Cidão
Lv 7
Cidão perguntou em Artes e HumanidadesFilosofia · Há 1 década

Qual era mesmo a cor do cavalo branco de Napoleão?

Se quisermos que nossas perguntas sejam respondidas, temos que

perguntar coisas fúteis, pois as perguntas com conteúdo são respondidas por poucas pessoas.

Opinem!!!!

20 Respostas

Classificação
  • ***
    Lv 5
    Há 1 década
    Melhor resposta

    Amigo querido, com certeza isso é verdade. Se você perguntar "Qual sua cor favorita?", "Você escova os dentes?", "Sua televisão está ligada agora?" vai ter 100 respostas ou mais. Mas qual a lógica disso? Se você que tem assunto até não poder mais, uma super cabeça e é inteligente, fizer uma pergunta dessas, vai ter alguma vontade de ler as respostas??? Eu não e ainda deixo para votação porque como escolher melhor resposta nesse monte de porcarias?

    Perguntas desse tipo vão sempre ser muito respondidadas, em primeiro lugar pelo fato de, infelizmente, parte de quem frequenta o YR não sabe responder mais do que isso. Esse tipo de postagem nivela por baixo: todos podem responder. Tem ainda aqueles dos "dois pontinhos" que devem ter descoberto alguma utilidade para isso no mundo: me parecem que ficam tão felizes em ganhá-los, que só pode ser. Talvez se colocarmos no nosso Curriculum Vitae os pontos do Yahoo, as portas da riqueza se abrirão para nós...sei lá, para algo deve servir, né? A gente é que está por fora. E, por último, tem a turma dos preguiçosos, que até saberiam responder coisas melhores, mas digitar (errado) mais do que cinco palavras está fora de cogitação. Vai entender...

    Mas sabe o que aprendi nos últimos tempos de YR? Exatamente o que falei acima. Se perguntar baboseira, perco o interesse em ler qualquer resposta. Não ligo para estrelas ou popularidade; uso-as apenas para dar a meus amigos (até porque não respondo quase nunca e uma estrelinha ao menos diz que estou presente), destacar alguém que precisa de ajuda ou alguma pergunta ótima e popularidade é um vazio sem fim. Quero amigos, poucos e bons. De verdade. Isso já fiz no site (e na vida). Quero respostas instigantes, ainda que pouquíssimas, quero estrelas por merecer ou como um carinho de volta, das pessoas queridas aqui. Quando elas estrelam, me sinto "beijada" de alguma forma, ao menos sei que elas sempre lembram de mim, também. Quando um total estranho estrela, fico feliz também, sinal de que alguém gostou do que perguntei. Mas entendeu, tenho que fazer por merecer: ser uma boa amiga ou perguntar algo interessante.

    Prefiro 2 ou 3 respostas ricas, do que 50 bobas e irrelevantes. Se não for assim, perco rapidamente o interesse e me mando daqui. Se conseguir perguntar algo legal e ainda obtiver muitas estrelas e respostas boas, melhor ainda. Mas isso não é a regra, é raro.

    No fim das contas é a máxima que serve para quase tudo na vida: mil vezes qualidade do que quantidade!

    Beijão, saiba que estou sempre te acompanhado e um lindo fim de semana!

    Ju.

    Ahhh, completando, existem umas perguntas MEGA bobas, mas deliciosas! A pergunta já é engraçada e dá margem a respostas criativas e mais engraçadas ainda. Alguns usuários sabem fazer isso, o que é quase um dom. Parabenizo eles, ao menos sei que se for em suas perguntas, dou algums sorrisos e meu dia fica melhor. Eles sabem trazer leveza para o site, afinal, nem sempre precisamos ser profundos e densos (ou mesmo escrever um livro na hora de responder, como eu quase sempre faço...preciso aprender a ser mais concisa..rs)

  • Há 1 década

    Quando você quiser ver respostas nada fúteis e embasadas até cientificamente em alguns casos, Cidão, dê uma visitada no meu perfil.

    Perguntas tolas recebem respostas tolas, mas peguntas relevantes e pertinentes como a sua recebem respostas adequadas.

    A seguir você verá que essa pergunta não é tão fútil como você pensa, pois ela foi feita em provas da Fuvest e poucos souberam respondê-la.

    Segundo o historiador da USP, PhD João Paulo Streapco, Napoleão Bonaparte não tinha uma montaria específica ou preferida como no caso de Alexandre da Macedônia (Bucéfalo) ou Calígula (Incitatus).

    O pintor Jacques Louis David pintou Napoleão sobre um corcel branco num quadro (Napoleão cruzando os Alpes) que tentava realçar a sua vitória na batalha de Marengo (Áustria em 1800).

    O historiador conta que na verdade, Napoleão fez essa viagem montado no lombo de uma mula, pois as mulas são muito mais resistentes do que os cavalos e ele a fez durante o inverno.

    Se a gente fosse patriota mesmo (tipo americano que usa cueca listrada cheia de estrelinha. rsrsrsrs), perguntaríamos "qual era a cor do cavalo de D. Pedro I", pois a mesma história aconteceu com D. Pedro no quadro "Independência ou morte" do pintor Pedro Américo.

    D. Pedro aparece brandindo a espada montando um reluzente cavalo alazão frente aos "Dragões do Imperador" que também montam cavalos Brancos e marrons quando na verdade tanto o imperador como os seus valorosos Dragões estavam todos montados em mulas, pois um cavalo não suportaria a viagem do Rio de Janeiro até Santos.

    A maravilhosa cena retratada no quadro é tão mentirosa quanto a imponência de Napoleão sobre o cavalo branco que aparece na tela de J.L. David.

    Um detalhe técnico sobre cavalos: Ninguém que entende de cavalos gosta de cavalo branco porque eles são muito mais suceptíveis a contrairem carrapatos e outros parasitas justamente por causa da cor clara que reflete mais luz e atrai mais insetos e correlatos.

    Já pensou você elegantemente montado num cavalo branco e os carrapatos atraidos por ele se enfiltrando em suas calças e mordendo a sua bunda?

    Assim não tem elegância e nem imponência que resistam, né? rsrsrsrs

    Napoleão e D. Pedro I eram doidos, mas não eram burros. rsrsrs

    Cavalo branco só serve para enfeite, comemoração ou imposição de status em reuniões sociais, mas para a lida do dia-dia são imprestáveis.

    Viu como se transforma uma pergunta idiota numa pergunta pertinente e interessante?

    Nenhuma pergunta é idiota, pois burro não é o que não sabe, mas sim aquele que se recusa a aprender.

    E quem não pergunta, não sabe, né?

    Então, por mais fútil, idiota e absurda que você julgue ser uma pergunta, faça-a.

    Essa é uma das regras do moderno sistema de gestão japones pertencentes ao programa D-Zero (5 porques).

    Abs

  • O importante, meu querido Cidão, é a qualidade das pessoas que respondem. prefiro 4 respostas com qualidade do que 40 resposta besteirentas.

  • Anônimo
    Há 1 década

    Você tem toda RAZÃO

    Quando no comentário diz:-

    "Se quisermos que nossas perguntas sejam respondidas, temos que

    perguntar coisas fúteis, pois as perguntas com conteúdo são respondidas por poucas pessoas".

    Agora te demonstrarei um exemplo das imbelicidades do YR.

    A maioria, vai em respostas já dada como esta de " Zz " que segue abaixo, recorta cópia e cola, e assina como se fosse o autor.

    Melhor resposta - Escolhida por votação

    Napoleão Bonaparte usou pelo menos 150 montarias no curso da sua vida de comandante militar. É sabido que preferia os árabes de menor estatura como ele. Muitos cavalos que no final da vida exibem pelagem absolutamente branca nascem tordilhos (cor de pelagem equina cinza variando do gelo ao grafite) bem escuros. O mais famoso dos cavalos de Napoleão foi o tordilho claro Marengo, que possivelmente tenha sido originalmente denominado Ali, que foi montado na batalha que lhe deu nome, além de nas de Austerlitz, Jena, Wagran, em parte da campanha da Rússia, e em Waterloo, onde foi capturado pelos ingleses que mantém até hoje seu esqueleto exposto na Galeria de Waterloo do National Army Museum (Museu Nacional do Exército) situado em Chelsea, aristocrático bairro londrino. Seu couro exibindo a marca do "N" imperial foi curtido, mas foi perdido. Ali/Marengo foi ferido oito vezes durante sua carreira de cavalo de guerra.

    Outras também famosas motarias do imperador foram:

    - Wagram, dois dos seus cavalos tiveram esse nome, um dele foi um baio árabe montado a partir de 1809, que foi levado para a Ilha de Elba durante seu exílio;

    - Roitelet, um castanho da raça English-Limousin dado a Napoleão pelo Príncipe Eugene de Beauharnais, que conduziu Napoleão na retirada do inverno russo e nas batalhas de Lutzen e Arcis-sur-Aube;

    - Intendant, esse de cor branca imaculada da raça Normanda, apelidado de "Coco" pela Guarda Imperial, adquiriu monumental visibilidade porque foi o mais usado nos desfiles e outras cerimônias oficiais por conta do temperamento extremamente dócil e refinado adestramento além de gracioso porte;

    - Vizir, um tordilho árabe com crina alazã, um dos favoritos do imperador, que em 1805 foi dado de presente pelo Sultão da Turquia. em 1805 que foi levado para Santa Helena e hoje pode ser encontrado empalhado no Musée de l'Armée (Museu do Exéricito) em Paris;

    - Tauris, outro tordilho, presente de Alexandre (Czar russo), foi montado por Napoleão nas batalhas de Vitepsk, Smolensk, Borodino e durante a entrada em Moscou e no início da retirada. Também foi levado para a Ilha de Elba, foi com ele que entrou em Paris no seu triunfal retorno dos Cem Dias;

    - Cyrus, uma das montarias utilizadas em Austerlitz;

    - Styrie, montado durante a travessia dos Alpes através da Passagem de São Bernardo (embora algumas fontes insistem que Napoleão tenha percorrido esse trecho cavalgando uma mula) para derrotar o exército imperial austríaco situado em Montebello, na Itália em 1800 e também na batalha de Marengo que forçou a a retirada das forças dos Habsburgo;

    - Désirée, mais uma das montarias de Waterloo.

    A História registra ainda os nomes dos seguintes cavalos e éguas usados pelo imperador francês: Aboukir, Familier, Cheikh, Triomphant, Austerlitz, Calvados, Cid, Cordoue, Sagonte, Sélim, Bouffon, Conquérant, Extrême, Folâtre, Gracieux, Timide, Sahara, Major, Belle, Distingué, Gisors, Lowska, Favori, Harbet, Néron, Tamerlan, Hippogriffe, Kurde, Labrador, Sara, Épicurien, Embelli, Gessner, Bréant, Wuzbourg, Montevideo, Artaxercés, Coceyre, Sultan, Russe, Estime, Arabella, Babylonien, Euphrate, Hahim, Harbet, Helavert, Héricle, Lydienne, Lyre, Naïade, Nankin, Naturaliste, Naufragé, Nausicaa, Navigateur, Navire, Ninon, Emin, Gonsalvo.

    Fonte(s):

    http://74.125.47.132/search?q=cache:lE1i...

    http://www.napoleon-series.org/faq/c_hor...

    http://commons.wikimedia.org/wiki/File:N...

    4 meses atrás

    50% 4 Votos

    Léxis.

    Fonte(s): Resposta do Amigo Zz, quatro meses passados. Sou pobre, mas sou limpinha !_!
  • O que você acha das respostas? Você pode entrar para votar em uma resposta.
  • Há 3 anos

    azul?menina por acaso vc ja viu cavalo azul?nem existe esse povo é td doido se vc for acreditar em td o.ok. eles dizem kkkkkkkkkkkk cavalo azul kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk ki eu saiba o cavalo era verde

  • Anônimo
    Há 1 década

    pq? da uma preguiça de responder, sem contar que se já tem

    respostas que vão resolver pra que colocar a minha? pra nada neh

    então deixa queto kkkkkkkk

    bye bye

  • Há 1 década

    Tem pelo menos dois tipo de usuários: os q tentam tirar dúvidas, e os q procuram distração. Esses últimos são em grd nº, como vc pode perceber... e todos nós tb!

    Bjis e bom fds

  • Há 1 década

    Branco era o nome do cavalo de Napoleão e sua cor era cinza.

  • Louis
    Lv 4
    Há 1 década

    branca

  • Anônimo
    Há 1 década

    não é assim, perguntas inteligentes são respondidas também e algumas que são mais respondidas são as de brincadeira pra distração

    e a cor era cinza

    abraços

Tem mais perguntas? Obtenha suas respostas perguntando agora.