O mediterrâneo e os Mares Bálticos e do Norte, ao final da idade média, eram rotas comercias importantes?

Seguir
  • Seguir de forma pública
  • Seguir de forma privada
  • Deixar de seguir
1) quem desenvolvia as atividades comerciais nesses mares?

2) por que essas atividades contribuíram para a destruição da ordem feudal?

desde já agradeço :)
Melhor resposta
1) quem desenvolvia as atividades comerciais nesses mares?

Mediterraneo: Nos séculos XV e XVI, genoveses e venezianos o utilizaram como rota marítima de comercio, principalmente, de especiarias (cravo, canela, noz moscada, açafrão, pimenta, gengibre) vindas da Ásia.

Mares Bálticos e do Norte: as rotas comerciais eram dominadas pelas cidades litorais desses mares, particularmente as cidades da região da Flandres e as cidade alemãs do Noroeste europeu. Os artesãos urbanos da Flandres estavam unidos em corporações que zelavam pelos interesses e pela qualidade das obras. Os mercadores das diferentes cidades uniram-se também para defender os seus interesses numa guilda , a Guilda das Dezessete Cidades , que representava numerosos e poderosos mercadores e lhes permitia obter contratos vantajosos...havia também a Liga Hanseática, formada por várias cidades alemãs do Noroeste Europeu e que eram a maior força economica e comercial do Báltico, onde controlavam todo o comércio.

2) por que essas atividades contribuíram para a destruição da ordem feudal?

através do intenso comércio, essas ligas fizeram renascer as cidades, as quais foram aos poucos se libertando do domínio feudal, através da compra ou através da guerra...o sistema feudal entrou em decadencia pois era um sistema fechado economicamente limitado e fechado...

Source:

  • Taxa
  • Comentário

Outras respostas (1)

  • ? respondido 4 anos atrás
    Bem, no mediterrâneo, os Italianos recomeçaram um intenso comércio com o Oriente por meio do mar Mediterrâneo. Por terra temos a rota da seda, que "começava" no Irã (Pérsia) e "terminava" na China, onde, pelo nome, vinham a maior parte da Seda que o Ocidente consumia. Os mares bálticos e do norte garantiam o comércio de peixes e era muito explorado pelos holandeses, que, inclusive, os comercializavam.

    Com a retomada do comércio com o Oriente, temos o renascimento comercial. A moeda volta a ter importância no cenário mundial, acabando com a importancia das terras no sistema feudal. Influências orientais na arte e na arquitetura como o arco gótico (junção do arco romano com o arco arabesco), que ajudaram na fragilização da Igreja Católica, como maior influenciadora e de certa forma, instituição mais poderosa que reinava sobre a idade média, e que viveu seu auge no Feudalismo. Temos ainda, nessa influência Oriental (especialmente árabe) o aprendizado das culturas. Os árabes eram exímios matemáticos, conhecedores de medicina, astrônomos, e principalmente, a inclusão das técnicas de navegação árabes ajudou na futura Era das Navegações.
    • Taxa
    • Comentário
  • Sign In 

    para adicionar sua resposta

Quem está seguindo esta pergunta?

    %
    MELHORES RESPOSTAS
    Membro desde:
    Pontos: Pontos: Nível
    Total de respostas:
    Pontos nesta semana:
    Seguir
     
    Deixar de seguir
     
    Bloquear
     
    Desbloquear