Santayana: o Brasil e o asilo a Snowden.Comente?

O Conversa Afiada reproduz artigo de Mauro Santayana:

O BRASIL E O ASILO A SNOWDEN

Um dos principais assuntos da semana, foi a realização de uma reunião da Presidente Dilma, para analisar o asilo a Edward Snowden, em troca de informações sobre as atividades de espionagem da NSA contra cidadãos e autoridades brasileiras.

O assunto surgiu a partir de uma “carta aberta” de Snowden ao povo brasileiro, publicada na “Folha de São Paulo”, e do lançamento de uma campanha em defesa do asilo a ele, com a coleta de assinaturas e o uso de máscaras que reproduzem sua face.

O texto renovou as denúncias a propósito dos riscos que corremos – nós e pessoas de outras nacionalidades – de termos nossas comunicações interceptadas, todos os dias, e de sermos até mesmo chantageados pelos EUA, por nossas atividades na internet.

Ela foi, também, uma mensagem de gratidão ao governo brasileiro, pela atenção dada às denúncias de pelo empenho demonstrado, nas Nações Unidas, para atuar com firmeza em defesa da privacidade como um direito fundamental de todo ser humano.

O que mais chamou a atenção, no entanto, foi a parte em que Snowden afirmava, com relação às investigações que estão sendo realizadas pelo governo brasileiro:

“Expressei minha disposição de auxiliar quando isso for apropriado e legal, mas, infelizmente, o governo dos EUA vem trabalhando arduamente para limitar minha capacidade de fazê-lo, chegando ao ponto de obrigar o avião presidencial de Evo Morales a pousar para me impedir de viajar à América Latina. Até que um país conceda asilo político permanente, o governo dos EUA vai continuar a interferir com minha capacidade de falar.”

Esse trecho foi interpretado como uma espécie de barganha, por meio da qual Snowden estaria oferecendo sua colaboração e informações, em troca de eventual concessão de asilo, pelo governo brasileiro.

Hipótese que foi rapidamente desmentida pelo jornalista Gleen Greenwald, espécie de porta-voz oficioso de Snowden, que afirmou, que, na verdade, ele estaria apenas explicando sua impossibilidade de vir ao Brasil pessoalmente, devido à implacável perseguição que lhe é movida pelo governo norte-americano.

Ao tratar o assunto como uma questão de Estado, o Brasil poderia estar superestimando o fato e caindo em uma armadilha diplomática e institucional. O asilo a Snowden, só se justifica por razões humanitárias, caso estivesse correndo risco de vida, na Rússia, onde está agora, o que não é o caso. Aceitá-lo, em troca de informações, equivaleria moralmente a equiparar-nos aos EUA, fazendo o que eles fizeram conosco, que foi meter o bedelho em nossos assuntos internos.

A mensagem mais importante da carta de Snowden está no final, quando ele declara:

“Se o Brasil ouvir apenas uma coisa de mim, que seja o seguinte: quando todos nos unirmos contra as injustiças e em defesa da privacidade e dos direitos humanos básicos, poderemos nos defender até dos mais poderosos dos sistemas.”

2 Respostas

Classificação
  • Anônimo
    Há 6 anos
    Melhor resposta

    Postado em 24 Dec 2013 por : Diario do Centro do Mundo

    http://www.diariodocentrodomundo.com.br/eu-era-uma...

    Temos, no DCM, a inabalável convicção de que os brasileiros estão despertando para as abjetas manipulações do chamado 1% — aquele grupo que levou um país tão ricos a ser um dos campeões mundiais em pobreza e desigualdade.

    Uma carta que nos chegou hoje reforça ainda mais esta convicção, e nos dá ainda mais gana para entrarmos em 2014 combatendo o bom combate — um jornalismo apartidário, independente e a serviço de uma causa inegociável: uma sociedade justa.

    A toda a comunidade DCM, a gratidão pela solidariedade neste luta por um país melhor e os votos de saúde, paz e o dinheiro necessário para 2014.

    Abaixo, a carta.

    Oi Paulo, bom dia.

    Não sei se essa mensagem chegará até você, mas escrevo com a esperança de que a leia um dia.

    Tenho 36 anos e até pouco tempo atrás era uma analfabeta política. Recentemente comecei a ler alguns blogs que, pouco a pouco, me fizeram despertar para tantas distorções que ocorrem bem debaixo dos nossos narizes.

    Não tinha o menor conhecimento sobre assuntos que me dizem diretamente a respeito como feminismo, homofobia, posições e ideologias políticas, etc.

    Repetia o que ouvia, não questionava, não raciocinava a respeito e pior – não me incomodava em aprender.

    De uns tempos pra cá, ao começar a me informar e ler, percebi quão atrasada estou. E acredito que perceber isso já foi um passo importante. Percebo hoje quantas besteiras falei, quanta omissão, quanta ignorância…

    Mas também me alegro por estar em fase de transformação, por ter a chance de, através do DCM também, mudar meus ideais, despertar minha consciência e abrir os olhos para um olhar completamente novo.

    Esse despertar já se reflete na educação dos meus filhos e na qualidade dos meus relacionamentos. É uma seleção natural – e muito bem vinda.

    Desculpe se não fui muito objetiva, mas quero, com todas essas explicações, dizer obrigada a você e à equipe.

    A variedade de assuntos, a abordagem clara e sem frufrus desnecessários (isso preciso aprender!), a honestidade e assertividade deste blog me inspiram a acreditar em dias – e ideais – melhores.

    Parabéns a você e à equipe, que tenham um 2014 ainda mais brilhante.

    <><><><><><> <><><><<><><> <><<<><><><><>< ><><<><>>>><<>< ><><><>

    • E VOC|Ê, JÁ PAROU PARA PENSAR SOBRE ISSO?

    • O QUE VOCÊ ANDA LENDO E PIOR, PAGANDO PARA SER MANIPULADO PELA SUA LEITURA?

    http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedd...

    • Faça login para comentar as respostas
  • White
    Lv 5
    Há 6 anos

    Por mim tanto faz. Nem a favor ne contra.

    • Faça login para comentar as respostas
Tem mais perguntas? Obtenha suas respostas perguntando agora.