Poliônimo perguntou em Governo e PolíticaGoverno · Há 6 meses

Com a privatização dos CORREIOS, quem entregará cartas em locais distantes e ermos que não dão lucro para empresas?

Os CORREIOS exercem uma função social que não necessariamente dá lucro em todo canto. Estariam as empresas arrematadoras interessadas em agências nos confins deste país-continente e que certamente não compensam financeiramente?

Qual seria a solução para esses locais sem elevar o custo das entregas exorbitantemente?

https://imgur.com/UclrE39.jpg

7 Respostas

Classificação
  • Rupa
    Lv 7
    Há 6 meses
    Melhor resposta

    Ficarão do mesmo modo como ficaram quando Bolsonaro expulsou os médicos cubanos: desassistidos.

  • Anônimo
    Há 6 meses

    Uma encomenda que não compensa financeiramente ,A logística da empresa compensa em outras remessas ,Exemplo enquanto uma encomenda pode ser km de distância ,Algumas são mais próximas,Fora as isenções como combustível ,Já que roda muito e por o governo ser distribuidor desse recurso facilita e não cobra impostos sobre esse item ,Outros materiais como folha ,tinta para impressoras ,entre infinitas facilidades que uma empresa governamental tem,Por essa e outras sou contra qualquer privatização ,Pq mesmo onerando o cidadão comum ,O governo tem credibilidade e décadas de experiência a frente dessa empresa e não daria certo privatizar uma empresa desse tamanho ,Ela perderia a identidade e a credibilidade,apesar de que quem precisa do serviço vai utilizar ,sendo estatal ou não ,Quem perde é só o setor governamental,Já que estaria passando os direitos conquistados a décadas para um setor que não tem identidade e vinculo com a população em geral ,o Setor privado só visa o poder financeiro e não oferece o melhor do serviço.

    • Poliônimo
      Lv 7
      Há 6 mesesDenunciar

      Eis o ponto. As compensações de certo ocorrem nesses casos. A questão é que não há transparência nos preços livres, não temos como contestar nem podemos exigir prestação de contas de empresas privadas, diferentemente das públicas.

      Esperemos que a população mais pobre não fique desvalida.

    • Faça login para comentar as respostas
  • Há 6 meses

    Pede para o Lula ou alguém do PT fazer isso, dizem que eles adoram ajudar os pobres. Só dizem.

    Mas brincadeiras à parte, isso é resolvido no edital de privatização.

    • Poliônimo
      Lv 7
      Há 6 mesesDenunciar

      Esperamos que assim seja, porque há lugares no Brasil ligado apenas por igarapés e voadeiras.

    • Faça login para comentar as respostas
  • Há 6 meses

    das duas, uma:

    - ou os locais pequenos e isolados não recebem nem mandam cartas mas pagam imposto por um serviço que não usam. Neste caso o local ficará sem correios e invistirá o dinheiro dos impostos onde eles precisam mais.

    - ou os locais pequenos e isolados mandam muitas cartas, neste caso os moradores ficam dispostos a gastar dinheiro com serviço de entrega de cartas. Uma empresa é aberta por um empreendedor querendo enriquecer nesta demanda. O empreendedor ganha dinheiro, as pessoas ganham o serviço. Todo mundo sai feliz.

    • Poliônimo
      Lv 7
      Há 6 mesesDenunciar

      Examine melhor: há mais situações.
      Leia meu comentário à resposta do bolsonarista Lucas.

    • Faça login para comentar as respostas
  • O que você acha das respostas? Você pode entrar para votar em uma resposta.
  • Lucas
    Lv 6
    Há 6 meses

    O correios é ineficiente justamente por ser estatal, é praticamente um monopólio deles, ai eu te pergunto, como você acha que nos EUA eles conseguem isso? Simples, pela competição, justamente por ser privatizado eles conseguem entregar coisas distantes. Eles deveriam mesmo é acabar com esse "monopólio". Uma empresa privada sempre é mais eficiente do que uma estatal.

    Quem usa carta em 2019?

    • Poliônimo
      Lv 7
      Há 6 mesesDenunciar

      1- ineficiência se cura com choque de gestão.
      2- Nos EUA há o correio estatal além das empresas privadas.
      3- Correios não entregam só cartas. Ontem enviei uma bíblia pelo correio aqui do sul para o NE. Se fosse para Marajá do Sena haveria quem quisesse entregar por R$ 10,00 ? A pergunta é essa.

    • Faça login para comentar as respostas
  • Anônimo
    Há 6 meses

    Os pombos, que têm carregado muito mais que cartas para dentro dos presídios.

    • Poliônimo
      Lv 7
      Há 6 mesesDenunciar

      Desviou o foco. A pergunta será feita no Congresso para avaliar essas privatizações.

    • Faça login para comentar as respostas
  • Anônimo
    Há 6 meses

    Dane-se os lugares longe.....quem mandou ser longe.

    Brasil acima de tudo, deus acima de todos

    #bolsonaro2022

    • Poliônimo
      Lv 7
      Há 6 mesesDenunciar

      O Brasil é um país-continente. Há pessoas em todo canto.

    • Faça login para comentar as respostas
Tem mais perguntas? Obtenha suas respostas perguntando agora.