Espíritas, mostrem onde está minha ignorância sobre a Doutrina no diálogo abaixo?

Amigos espíritas, me mostrem o quanto eu preciso ler, ler, ler, estudar, estudar, estudar a doutrina e deixar de ter preconceito com base no que eu demonstro neste diálogo entre um espírita e um visitante: - Bom dia, amigo. Você está aqui para conhecer a são doutrina do espiritismo? - Sim, fiquei curioso e vim... mostrar mais Amigos espíritas, me mostrem o quanto eu preciso ler, ler, ler, estudar, estudar, estudar a doutrina e deixar de ter preconceito com base no que eu demonstro neste diálogo entre um espírita e um visitante:

- Bom dia, amigo. Você está aqui para conhecer a são doutrina do espiritismo?
- Sim, fiquei curioso e vim conhecer.
- Excelente, faz bem. Em que você acredita? Pra onde você vai depois da morte?
- Sei lá. Tem algo depois, é? Eu achava que não.
- Claro que tem. Onde já se viu, 70, 80 anos e acabou? Não é muito pouco?
- Sim, acho...
- Seu corpo pode morrer, mas seu espírito é eterno.
- Opa, então dá pra aproveitar bastante!
- Como assim?
- Aproveitar, ué. Na vida, eu busco ter o máximo de prazer. Não é pra isso que a gente tá aqui?
- Hã, bem, prazer não é pecado, mas e o bem? E os valores morais? Você é um cara bom?
- Eu...
- Ajuda os necessitados?
- Não.
- Já roubou alguma coisa?
- Bem, desviei uma graninha...
- Trai a mulher?
- Só algumas vezes, mas eu tava carente...
- É bom você saber que a outra vida não é pra se esbaldar. Bem, nem esta. É pra se aprimorar moralmente. Se você vive como se não houvesse bem e mal, há consequências...
- Eu vou pro inferno!!!!???
- Não, zé mané. Isso é coisa de religiões primitivas, do tempo em que era preciso uma linguagem simplória e assustadora pra controlar as pessoas. Não faz sentido punir alguém eternamente pelo que fez em 60, 70 anos.
- Ufa.
- Mas é claro que você não escapa na maciota. Deus é infinitamente justo. E ele quer que você aprenda. Portanto, o mal que você fizer se transformará em sofrimento e provações na outra vida. Tudo com fins didáticos. Se você era vaidoso, pode nascer feio. Se era apegado ao dinheiro, nasce na favela. E assim vai.
- Puxa, o negócio é sério... e se eu fizer o bem?
- Aí, você já aprendeu, né? Não precisa mais sofrer. Sua condição vai melhorando.
- Caramba... obrigado por me avisar. De agora em diante, vou parar de fazer coisas erradas, vou fazer o bem e ajudar os outros...
- Op-op-op-opa!
- Que foi?
- Você está com medo do que vai te acontecer?
- Um pouco.
- É por isso que vai fazer o bem?
- Bem, eu...
- Não vale. Isso não pode. Se você for fazer o bem só pra ser recompensado ou por medo da punição, não vale. Você não vai evoluir assim.
- Mas você não disse que tem consequências?
- Disse, mas não pode ser por causa delas que você faz o bem. Eu só te avisei. Mas e escolha é sua. Livre arbítrio total. Só vale o que você fizer por pureza de coração, não por medo das consequências.
- Mas, então, por que você me avisou?????
Atualizar: Caroline Munoz: obrigado, mas eu pedi pra me mostrar minha ignorância em relação ao espiritismo, não ao cristianismo.
Atualização 2: Alexandre Costa: exatamente! O espiritismo diz: "Não fique achando que, quando você morrer, vai tudo acabar e ficar por isso mesmo. Se você fizer o mal, tem consequência, tá? Mas, na hora de tomar suas decisões, ignore tudo o que eu disse, finja que as consequências não existem, não decida com base nelas,... mostrar mais Alexandre Costa: exatamente! O espiritismo diz: "Não fique achando que, quando você morrer, vai tudo acabar e ficar por isso mesmo. Se você fizer o mal, tem consequência, tá? Mas, na hora de tomar suas decisões, ignore tudo o que eu disse, finja que as consequências não existem, não decida com base nelas, OK?"
Então, por que o espiritismo diz que o conhecimento das leis espirituais faz as pessoas serem mais morais?
Atualização 3: mrarduin: poderia, por favor, dizer algo diferente do que eu disse?
Atualização 4: Messias: 1) o autor desse texto sou eu 2) não são ideias pré-concebidas, são pós-concebidas, uma vez que eu ouvi de um espírita hoje mesmo, e de outros espíritas em outras ocasiões, que o bem deve ser feito sem ser por medo das consequências ou por desejo de recompensa 3) essa insistência de vocês espíritas em... mostrar mais Messias:
1) o autor desse texto sou eu
2) não são ideias pré-concebidas, são pós-concebidas, uma vez que eu ouvi de um espírita hoje mesmo, e de outros espíritas em outras ocasiões, que o bem deve ser feito sem ser por medo das consequências ou por desejo de recompensa
3) essa insistência de vocês espíritas em abrir a mente, ir desarmado, quer dizer, em outras palavras: "vá disposto a ser convencido, não procure as incoerências, e você entenderá o que a doutrina é de verdade. Pois, enquanto, você não concordar, é porque não entendeu." Nem te passa pela cabeça que alguém pode entender, discordar e questionar.

Portanto, veja se dá uma resposta satisfatória à seguinte pergunta: imagine que eu não conheço as leis espirituais. Daí, passo a conhecer. De que forma eu me torno melhor moralmente por causa disso?
Atualização 5: Messias: ou você não respondeu ou eu não entendi onde está a sua resposta. Li, reli, reli e não consegui ver. Vamos fazer um teste: você tenta ser mais claro e eu tento entender com mais afinco.
Atualização 6: Ah, tá, agora comecei a entender o que você entendeu do texto. Não, não tem nada a ver com fuga de responsabilidade. Quem está dizendo que o conhecimento do espiritismo traz responsabilidades é você. A história do esquimó é como se fosse uma sacanagem do padre, que jogou nele um peso ao contar a verdade. Eu estou... mostrar mais Ah, tá, agora comecei a entender o que você entendeu do texto.
Não, não tem nada a ver com fuga de responsabilidade. Quem está dizendo que o conhecimento do espiritismo traz responsabilidades é você. A história do esquimó é como se fosse uma sacanagem do padre, que jogou nele um peso ao contar a verdade. Eu estou questionando a utilidade de se contar essa verdade. O cara, no final do texto, pergunta "isso tudo serviu pra quê?" Qual é o efeito moralizante do espiritismo se o espiritismo deve ser esquecido na hora de se tomar decisões morais?

Pra usar uma história ilustrativa: suponha que eu te encontro lavando a calçada com mangueira.
- Ei, rapaz, vamos parar com o desperdício.
- Mas o que que tem? É só água.
- Só água? É água do sistema público, é água potável! Ela é bombeada do rio, passa por uma série de etapas, são colocados produtos químicos e ela sai boa pra beber. Isso tudo tem um custo. E você jogando essa água pelo chão.
- Puxa, foi mal, vou parar...
- Como assim?
Atualização 7: - Ué, você me mostrou o verdadeiro custo do meu desperdício...
- Não, você não pode parar por causa de uma informação técnica como essa. Tem que parar porque você não quer e não gosta de desperdiçar água.
- Então, pra que me serviu saber isso?

Entendeu a (falta de) lógica?
Atualização 8: Ah, e obrigado pela consideração e pela tentativa de esclarecimento.
Atualização 9: Allysohnn Vieras: boas suas colocações. Você mostra que entendeu o que eu disse. E a sua opinião não se choca com a minha. Esse processo de se tornar mais moral que você descreveu no último parágrafo, eu poderia chamar, sem ser pejorativo, de condicionamento. Não duvido da sua existência. E, realmente, não funciona... mostrar mais Allysohnn Vieras: boas suas colocações. Você mostra que entendeu o que eu disse. E a sua opinião não se choca com a minha. Esse processo de se tornar mais moral que você descreveu no último parágrafo, eu poderia chamar, sem ser pejorativo, de condicionamento. Não duvido da sua existência. E, realmente, não funciona para quem tem postura crítica.
Atualização 10: Messias: você também mostra que entendeu melhor o que eu disse. Não, você não me acrescentou dúvidas. Eu posso concordar com tudo o que você disse, até porque, como você mesmo notou, a necessidade do espiritismo não aparece em lugar nenhum aí. Realmente, a prática do bem dá uma satisfação que pode ser desfrutada... mostrar mais Messias: você também mostra que entendeu melhor o que eu disse. Não, você não me acrescentou dúvidas. Eu posso concordar com tudo o que você disse, até porque, como você mesmo notou, a necessidade do espiritismo não aparece em lugar nenhum aí. Realmente, a prática do bem dá uma satisfação que pode ser desfrutada quer esta vida seja a única quer não, e toda pessoa de bem deveria notar isso. A única discordância prática entre nós parece ser sobre dar crédito ou não às supostas palavras de gente morta. Eu também não acho que a reencarnação é necessária para explicar nada relacionado a defeitos de nascença, mas será que eu e você vamos discordar quanto ao que deve ser feito com essas pessoas?
Atualização 11: João Nascimento: aponte uma, só uma frase minha que mostra algum ponto incorreto da doutrina e eu corrijo. Mas, antes, leia as respostas dos seus colegas dizendo que não viram preconceito ou ignorância da minha parte e leia melhor o diálogo pra pensar bem. Quanto a esse livrinho, eu o considero o melhor pra... mostrar mais João Nascimento: aponte uma, só uma frase minha que mostra algum ponto incorreto da doutrina e eu corrijo. Mas, antes, leia as respostas dos seus colegas dizendo que não viram preconceito ou ignorância da minha parte e leia melhor o diálogo pra pensar bem.
Quanto a esse livrinho, eu o considero o melhor pra entender o espiritismo porque eu não tenho que passar pelos devaneios relativos a outros mundos, e sim ir direto aos questionamentos. O diálogo com o cético foi o que eu li com mais atenção (o do padre, por exemplo, tinha coisas sobre vida após a morte que não me interessam) e, se você pegar o exemplar da minha noiva, verá os rabiscos a lápis que eu fiz constestando Kardec. Não deixei uma afirmação dele de pé.
Atualização 12: Vicente Do livro: pelo visto, você está 100% de acordo comigo.
Atualização 13: Vicente Do livro: pelo visto, você está 100% de acordo comigo.
Atualização 14: João: como assim? A sua crítica não é de conteúdo, mas sim literária? É relativa ao estilo de escrita? Se sim, seja mais específico, poxa, se não sua crítica não vai produzir melhoria nenhuma. Eu aceito críticas literárias, mesmo não sendo esse o foco.
13 respostas 13