Anônimo

é normal sentir depressão depois disso tudo?

- Meu pai sofre dealcoolismo, minha mãe sempre conivente( Sofri muitas agressões fisicas e verbais), humilhações e fui tratada diferenciada dos meus irmãos.

- Minha mãe sempre foi meio apática, sempre me senti muito só. Meu pai foi internado 2 vezes, a 1 vez eu tinha 12 anose nessa época, minha mãe nao estava bem tb. Me senti só no mundo...

-Adquiri depressão, bulimia e ansiedade na adolescencia. Me sinto um lixo.

- Na época da faculdade apanhei tds os dias da minha mae de vassourada, pq segundo ela eu "escondia" as coisas, mas descobriu-se que a empregada roubava.

- Como fuga, começei a sair e beber muito. me envolvi com um cara que pensei gostar de me mim, mas ele me usou e me levou ao fundo do poço.

-Depois de muitas coisas ruins, eu fiquei desacreditada na vida, nao sou feliz, penso em morrer... sofri assdeio moral no trabalho, amizades falsas, enfim...

- Sou casada e tenho um filho, a família me abandonou e disseram que sou doente- tenho borderline!

- Eu que literalmente sempre fui só, hj me sinto total desamparada e excluida de td dos familiares.

- To muito, muito triste mesmo! =(

7 Respostas

Classificação
  • Sophie
    Lv 4
    Há 1 ano

    Pare e pense nas pessoas que realmente gostam.de você, independente de ser parente ou não. Jogue fora as pessoas que nunca ligaram para você e agradeça pelas outras pessoas que sobraram e que de alguma forma se importam com você . Você ainda conseguiu constituir uma família com marido e filho, então dê valor à isso, muitos nem isso tem, são sozinhos na vida. Esqueça o passado, pois não vai adiantar ficar relembrando o que passou e nem culpar as pessoas. Eu sei que é difícil, que os problemas familiares interferem na nossa personalidade, mas não vai resolver reviver fatos tristes que já ficaram para trás. A vida é o presente e o futuro, então tente absorver as coisas boas que a vida ainda pode te oferecer.

    • Commenter avatarFaça login para comentar as respostas
  • Anônimo
    Há 1 ano

    Eu nao passei pela mesma coisa que voce, mas posso entender a sua dor...e aqueles que nao entendem, o bom é nao julgar e respeitar.

    Eu sempre fui uma criança medrosa...eu tinha medo do meu pai que era violento, minha mae era indiferente...mas tanto eu como meu irmão so escutamos coisas negativas...e éramos agredidos verbalmente e fisicamente praticamente todos os dias...e até hoje, nao sei o motivo pela qual nos apanhávamos.

    Chegando na escola, por eu ser menor, "diferente", medroso, me faziam de cobaia...entao comecei a apanhar na escola também...as vezes colavam chicletes no meu cabelo e eu tinha que raspar. As vezes colocavam varios pregos para eu sentar em cima. Cuspiam na minha cara quando estávamos no recreio...e eu era tao diferente, que cheguei a fazer xixi na cama até os 11 anos de idade...e toda vez que fazia xixi, eu apanhava...Até que preferi dormir na cama toda molhada do que chamar a minha mae para trocar o lençol e mudar o colchão de lado. Tinha pesadelos terríveis...e varias vezes fui expulso de casa...morei de favor na casa da minha avo materna, da minha avo paterno, ja dormir 2 dias na rua...antes eu era um gênio na escola, e do nada passei a ser o pior aluno...Pois fiquei bloqueado...eu tinha pânico de escola...e pânico de ficar com meus pais.

    Na adolescencia eu fui diagnosticado com Esquizofrenia Paranoide...e como eu nao tratei, outras doenças foram desencadeando como Depressão, Síndrome do Panico, Transtorno de Ansiedade...quando eu fui vendo que nao parava de piorar....eu resolvi fazer o tratamento. Odiava os efeitos colaterais dos medicamentos, mas era melhor do que ter as crises que eu tinha...cheguei a me mutilar, cheguei a tentar suicídio...busquei ajuda na igreja e me machucaram ainda mais por nao entenderem o que se passava comigo, ouvi criticas destrutivas, fui vitima de preconceito...o problema nao é a pessoa nao me entender...o problema era quando me julgavam por eu estar nessas condições...nao era culpa minha e nem é culpa sua estar nessa situaçao.

    Até que eu vim morar fora...com trauma de igreja, de colégio, das pessoas...pois fui tao machucado que acabei ficando dentro de casa durante meses sem ver a luz do sol.

    Entao comecei meu tratamento, fui tratado com tanto carinho e atençao...que eu até esqueci que estava em um hospital psiquiátrico. Minha vontade era de morar la...o tom de voz, a atençao, o carinho, o respeito, o conhecimento que eles tinham, me fez perder toda a culpa que colocaram nas minhas costas por eu ter a vida que eu tinha...e a vida ficou leve. Entao, resolvi voltar a igreja...e a igreja evangélica européia nao tem nada haver com a brasileira...me abri com o pastor, e ele entendeu meu caso, ele ja tinha estudado sobre isso e me ajudou muito.

    Os jovens da igreja me deram tanta atençao...até que um dia eu falei "tenho vergonha de ser o unico anormal" e um jovem me disse "voce é normal, e o que aconteceu com voce pode acontecer com qualquer um de nos". E isso me fez perder o complexo que eu tinha sobre os diagnósticos que eu tinha, me fez perder o medo das pessoas, dos julgamentos, das palavras duras...e eu comecei a crescer em todas as áreas da minha vida.

    Comecei um trabalho...eu morria de medo de fazer tudo errado e me chamarem de burro...mas eu destaquei e em menos de 2 meses ja queriam me promover...nao sofria nenhuma pressão, nenhuma humilhação, era tudo muito novo pra mim...eu nao estava acostumado a ouvir tanta coisa boa ao meu respeito...Até que comecei a descobrir quem eu era...minha resposta esta longa...Mas vou resumir...hoje sou empresario, tomo a dosagem mínima dos medicamentos para os diagnosticos que me deram, faço academia (que me ajudou muito a amenizar as crises de ansiedade...Por isso, faça esporte, vai te ajudar na auto-estima, voce vai conhecer gente nova e vai fazer bem ao seu corpo e mente)...e em breve estarei fazendo minha universidade, mesmo ja depois dos 30...nao pelo dinheiro, mas porque era um sonho de adolescente que eu quero realizar.

    Voce esta assim hoje, mas amanha tudo pode mudar...tenha fé em Deus, faça seu tratamento corretamente, faça esportes, cuidado com quem voce vai se abrir pois dependendo da pessoa pode te machucar ainda mais.

    Nao é qualquer pessoa que vai te entender...por isso, desabafe com Deus, com seu marido ou até mesmo aqui nesse site...dentre varias pessoas que nos machucam com palavras, vai ter alguma mensagem positiva.

    Nao desista da sua vida...nao olhe mais pra trás...perdoe todas as pessoas do seu passado e siga em frente, olhe para frente e viva uma nova historia.

    • Commenter avatarFaça login para comentar as respostas
  • Há 1 ano

    Sua vida foi e é muito pior e mais difícil do que a minha. Apesar de eu ter depressão e carregar inúmeros traumas e sofrimentos, a sua vida foi muito mais difícil. Sinto muito. Nem sei o que falar... gostaria de poder ajudar, mas o que eu poderia fazer? Estou no fundo do poço também. Acho que você deveria tentar recomeçar sua vida do zero e tentar ser feliz, superar pelo menos metade destes problemas que te assombram. Eu sei como é difícil... mas não custa tentar. E lembre-se, você não é um lixo!!! Espero que consiga superar isso tudo e ser muito feliz. Passe por cima dessa depressão, procure ajuda. Te desejo boa sorte! E me desculpe por não poder te ajudar, se eu pudesse, eu faria.

    • Commenter avatarFaça login para comentar as respostas
  • Há 1 ano

    Não, algum lugar do mundo alguém te ama

    • Commenter avatarFaça login para comentar as respostas
  • O que você acha das respostas? Você pode entrar para votar em uma resposta.
  • Sua situação é parecida com a minha, eu percebi que somente eu poderia resolver isso e ninguém mais, comecei a seu o dono da minha vida e capitão da minha alma, comecei a ser Grato pelo o que já tenho e as benção começam a vir em maior quantidade. busquei ajuda para me entender, e comecei a ser grato pelo minha vida, familiares (pais e mãe), lembrei de uma frase: "se eu tivesse os pais que eu queria, eu nao teria me tornado o homem que sou hoje", pense nisso. Você tem os pais que precisa pra superar, vc é muito mais forte e determinado do que pensa, vc tem força e fibra pra continuar, e já passou por tudo isso, todas essas dificuldades te fizeram forte e inteligente, use os degraus da dificuldade e se pergunte "o que essa situação quer me ensina", procure estar sempre perto de pessoas boas, comece a fazer coisas novas, por exemplo: ir mais a igreja, sair pra dançar, jogar bola, faça 5 elogios para pessoas que estão pertos de voce, e faça uma lista de 10 pessoas que vc deve perdoa, e antes de dormir faça uma lista de 20 coisa pelo o que voce é grato pelo dia de hoje, vc vai se sentir muito melhor e livre, espero ter te ajudado. O PERDÃO LIBERTA, e a GRATIDÃO é tua ENERGIA. Vai dar tudo certo! Melhoras!

    • Commenter avatarFaça login para comentar as respostas
  • Há 1 ano

    Realmente você sofreu muito na sua infância mas agora você é adulta e tem que fazer as escolhas certas se não quiser sofrer mais a vida não é justa com todo mundo mas sempre temos uma segunda chance de levantar a cabeça e seguir em frente as pessoas que te fizeram mal vão pagar pelos seus pecados e no final você vai vencer, seja forte porque o mundo vai tentar te derrubar mas você tem que ter forças pra se levantar e dar a volta por cima.

    • Commenter avatarFaça login para comentar as respostas
  • Anônimo
    Há 1 ano

    Sim é

    • Commenter avatarFaça login para comentar as respostas
Tem mais perguntas? Obtenha suas respostas perguntando agora.