Descobri que não sou o pai da minha filha de 12 anos. Posso encaminhá-la para adoção?

Sou viúvo. Minha esposa morreu há 1 ano. Descobri que ela me traiu diversas vezes. Nunca desconfiei, porém há muito tempo já não a amava mais. Recentemente, meus conhecidos me aconselharam a fazer o exame de DNA da minha filha, para saber se eu realmente era o pai. Resultado deu negativo. Estou muito indignado... mostrar mais Sou viúvo. Minha esposa morreu há 1 ano. Descobri que ela me traiu diversas vezes. Nunca desconfiei, porém há muito tempo já não a amava mais. Recentemente, meus conhecidos me aconselharam a fazer o exame de DNA da minha filha, para saber se eu realmente era o pai. Resultado deu negativo. Estou muito indignado porque o único fruto desse casamento que eu acreditava valer a pena era a minha filha. Por causa da criança suportei conviver com uma mulher que não amava. Agora já não consegui mais me sentir pai dela. Estou pensando em contar para ela que não sou o pai dela, mas como ela já sofreu demais com a morte da mãe, estou dando um tempo. Acho melhor encaminhá-la para adoção e assim eu poderei seguir a minha vida sem olhar para trás. Sem lembrar de todos os anos que perdi com aquela mulher.
12 respostas 12