Quem é o anjo do abismo em Apocalipse? Abadon e Apolion?

Seguir
  • Seguir de forma pública
  • Seguir de forma privada
  • Deixar de seguir
Asd Testemunhas de Jeová, dizem que é Jesus !!! Da onde Jesus seria um anjo? E do abismo, ainda por cima ?
Melhor resposta
  • Helio respondido 4 anos atrás
Abadon, o anjo do abismo — quem é ele?
Em Revelação 9:11, porém, a palavra “Abadon” é usada como o nome do “anjo do abismo”. O correspondente nome grego, Apolion, significa “Destruidor”. No último século fizeram-se esforços para mostrar que este texto se aplicava profeticamente a pessoas, tais como o imperador Vespasiano, Maomé e até mesmo Napoleão, e o anjo, em geral, era encarado como “satânico”.



Deve-se notar, porém, que Revelação 20:1-3 mostra que o anjo com “a chave do abismo” é representante de Deus, vindo do céu, e, em vez de ser “satânico”, ele amarra Satanás e o lança no abismo. Comentando Revelação 9:11, The Interpreter’s Bible (A Bíblia do Intérprete) diz: “Abadon, porém, não é um anjo de Satanás, mas de Deus, realizando sua obra de destruição às ordens de Deus.”



Nos textos hebraicos que acabamos de considerar é evidente que ’avad‧dóhn está em paralelo com o Seol e a morte. Em Revelação 1:18, encontramos Cristo Jesus declarando: “Eis que vivo para todo o sempre, e tenho as chaves da morte e do Hades.” Seu poder com respeito ao abismo é demonstrado em Lucas 8:31. Que ele tem poder destrutivo, inclusive o poder de destruir Satanás, é evidente de Hebreus 2:14, que diz que Jesus participou de sangue e carne para que “pela sua morte, reduzisse a nada aquele que tem os meios de causar a morte, isto é, o Diabo”. Em Revelação 19:11-16 ele é claramente representado como o Destruidor ou Executor designado por Deus




O espírito impuro que Jesus expulsou dum homem numa sinagoga em Cafarnaum reconheceu Jesus como agente de Deus e disse: “Que temos nós contigo, Jesus, nazareno? Vieste destruir-nos?” (Mr 1:24; Lu 4:34) Jesus advertiu os opositores impenitentes entre os seus ouvintes do perigo que corriam de ser destruídos. (Lu 13:3-5; 20:16) Estes e outros textos apontam para o glorificado Cristo Jesus como o chamado por este título. — Compare isso com Re 19:11-16; Lu 8:31
  • 2
  • Comentário

Outras respostas (4)

Classificada como mais alta
  • Classificada como mais alta
  • Mais antigo
  • Mais recente
  • ♫U_PS╚ respondido 4 anos atrás
    Abadon ou Apolion (hebraico e grego)

    O deus Apollo era o deus solar do céu durante o dia e o Lorde da Morte no mundo subterrâneo durante a noite. Sua última forma se tornou o judeu Appolyon, Espírito do Poço (Apocalipse 9:11).

    Apollo-Phyton foi a deidade serpente no Poço do Oráculo de Delphi que inspirou os videntes com vapores místicos de seu mundo inferior. Abaton era a palavra grega para poço, que os hebreus alteraram para Abaddon, que mais tarde se tornou sinônimo do inferno Cristão e o nome dado ao anjo do abismo ou da morte ou do inferno, no Apocalipse, por São João, sendo identificado como o anjo exterminador, no versículo 10-23, capitulo 12 do livro do Êxodo.

    Por ser mencionado também, no primeiro capitulo do livro do Apocalipse de João, fizeram-se esforços históricos para mostrar que este texto se aplicava profeticamente a pessoas, tais como o imperador Vespasiano, Maomé e até mesmo Napoleão. Assim o anjo, em geral, era encarado como “satânico”, mas deve-se notar, porém, que Apocalipse 20,1-3 mostra que o anjo com “a chave do abismo” é representante de Deus, vindo do céu, e, em vez de ser “satânico”, ele amarra Satanás e o lança no abismo. Comentando Apocalipse 9,11, The Interpreter’s Bible (A Bíblia do Intérprete) diz: “Abadon, porém, não é um anjo de Satanás, mas de Deus, realizando sua obra de destruição às ordens de Deus.”

    Mesmo assim Abadon ainda visto como o chefe dos demônios - gafanhotos , o soberano do Poço Sem Fundo (Judas , 6) e o rei dos demônios no livro do Êxodo, assim esta escrito . "Porque o senhor passara ferindo os egípcios e quando ele vir este sangue sobre a verga das vossas portas, e sobre as duas umbreiras , passara a porta da vossa casa e não deixara entrar nela o anjo exterminador a ferir-vos. "

    No hebraico, a palavra ’avad·dóhn significa “destruição” e pode também referir-se ao “lugar de destruição”. Aparece no texto hebraico original no total de cinco vezes, e em quatro das ocorrências é usada em paralelo com “sepultura”, “Seol” e “morte”. (Sal 88,11; Jó 26,6; 28,22; Pr 15,11) A palavra ’avad·dóhn, em todos estes casos, refere-se aos processos destrutivos que resultam da morte humana, e estes textos indicam que a decomposição ou destruição ocorre no Seol, a sepultura comum da humanidade. Em Jó 31,12, ’avad·dóhn designa o efeito prejudicial dum proceder adúltero. Jó declarou: “[Tal proceder adúltero] é um fogo que consumiria até à destruição [‛adh-’avad·dóhn], e se arraigaria entre todos os meus produtos.”

    Abaton, também chamado de mundus ou útero da Terra, era um poço real, geralmente colocado sob ou dentro de templos pagãos. Aqueles que entravam nele buscavam a "incubação" ou seja, dormir lá durante a noite em uma imitaçã omágica do sono incubatório no útero, para serem visitados por um incubus, ou espíritos que traziam sonhos proféticos. Sacerdotes novatos passavam por pe'riodos de incubação mais longos para imitar a experiência da morte, enterro e renascimento de dentro da Mãe-Terra. Uma vez iniciados nesta prática, eles buscavam ganhar a prática da oneiromancia (a forma divinatória que funciona interpretando sonhos proféticos).

    Sacerdotes Assírios adquiriam poderes similares após uma jornada no Poço. Eles então cobriam o sacerdote com muitas cores, significando a comunhão com a Deusa, sob o nome Onírico de Nanshe. O ritual de enterro e ressurreição como o acima citado é encontrado de maneira idêntica também na vida de muitos sábios. Um deles, o filósofo Pitagórico Tales de Mileto, conhecido como um dos Sete Sábios do mundo antigo, que adquiriu sua sabedoria através de comunhão com a Deusa da Sabedoria em um abaton.
     
    • Taxa
    • Comentário
  • José Toalha VII respondido 4 anos atrás
    Na verdade são dois anjos: Abadon e Apolion, eles formarão uma dupla sertaneja e irão conquistar o mundo, pra comprar o cd deles tem q ter a marca da besta q sera um godigo de borras na testa ou na mao!
    • Taxa
    • Comentário
  • Tompson Rogério Vieira respondido 4 anos atrás
    Em Revelação 9:11, a palavra hebraica ’avaddóhn é transliterada para Abadon, no texto em português. Lemos ali sobre uma simbólica praga de gafanhotos, os quais tinham sobre si “um rei, o anjo do abismo. Seu nome, em hebraico, é Abadon, mas em grego ele tem o nome de Apolion”.

    A palavra hebraica significa “destruição”. Aparece no texto original hebraico no total de seis vezes, e em cinco de suas ocorrências é usada em paralelo com “sepultura”, “Seol” e “morte”. (Sal. 88:11; Jó 26:6; 28:22; Pro. 15:11; 27:20) De modo que o Salmo 88:11 diz: “Declarar-se-á a tua benevolência na própria sepultura, a tua fidelidade no lugar da destruição [’avaddóhn]?” O uso desta palavra nesses textos mostra que se refere ali aos processos destrutivos que sobrevêm com a morte humana, e serve para descrever o lugar onde ocorre tal decomposição, a saber, o Seol ou a sepultura comum de toda a humanidade. Em Jó 31:12, falando sobre evitar a conduta desenfreada e a imoralidade, Jó usa ’avaddóhn para descrever o efeito prejudicial de tal proceder, dizendo: “Pois é um fogo que consumiria até à destruição [’avaddóhn], e se arraigaria entre todos os meus produtos.” — Compare isso com Provérbios 6:26-28, 32; 7:26, 27.

    Em Revelação 9:11, porém a palavra “Abadon” é usada como nome do “anjo do abismo”. A correspondente palavra grega, “Apolion” significa “Destruidor”. No último século, tem havido esforços para mostrar que este texto se aplica profeticamente a pessoas, tais como o Imperador Vespasiano, Maomé e até mesmo Napoleão, e o anjo, em geral, era encarado como “satânico”. Deve-se notar, porém, que, em Revelação 20:1-3, mostra-se que o anjo que tem “a chave do abismo” é representante de Deus, do céu, e em vez de ser “satânico”, ele amarra Satanás e o lança no abismo. Comentando Revelação 9:11, A Bíblia do Interpretador (Vol. 12, p. 434, em inglês) diz: “Abadon, porém, não é anjo de satanás, mas de Deus, realizando sua obra de destruição às ordens de Deus.”

    Nas escrituras hebraicas, que acabamos de considerar é evidente que ’avaddóhn é posto em paralelo com “Seol” e “morte”. Em Revelação 1:18 encontramos Cristo Jesus como dizendo: “Eis que vivo para todo o sempre, e tenho as chaves da morte e do Hades.” Seu poder com respeito ao abismo é demonstrado em Lucas 8:31. Que ele tem poder destrutivo, inclusive o poder de destruir a Satanás, é evidente em Hebreus 2:14, que diz que Jesus participou de sangue e carne, a fim de que, “pela sua morte reduzisse a nada aquele que tem os meios de causar a morte, isto é, o Diabo.” Em Revelação 19:11-16 ele é claramente representado como Destruidor ou Executor designado por Deus. — Ajuda ao Entendimento da Bíblia, em inglês página 11.

    Fonte(s):

    Que a Bíblia Realmente Ensina?, O
    http://www.watchtower.org/t/bh/article_0...

    Testemunhas de Jeová — Quem são? Em que crêem?
    http://www.watchtower.org/t/jt/index.htm
    • Taxa
    • Comentário
  • Lù. respondido 4 anos atrás
    para de falar *****...
    • Taxa
    • Comentário
  • Sign In 

    para adicionar sua resposta

Quem está seguindo esta pergunta?

    %
    MELHORES RESPOSTAS
    Membro desde:
    Pontos: Pontos: Nível
    Total de respostas:
    Pontos nesta semana:
    Seguir
     
    Deixar de seguir
     
    Bloquear
     
    Desbloquear