A caridade é a virtude mais fácil de praticar?

Principalmente quando a pessoa tem dinheiro sobrando, e também quando deseja manter uma boa imagem pública (como no caso do Pablo Escobar, Lula, Chico Xavier, etc).

18 Respostas

Classificação
  • Há 5 meses

    Deus sabe quem pratica a caridade por obediência a Ele, não é necessário se preocupar.

    leia o evangelho.

  • Anônimo
    Há 5 meses

    Quando se tem ego, como a maioria de nós, até a caridade é difícil de ser praticada.

    Mas mais importante do que a caridade é entregar o conhecimento de Deus de forma totalmente gratuita, coisa que a maioria dos religiosos não fazem.

  • Anônimo
    Há 5 meses

    Mas ela não vale nada perante Deus se não for sincera.

    Não importa quem for a pessoa.

    Vale mais pra Deus um gesto de um descrente que ajuda os outros de coração, do que um religioso que faz pra aparecer.

  • Anônimo
    Há 5 meses

    JESUS é o autor da salvação. se voce quer fazer caridade, isso é muito bom e louvável, mas se faz para agradar a DEUS, melhor seria crer em SEU FILHO...

  • O que você acha das respostas? Você pode entrar para votar em uma resposta.
  • Anônimo
    Há 5 meses

    O sacrifício pela humanidade é maior do que a caridade.

  • Há 5 meses

    Meu caro Agente, caridade não significa dinheiro.

    Caridade pode ser ouvir, abraçar, agasalhar, aconselhar, compreender, empatizar, limpar, etc.

    Nada disso tem custo. Basta boa vontade.

    Aqui no YR, quando percebo que a pessoa tem uma dúvida sincera e pergunta com objetivo de esclarecer, e não de escarnecer, eu respondo com toda boa vontade. E considero isso um tipo de caridade.

    Abraços.

  • Há 5 meses

    Depende, o legal é quando você fez de boa vontade e não para mostrar que é bonzinho.

  • Há 5 meses

    Não, o que ocorre é que muitos acreditam fazer caridade sem de fato realmente fazer caridade...

    Caridade é ajudar alguém, simplesmente por querer e ser o correto, sem querer nada em troca.

    Se ajudar para se sentir melhor, aí já não é caridade, pois está ganhando algo em troca pelo ato, aí o nome disso é ostentar a bondade.

    Ajudar pelo reconhecimento também pode ser confundido com caridade, mas é ostentar a bondade, por exemplo se fizer um bolo bonito, e ir dar a quem tem fome, e perguntar a pessoa se está bom, esperar essa resposta é ostentar a bondade, fazer essa atitude porque lhe faz bem é ostentar a bondade.

    A caridade é algo mais simples e mais puro, mas no momento que a faz com o pensamento de estar fazendo caridade, aí você não está mais fazendo caridade.

    E claro, não estou dizendo que ostentar a bondade é algo ruim, muita gente recebe ajuda através disso, apenas definindo o quanto nobre realmente é o ato de caridade, e nem de longe é uma virtude fácil de praticar, é preciso um ótimo estado de espírito para que aconteça de forma plena, e por ser um gesto de extrema humildade passa despercebido.

    :3

  • depende... os que vc citou não queriam nada de volta, que não fosse o amor ao próximo e o perdão, diretamente daqueles que , supostamente, eles ajudavam?

  • Anônimo
    Há 4 meses

    Não é muito fácil, especialmente quando o fazemos sem intenção, ou seja, simplesmente o fazemos por amor ao próximo, como nos ensinam nos Centros Espíritas.

    Falando em caridade, vamos praticar uma muito fácil. Olhemos dentro de nossos guarda-roupas e vejamos se não tem algum agasalho, em bom estado, que não usamos mais, mas que poderiam servir a tanta gente que passa frio, especialmente os que moram na América do Sul, abaixo da linha do Equador. Se estivéssemos na pele daqueles que passam frio, compreenderíamos de imediato o imperativo da caridade.

    Quem não puder dar diretamente a alguém que passa frio, poderá doa-los a instituições confiáveis de cada um. Mantas e cobertores, serão bem vindos também.

    Roupas usadas não vão lhes custar nada, e estarão fazendo uma boa ação, que se chama CARIDADE.

Tem mais perguntas? Obtenha suas respostas perguntando agora.