Ai amigos do yahoo respostas,ja ouviram falar na Barroevolução,prova da mão de Jeová na criação,oh Groria!!!?

INTRODUÇÃO DO LIVRO "A GRANDE HISTÓRIA DA BARROVOLUÇÃO" A espécie humana obviamente não evoluiu dos símios. Alias, o termo evolução já é por si só falacioso, pois pressupõe a concordância com o defasado modelo darwinista de explicação da vida na Terra. Nada mais longe disso: a vida na verdade se... mostrar mais INTRODUÇÃO DO LIVRO "A GRANDE HISTÓRIA DA BARROVOLUÇÃO"

A espécie humana obviamente não evoluiu dos símios. Alias, o termo evolução já é por si só falacioso, pois pressupõe a concordância com o defasado modelo darwinista de explicação da vida na Terra. Nada mais longe disso: a vida na verdade se desenvolveu diretamente pela ação divina, assim como descrito na bíblia. No meu livro, explicarei os principais pontos onde o Design inteligente se mostra um fato mais que obvio sobre a origem e desenvolvimento da vida!
A fonte mais confiável que temos para compor nossas evidencias é obviamente a Bíblia. Diretamente inspirada por Deus, tal livro é um código esperando ser decifrado pelos ungidos. Logo em Genesis fica obvio a condição peculiar dos seres humanos: ao contrário dos outros animais que foram criados de modo instantâneo por Javé, o primeiro homem, Adão, foi especialmente moldado do barro. Tal ato demonstra a afeição especial de Deus pelos humanos, pois toda criança na escolinha sabe como é difícil produzir esculturas razoáveis com argila. Ainda assim, Javé não se intimidou e gastou todo seu sexto dia no design inteligente de sua criação máxima.
Geneticistas ateus argumentam que uma prova do "não-design" é a série de problemas que a espécie humana enfrenta: órgãos vestigiais problemáticos (apêndice), joelho ineficiente para agüentar o peso ereto, tendência a desenvolver hemorróidas e outros pormenores. Mas na verdade tais problemas só fizeram parte da existência humana após sua expulsão do paraíso. Adão foi criado a imagem e semelhança de Deus, e Ele com certeza não tinha (ou tem) hemorróidas.
Após longos tempos nomeando as 8 milhões de espécies animais que Deus criou e não modificou até então, Adão percebeu que era um dos poucos (ao menos de tamanho visível) que não havia sido dotado de equivalente fêmea. Deus percebeu as tentativas de adão em fecundar espécies não compatíveis, e interveio novamente na criação: pegou uma das costelas do primeiro homem e num sofisticado projeto de clonagem e mudança de genoma(chupa essa Graig Venter), criou a mulher!
Não demorou muito para a mulher corromper o puro adão, fato que levou a expulsão deles do seu habitat natural no Eufrates. Deus rompeu a aliança que fez com os humanos, e deixou o pobre Adão a mercê do mundo árido e cruel do Oriente Médio. Mas nossa jornada não acaba aqui. Pelo contrário!! Sendo imagem e semelhança de Deus, Adão e seus descendentes teriam uma habilidade que nenhum animal teria: a de manipular a própria essência da vida, a lama, e criar aqueles que são seus parentes!
É fato que alguns insetos possuem a habilidade de trabalhar com lama, bem como alguns morcegos como os João-de-barro, mas somente os humanos possuem o dom de produzir espécies complexas como Jarros e outras porcelanas finas. No primeiro livro de biologia biblicamente adequado, mostrarei a todos os incrédulos as provas bíblicas e terrenas da nossa semelhança com todos os Barrideos posteriores ao homem, até mesmo os aparentemente "impossíveis" como as "balas" para uso em estilingue. E assim, como Deus usou de seu intelecto para criar o desenvolto homem, este, dotado da sapiência do seu criador, deu forma ao pó para criar arte: nossos primos Barrideos!
Embarque na Jornada épica que mostrara ascensão e queda de varias espécies de Barrideos (como a pobre lâmpada de barro, extinta no final do século XIX), até aquelas que se mostraram tão adaptadas ao seu habitat que permanecem imbatíveis até hoje (caso dos Tijolideos, principalmente os de forma bloquial). Veja a importância de nossos primos na manutenção de nosso ecossistema, seja participando de modo quase invisível em nosso desjejum (Os cozinhoides são tão vastos e úteis que mereciam um livro só para eles) ou até mesmo garantindo que o desjejum digerido siga um caminho para longe (Sanitários, nossos aliados desprezados).
Entenda os motivos satânicos pelo qual estatuas de barro não são consideradas barrideos, pois são contaminadas pelas intenções malévolas do canhoto. E acima de tudo, perceba as maravilhosas intervenções de Deus e do homem nessa magnífica história... a história dos barrideos, a história de todos nós!!

Richarlis Dawnkinson, Biólogo e Pastor
2 respostas 2