Em que contexto histórico viveu o filósofo Platão?

Seguir
  • Seguir de forma pública
  • Seguir de forma privada
  • Deixar de seguir
Melhor respostaEscolha do autor da pergunta
  • Tani respondido 4 anos atrás
Platão viveu entre a fase áurea da democracia ateniense e o final do período helênico. Esse contexto histórico determinaria o caráter essencialmente político de sua filosofia como estabelecimento das condições para um estado político perfeito, o filósofo como o dirigente político ideal.

Se vc precisar de algo mais completo este site é muito bom:
http://www.scribd.com/doc/8136537/Platao

Classificação e comentário do autor da pergunta

5 de 5
-
  • Taxa
  • Comentário

Outras respostas (1)

  • ʍi૧ષéiαઽ ઽ respondido 4 anos atrás
    Para tentar responder temos que voltar no tempo aos pré socráticos.
    Até Sócrates (469 - 399 AC) a Filosofia se concentrava em conhecer a estrutura e funcionamento da Natureza, por isso era conhecida como Filosofia Naturalista. E, pelo contexto histórico, as discussões haviam chegado a um ponto morto, as coisas estavam meio "mornas", uma vez que já "haviam descoberto tudo", sempre considerando o contexto histórico, claro.
    Sócrates então partiu para um novo rumo, integrando o homem aos fenômenos naturais e passando a estudar esse homem e, especificamente, qual a origem do conhecimento. Segundo ele, todo conhecimento já está dentro de cada um, bastando trazê-lo à luz, por isso seu método era conhecido como Maiêutica, que significa "dar à luz", ou parto das ideias.
    Mas eis que surge Platão (427 - 347), que por volta dos 20 anos de idade conhece Sócrates e torna-se seu discípulo. Unindo as duas pontas, de um lado o Naturalismo dos pré socráticos e de outro os estudos sobre o homem, de Sócrates, Platão desenvolveu a Filosofia Idealística, ou seja, foi o primeiro a afirmar que além desse mundo físico onde vivemos, existe um outro mundo invisível, o mundo das ideias, Segundo Platão, assim como Sócrates afirmava que todo conhecimento está dentro de nós, bastando trazê-lo à Realidade, existe um outro mundo, o mundo das Ideias, onde tudo que deve existir já existe, em estado de Perfeição, bastando tornar essas coisas reais. Veja por exemplo o que ele diz:
    "Um bloco de mármore, para o homem comum é um bloco de mármore. Para um pedreiro, é um monte de blocos de construção. Para um escultor é a estátua de um deus grego. Para o construtor de uma estrada pode ser um estorvo que precisa ser retirado do caminho. Portanto, dizia Platão, um bloco de mármore, assim como tudo que se possa imaginar, no seu Estado Atual é aquilo que enxergamos. No entanto, em seu Estado Potencial, pode ser qualquer coisa que queiramos. E assim desenvolveu uma ideia interessante que chamou Atualidade e Potencialidade.
    Segundo ele, a Realidade é a Matéria em seu Estado Atual, limitado àquilo que vemos. No entanto, essa mesma Matéria, em seu Estado Potencial é infinita, uma vez um artista não conseguiria tirar dela aquilo que já não estiver lá, dentro dela, seja a estátua de um deus, uma deusa, um atleta ou o que mais quiser". O assunto é extenso, vamos parar por aqui.
    • Taxa
    • Comentário
  • Sign In 

    para adicionar sua resposta

Quem está seguindo esta pergunta?

    %
    MELHORES RESPOSTAS
    Membro desde:
    Pontos: Pontos: Nível
    Total de respostas:
    Pontos nesta semana:
    Seguir
     
    Deixar de seguir
     
    Bloquear
     
    Desbloquear