Segundo o "Livro dos Espíritos" o que são Anjos e Demônios?

A Doutrina Espírita (Espiritismo) esclarece sobre tais figuras, sobre as quais se faz ainda hoje muita especulação e se provocam equívocos graves:

128 Os seres a que chamamos anjos, arcanjos, serafins formam uma categoria especial de natureza diferente dos outros Espíritos?

– Não. São os Espíritos puros. Estão no mais alto grau da escala e reúnem todas as perfeições.

☼ A palavra anjo desperta, geralmente, a idéia de perfeição moral. Entretanto, aplica-se, muitas vezes, a todos os seres bons e maus que estão fora da humanidade. Diz-se: o bom e o mau anjo, o anjo de luz e o anjo das trevas. Nesse caso, é sinônimo de Espírito ou de gênio. Nós a tomamos aqui na sua significação de bom.

129 Os anjos percorreram todos os graus da escala evolutiva?

– Eles percorreram todos os graus, mas, como já dissemos: uns aceitaram sua missão sem murmurar e chegaram mais rápido; outros levaram um tempo mais ou menos longo para chegar à perfeição.

130 Se a opinião de que há seres criados perfeitos e superiores a todas as outras criaturas é errônea, como se explica o fato de que esteja na tradição de quase todos os povos?

– Pensai e considerai que o vosso mundo não existe de toda a eternidade e que, muito tempo antes que ele existisse, havia Espíritos que já tinham alcançado o grau supremo da evolução. Eis por que os homens acreditaram que eles foram sempre assim (perfeitos).

131 Há demônios, no sentido que se dá a essa palavra?

– Se houvesse demônios, seriam obra de Deus. Deus seria justo e bom por ter feito seres eternamente devotados ao mal e eternamente infelizes? Se há demônios, é no vosso mundo inferior e em outros semelhantes ao vosso. Demônios são esses homens hipócritas que fazem de um Deus justo um Deus mau e vingativo e acreditam que Lhe agradam pelas abominações que cometem em Seu nome.

☼ A palavra demônio nos dias atuais significa e nos dá idéia de mau Espírito, porém a palavra grega daimôn, de onde se origina, significa gênio, inteligência, e se emprega para designar seres incorpóreos, bons ou maus, sem distinção.

Os demônios, conforme o significado comum da palavra, supõem seres malvados por natureza, na sua essência. Seriam, como todas as coisas, criação de Deus. Assim sendo, Deus, soberanamente justo e bom, não pode ter criado seres predispostos, por sua natureza, ao mal e condenados por toda a eternidade. Se não fossem obra de Deus, seriam, forçosamente, como ele, de toda a eternidade, ou então haveria muitos poderes soberanos.

A primeira condição de toda doutrina é a de ser lógica. A doutrina dos demônios, cuidadosa e severamente analisada, peca por essa base essencial. Pode-se compreendê-la na crença dos povos atrasados que, por não conhecerem os atributos de Deus, crêem em divindades maldosas e em demônios. Mas, para todo aquele que faz da bondade de Deus um atributo por excelência, é ilógico e contraditório supor que Deus pudesse criar seres voltados ao mal e destinados a praticá-lo perpetuamente, porque isso é negar Sua bondade. Os partidários do demônio se apóiam nas palavras do Cristo. E com toda certeza não contestaremos aqui a autoridade de Seu ensinamento, que gostaríamos de ver mais no coração do que na boca dos homens. Mas os partidários dessa idéia estarão certos do significado que o Cristo dava à palavra demônio? Já não sabemos que a forma alegórica é a maneira usual de Sua linguagem? Tudo que é dito no Evangelho deve ser tomado ao pé da letra? Não precisamos de outra prova mais evidente além desta passagem:

“Logo após esses dias de aflição, o Sol se escurecerá e a Lua não mais iluminará, as estrelas cairão do céu e as forças do céu serão abaladas. Eu vos digo em verdade que esta geração não passará sem que todas essas coisas sejam cumpridas.”

Não vimos a forma do texto bíblico ser contestada pela ciência no que se refere à Criação e ao movimento da Terra? Não se dará o mesmo com certas figuras empregadas pelo Cristo, tendo que falar em conformidade com os tempos e os lugares? O Cristo não poderia dizer, conscientemente, uma falsidade; se, então, em suas palavras há coisas que parecem chocar a razão, é porque não as compreendemos ou as interpretamos mal.

Os homens fizeram com os demônios o que fizeram com os anjos. Da mesma forma que acreditaram na existência de seres perfeitos desde toda a eternidade, tomaram também por comparação os Espíritos inferiores como seres perpetuamente maus. Pela palavra demônio devem-se entender Espíritos impuros que, muitas vezes, não são nada melhores do que o nome já diz, mas com a diferença de que seu estado é apenas transitório. Esses são os Espíritos imperfeitos que se revoltam contra as provas que sofrem e, por isso, as sofrem por um tempo mais longo; porém, chegarão a se libertar e sair dessa situação quando tiverem vontade. Podemos, portanto, compreender a palavra demônio com essa restrição.

10 Respostas

Classificação
  • Anônimo
    Há 9 anos
    Resposta favorita

    Caramba, estava com a resposta na ponta da lingua (ou dos dedos) mas vc já respondeu.

    Somos todos ESPÍRITOS, nós encarnados, eles desencarnados, anjos são espírtos que chagaram até a Luz de DEUS e o serve com Amor e por Amor, os demônios são espíritos atrasados que perambulam entre a maldade fugindo do Amor e de Amar.

  • Há 9 anos

    Dois irmãos em degraus diferentes da mesma escada.

    Paz e Luz!

  • É isso aí.

    Espíritos evoluídos e espíritos atrasados.

    Nada mais, nada menos.

  • Paulo
    Lv 7
    Há 9 anos

    Nossos IRMÃOS, filhos do mesmo PAI !!!!!!!!

  • O que você acha das respostas? Você pode entrar para votar em uma resposta.
  • Há 9 anos

    Caro amigo, todos os anjos um dia também foram vistos como demônios; foram também espíritos atrasados, mais evoluíram através das vidas sucessivas e alcansaram um grau de evolução excelente, muita luz, e hoje são vistos como anjos.

    >Jesuíno<

  • Há 9 anos

    Os Anjos são os espíritos evoluidos do primeiro grau e os demónios...são os espíritos do terceiro grau, pois são rudes, ainda não evoluiram!

  • A mesma resposta do usuário Light !

    Fonte(s): Aperto
  • Anônimo
    Há 9 anos

    De um lado a turma do bem e de outro a turminha do mal

  • Há 9 anos

    Veja alguns versículos da bíblia e talvez você possa querer aprender amis sobre a verdade que é a palavra de Deus, DÊ ATENÇÃO ESPECIAL PARA II CORINTIOS 11: 14:

    II CORINTIOS 11

    13 Pois os tais são falsos apóstolos, obreiros fraudulentos, disfarçando-se em apóstolos de Cristo.

    14 E não é de admirar, porquanto o próprio Satanás se disfarça em anjo de luz.

    15 Não é muito, pois, que também os seus ministros se disfarcem em ministros da justiça; o fim dos quais será conforme as suas obras.

    ECLESIATES 9

    5 Pois os vivos sabem que morrerão, mas os mortos não sabem coisa nenhuma, nem tampouco têm eles daí em diante recompensa; porque a sua memória ficou entregue ao esquecimento.

    6 Tanto o seu amor como o seu ódio e a sua inveja já pereceram; nem têm eles daí em diante parte para sempre em coisa alguma do que se faz debaixo do sol.

    Fonte(s): bíblia sagrada
  • Anônimo
    Há 9 anos

    ficções, fantasias, mitos e trambiques

Tem mais perguntas? Obtenha suas respostas perguntando agora.