Anônimo
Anônimo perguntou em Educação e ReferênciaOutras - Educação · Há 3 meses

Você é a favor da educação sexual nas escolas públicas?

14 Respostas

Classificação
  • Há 3 meses
    Melhor resposta

    Sim e não, é preciso mas a nossa cultura não permite, muita religião e política envolvido no meio, os professores não sabem lidar com isso e muitos dos pais não aceitam, o que torna as coisas muito difíceis, seria preciso de um presidente bem pensador que saiba filosofar com as pessoas pra ensinar o povo a lidar com isso, tem gente que acha que esse ensino seria feito colocando as crianças pra fazerem sexo entre elas e ficarem assistindo porno.

  • Há 3 meses

    sim principalmente lgbt

  • Anônimo
    Há 3 meses

    A educação sexual já está presente nas escolas pelo menos na cidade onde moro. Professores de português, ciências e biologia são os responsáveis pra falar com a moçada e com os adolescentes sobre este tema. A iniciativa do governo é evitar gravidez precoce e DSTs.

    Fonte(s): Prof.
  • Anônimo
    Há 3 meses

    Pra formação de put*s e vagabundos

  • O que você acha das respostas? Você pode entrar para votar em uma resposta.
  • Há 3 meses

    Não, aí é que a perereca das meninas vão coçar e dar pros meninos

  • Anônimo
    Há 3 meses

    Depende

    Se ensina que sexo e do diabo e crime eu sou contra

    Se ensina os meninos respeitar às meninas e as meninas respeitar os meninos

    E a igualdade sexual aí eu sou a favor

  • Há 3 meses

    Sou totalmente a favor! Urgentemente deveria haver educação sexual nas escolas publicas e nas particulares também.

    .

  • Anônimo
    Há 3 meses

    Sou a favor de educação, de todo tipo, em todos os lugares, acho que educação nunca é demais e é algo que está nos faltando muito.

  • Há 3 meses

    Só ensinar lavar as parte podres e usar camisinha já tava bom.

  • Anônimo
    Há 3 meses

    Sim, educação sexual nas escola não é incentivar ninguém a transar, isso é papo de alienado.

Tem mais perguntas? Obtenha suas respostas perguntando agora.