução da espécie.

    Hoje em dia, essa ideia de "raças básicas" é frontalmente rejeitada, até porque os vestígios mais antigos do Sapiens apresentam características que não são nem brancos e nem negros, mas "mesclam" os caracteres dos grupos atuais.

    É a imensa contradição: como pode a "raça primitiva", original, ser ela própria uma mistura? Mistura do que?

    Não existem raças misturadas. 

    Simplesmente porque não existem os elementos misturadores. Se considerarmos o povoamento do norte da África no paleolítico como uniforme, a "raça" egipcia estaria muito mais próxima do original do nordeste africano do que qualquer outra, sejam os brancos asiáticos e europeus, sejam os negros sub-saarianos.

    A resposta final é que é simples.

    Os testes genéticos atestam que a população egipcia antiga combina basicamente com a população do Egito atual.

    (é bom não esquecer, porém, que a elite cultural e econômica sempre foi mais árabe - mais "branca" - e o povo mais simples bem mais escuro, como o povo de milênios atrás...)

    Portanto, é só olhar as pessoas de hoje e perguntar se são brancos ou negros.

  • Há 4 semanas

    nem um nem outro.

    Eles eram Mamelucos

Tem mais perguntas? Obtenha suas respostas perguntando agora.