Final de contas, João Batista é reencarnação de Elias? Leia e dê sua opinião pessoal! Ok?

“Seis dias depois, Jesus tomou consigo Pedro, os irmãos Tiago e João, e os levou a um lugar à parte, sobre uma alta montanha. E se transfigurou diante deles: o seu rosto brilhou como o sol, e as suas roupas ficaram brancas como a luz. Nisso lhes apareceram Moisés e Elias, conversando com Jesus. Então Pedro tomou a palavra, e disse a Jesus: ‘Senhor, é bom ficarmos aqui. Se queres, vou fazer aqui três tendas: uma para ti, outra para Moisés, e outra para Elias’. Pedro ainda estava falando, quando uma nuvem luminosa os cobriu com sua sombra, e da nuvem saiu uma voz que dizia: ‘Este é o meu Filho amado, que muito me agrada. Escutem o que ele diz’. Quando ouviram isso, os discípulos ficaram muito assustados, e caíram com o rosto por terra. Jesus se aproximou, tocou neles e disse: ‘Levantem-se, e não tenham medo’. Os discípulos ergueram os olhos, e não viram mais ninguém, a não ser somente Jesus. Ao descerem da montanha, Jesus ordenou-lhes: ‘Não contem a ninguém essa visão, até que o Filho do Homem tenha ressuscitado dos mortos’. Os discípulos de Jesus lhe perguntaram: ‘O que querem dizer os doutores da Lei, quando falam que Elias deve vir antes?’ Jesus respondeu: ‘Elias vem para colocar tudo em ordem. Mas eu digo a vocês: Elias já veio, e eles não o reconheceram. Fizeram com ele tudo o que quiseram. E o Filho do Homem será maltratado por eles do mesmo modo’. Então os discípulos compreenderam que Jesus falava de João Batista” (Mt 17,1-13).

Atualizada:

Gostaria de alertar os amigos que fiz apenas uma pergunta. Este texto onde Jesus afirma que João Batista é Elias que já veio, não é meu é de Mateus.

Quanto ao espírito que conversou com Jesus, ter se apresentado como Elias, nada tem de incomum, pois o perispírito, que é o corpo espiritual, molda-se por força do pensamento, e tanto pode ser como da última reencarnação como de outra bem remota.

Acreditar que Elias não morreu é asolutamente ilógico, por contrariar as leis da Biologia, que são leis de Deus, e por dar a Elias um status superior ao próprio Jesus, que desencarnou depois do suplício do Calvário.

2 atualizadas:

Ao Discípulo Menor

Vou tratar apenas da questão que você considera mais importante: Jesus deixou claro a idéia das vidas sucessivas quando disse para sermos perfeitos, como perfeito é o Pai celeste. Se Jesus disse isso é porque isso é possível. Para o Espiritismo tudo o que Jesus ensinou é válido para todos os povos, em todos os tempos e em todos os lugares. Mas qualquer um de nós sabe que nesta existência jamais será capaz de amar o inimigo, e jamais será capaz de alcançar a perfeição moral e intelectual. Isso nos leva à conclusão que só poderemos alcançar a perfeição recomendada por Jesus através de muitas reencarnações. E se fomos feitos à imagem de Deus, claro está que somos espíritos imortais. Portanto, temos a eternidade pela frente para alcançar a perfeição, de modo que "nenhuma ovelha haverá de se perder do aprisco".

Pense nisso!

15 Respostas

Classificação
  • Há 9 anos
    Melhor resposta

    Para a doutrina espírita pouco importa se João Batista foi ou não reencarnação de Elias, o que interessa é que a simples discussão do assunto comprova que a idéia das vias sucessivas fazia parte da cultura daquele povo, naquela época.

    Saiba você que a idéia das vidas sucessivas sempre fez parte da cultura dos povos orientais. Portanto não há porque estranhar que isso acontecesse no Oriente Médio.

    Paz, luz e amor"

    • Faça login para comentar as respostas
  • Há 9 anos

    Se Jesus afirmou que João Batista é Elias, não vejo razão para polêmica. Mas como responderam antes, o Espiritismo não está interessado em saber quem é reencarnação de quem, pois isso não é importante. Jesus deixou claro que importante são as obras e não o nome: "a cada um será dado conforme suas obras".

    • Faça login para comentar as respostas
  • Há 9 anos

    Boa Yapó....

    Nessa passagem o pessoal que tentou retirar a reencarnação da Bíblia deu mole, esqueceram dessa gritante passagem...

    Gostaria de salientar que Mateus escreveu pra o Judeus, seu evangelho é repleto de semitismo, isso só mostra que entre os judeus a reencarnação era comum.

    Fica em Paz!

    • Faça login para comentar as respostas
  • Há 9 anos

    A autenticidade da reencarnação pela bíblia.

    O que confunde a maioria é que o termo usado foi ressurreição, que está provado cientificamente que é impossível de acontecer.

    Fonte(s): Do livro: Questão de semântica!
    • Faça login para comentar as respostas
  • O que você acha das respostas? Você pode entrar para votar em uma resposta.
  • Lymda
    Lv 6
    Há 9 anos

    Quem tem a mente bloqueada por lavagem cerebral perde a capacidade de interpretar qualquer texto que contrarie a palavra do pastor.

    • Faça login para comentar as respostas
  • Anônimo
    Há 9 anos

    Eu acredito na Reencarnação e nas palavras de Jesus.

    • Faça login para comentar as respostas
  • Há 9 anos

    Desculpe, mas você fez a pergunta, e você mesmo postou a resposta. Jesus disse que João Batista é Elias, e fim de papo.

    • Faça login para comentar as respostas
  • Há 9 anos

    Ola..

    Claro que sim, pois, o proprio JESUS disse isso.

    E há muitos que ainda não acreditam em reencarnação, portanto, não acreditam na palavra do MESTRE JESUS...

    Um abraço. e fique na paz do nosso senhor JESUS...

    • Faça login para comentar as respostas
  • Há 9 anos

    Acreditar que Elias não morreu pode ser absolutamente ilógico mas era exatamente nisso que criam os que esperavam um Messias guerreiro, um Messias Rei, um salvador.

    Que muitas pessoas criam na reencarnação, naquele tempo e mesmo antes tb é inegável.

    A questão central para mim é se Jesus ensinou a reencarnação ou a ressurreição.

    Não tenho dúvidas em afirmar que Jesus jamais aceitou a reencarnação. Reencarnação é contrária as Sagradas Escrituras ( Antigo e Novo Testamento ), portanto Jesus não a aceitaria.

    Mas é público que vcs espíritas, afirmam que os trechos bíblicos foram adulterados, que a bíblia não é válida. Ora, se pensam assim, pq insistem em citar a bíblia como fonte de suas doutrinas.

    Não vejo nenhum cristão citando livros espíritas como base para professar a fé cristã.

    Não consigo entender pq vcs fazem questão de se identificar como cristãos.

    Esse trecho em questão, para não fugir da pergunta, foi inúmeras vezes explicado. Jesus, na minha opinião ( e de inúmeros outros cristãos ) estava apenas afirmando que João Batista veio cumprir a profecia que estava destinada á Elias ( no entendimento de alguns judeus, não todos, importante frisar ).

    Da mesma forma que Jesus diz " Quem ve a mim ve ao Pai " está afirmando que ambos tem autoridade para um assunto em questão, não que são a mesma pessoa.

    Outra pergunta que vc deveria se fazer é pq apenas Jesus ( que representa o Divino ) conversou com eles ( Moisés e Elias ) e não permitiu que Pedro ( que representa o homem ) o fizesse.

    Entrar na tenda significa entender. En ( entrar ) tende ( na tenda ) ?

    E já que a prática de conversar com mortos eram tão comum e Jesus a fazia ( como vcs afirmam ) do que mesmo os discípulos ficaram com medo ?

    -----------------------------------------------------------------------------------------------------------

    Amigo, um debate dentro dos níveis de educação e cordialidade sempre é bem vindo. Aprendemos mais com os que pensam diferente dos que com os que pensam igual. O espiritismo é muito parecido com o cristianismo que em alguns momentos muitos pensam se tratar da mesma coisa. Da mesma forma que um umbanda ou praticante do candomblé não é espírita, apesar de muitos pensarem assim.

    Suas palavras "Jesus deixou claro a idéia das vidas sucessivas quando disse para sermos perfeitos, como perfeito é o Pai celeste. Se Jesus disse isso é porque isso é possível."

    Não vejo clareza alguma de reencarnação aí. A recomendação de Jesus é para a busca da perfeicão, é óbvio, mas se não alcançada nesta vida ( muitos chegaram próximos ) tal perfeicão será " completada " pela graça e misericórdia de Deus. Se dedicar um tempo ao estudo do que os cristãos entendem como " graça " perceberá que sim, Jesus não quer perder, nem vai, nenhuma de suas ovelhas de seu aprisco. Porém existem ovelhas que se recusam em reconhecer a voz do Bom Pastor, outras inclusive negam a existência do mesmo. Jesus vai reuni-las mesmo contra sua ( da ovelha ) vontade ? Se alguém acredita que sim, que a salvação será coletiva, então não precisamos buscar a perfeicão.

    Sei que o espiritismo tem uma doutrina tentadora, que parece divina. Sei tb que temos muitos pontos em comum, em especial a prática dos valores morais e a prática da caridade. Mas, no meu entendimento, dois pontos nos separam radicalmente. O primeiro é negar a bíblia como Palavra de Deus e o segundo é negar que Jesus é o Verbo ( Logos ) Encarnado.

    A questão da reencarnação nem é tão preocupante, visto que se vcs estiverem errados de qualquer forma praticaram o bem. Se estiverem certos, e nós errados, nunca saberemos visto que, salvo engano, não guardamos lembranças das vidas passadas.

    • Faça login para comentar as respostas
  • Anônimo
    Há 9 anos

    A quem está escutando as palavras da profecia deste livro, eu declaro: "Se alguém acrescentar qualquer coisa a este livro, Deus vai acrescentar a essa pessoa as pragas que aqui estão descritas. E se alguém tirar alguma coisa das palavras do livro desta profecia, Deus vai retirar dessa pessoa a sua parte na árvore da Vida e na Cidade Santa, que estão descritas neste livro." (Ap 22, 18-19)

    Vejamos a pesquisa que fizemos nas onze Bíblias de nossa biblioteca, das quais anotamos algumas passagens que escolhemos como a prova do crime:

    Ave Maria

    Lv 19, 31: Não vos dirijais aos espíritas nem adivinhos: não os consulteis,...

    Lv 20, 6: Se alguém se dirigir aos espíritas ou aos adivinhos para fornicar com eles,...

    Lv 20, 27: Qualquer homem ou mulher que evocar os espíritos ou fizer adivinhações, será morto....

    Dt 18, 10-11: Não se ache no meio de ti quem faça passar pelo fogo seu filho ou sua filha, nem quem se dê à adivinhação, à astrologia, aos agouros, ao feiticismo, à magia, ao espiritismo, à adivinhação ou à evocação dos mortos.

    Is 8, 19: Se vos disserem: Consultai os espíritos dos mortos, os adivinhos, os que conhecem segredos e dizem em voz baixa: Porventura um povo não deve consultar os seus deuses? Consultar os mortos a favor dos vivos? Em nota: seus deuses: os espíritos dos antepassados.

    1 Sm 28, 3.7.8: ... E Saul expulsara da terra os necromantes, os feiticeiros e adivinhos... “Procurai-me uma necromante para que eu a consulte”... “Predize-me o futuro, evocando um morto; faze-me vir aquele que eu te designar”. (1 Sm 28, 3.7.8)

    Como aparece a palavra necromante é porque tiveram informação da realidade, assim quando colocam espiritismo ou espírita, é porque querem atingir aos adeptos da Doutrina Espírita.

    Barsa

    Lv 19,31: Não vos dirijais aos mágicos, nem consulteis os adivinhos,...

    Lv 20,6Se algum homem declinar para os mágicos, e adivinhos, e se der a eles por uma espécie de fornicação;...

    Lv 20,27: Se qualquer homem, ou mulher tem espírito de Píton, ou espírito de adivinho, sejam punidos de morte...

    Dt 18, 10-11: nem se ache entre vós quem pretenda purificar seu filho, ou filha, fazendo-os passar pelo fogo: nem quem consulte adivinhos, ou observe sonhos e agouros, nem quem seja feiticeiro, ou encantador, nem quem consulte Píton ou adivinhos, nem quem indague dos mortos a verdade.

    Is 8,19: E quando vos disserem: Consultai os pitões, e os adivinhos, que murmuram em segredo em seus encantamentos: Acaso não consultará o povo ao seu Deus, há de ir falar com os mortos acerca dos vivos?

    1 Sm 28, 3.7.8: ...E Saul tinha lançado fora da terra os mágicos, e adivinhos.... “Buscai-me uma mulher que tenha o espírito de Píton, e eu irei ter com ela, e a consultarei”... “Adivinha-me pelo espírito de Píton, e faze-me aparecer quem eu te disser”.

    Aqui não vemos nenhum termo sendo usado para condenar o Espiritismo, o único detalhe fica por conta de ser uma Bíblia mais antiga, em geral menos preconceituosa que as atuais. Seria um sinal que antigamente “a palavra de Deus” tinha preocupações diferentes das que encontramos nas Bíblia atuais?

    Referências bibliográficas:

    SILVA, S.C, Analisando as Traduções Bíblicas. João Pessoa-PB: Idéia, 2001.

    A Bíblia Anotada. São Paulo: Mundo Cristão, 1994.

    Bíblia Sagrada. 68ª ed. São Paulo: Ave Maria, 1989.

    Bíblia Sagrada, Edição Barsa. Rio de Janeiro: Catholic Press, 1965.

    Bíblia Sagrada, Edição Pastoral. 43ª imp. São Paulo: Paulus, 2001.

    Bíblia Sagrada, 37a. ed. São Paulo: Paulinas, 1980.

    Bíblia Sagrada, 5ª ed. Aparecida-SP: Santuário, 1984.

    Bíblia Sagrada, 8ª ed. Petrópolis-RJ: Vozes, 1989.

    Bíblia de Jerusalém, nova edição. São Paulo: Paulus, 2002.

    Bíblia do Peregrino. São Paulo: Paulus, 2002.

    Bíblia Sagrada, Sociedade Bíblica do Brasil, Brasília, DF, 1969.

    Escrituras Sagradas, Tradução do Novo Mundo das. Cesário Lange, SP: STVBT, 1986

    Fonte(s): estas são algumas contradições, http://www.forumespirita.net/fe/o-evangelho-segund...
    • Faça login para comentar as respostas
Tem mais perguntas? Obtenha suas respostas perguntando agora.