Anônimo
Anônimo perguntou em Produtos do YahooYahoo Cadê? · Há 1 década

Você já teve uma paixão platonica?

Eu tenho mas tenho medo de falar para ele tipo quando vou falar me dá um frio na barriga

Estrelas por favor :)

23 Respostas

Classificação
  • Anônimo
    Há 1 década
    Melhor resposta

    Amores platonicos fazem parte . Você devia encarar isso .. fale com ele .. não vale a pena ficar perdendo tempo de sua vida amando alguem sem saber se terá chances ou não . . . Frio Na barriga ? que nada você vence isso .

    amor é assim mesmo . amar chorar e depois amar de novo e chorar de novo e assim sucessivamente .

    fiqe bem ..

    • Faça login para comentar as respostas
  • Anônimo
    Há 1 década

    Tenho, esta...

    Sei que a história é meio longa, mas é muito interessante este caso:

    6ª feira viajei para São Paulo de madrugada, no convencional de 0:15h. Antes do ônibus partir, a passageira do meu lado e eu puxamos papo, ela até me mostrou fotos dela com o filhinho no celular, etc e tal.

    A viagem começou e, por ser de madrugada, logo todos pegamos no sono. Até aí beleza. Só que, no meio da noite, no vira para lá e vira para cá, minha mão esbarrou no bumbum dela de modo ligeiramente forte e rápido, tipo um tapinha acidental ao se mexer durante o sono.

    Eu estava pronto para pedir desculpas, pensando que ela acordaria e olharia para mim, porém, ao invés disso, ela virou-se de ladinho impinando o bumbum para mim. Fiquei na dúvida se aquilo foi sem querer ou de propósito e, na curiosidade, decidi testar: simulei outro esbarrão, porém nada.

    Como na minha adolescência eu já havia usado essa estratégia de fingir estar dormindo e deixar rolar, desconfiei. Então, coloquei a mão no bumbum dela, inicialmente devagar, mas, vendo que ela não esboçou reação, aumentei a velocidade e comecei a apertar um pouquinho e depois apertar com vontade e até colocar a mão no cofrinho, por dentro da calça e apertar diretamente o bumbum dela sobre a pele. Como não entra na minha cabeça que alguém não acordaria diante disso, concluí que ela estava fingindo dormir e deixando rolar.

    O ônibus parou. Tirei a mão antes que outro passageiro notasse. Ela acordou, se é que estava mesmo dormindo, olhou ligeiramente para mim, levantou e foi ao banheiro. Deu vontade de ir atrás, mas fiquei no meu canto. Ela voltou e sentou-se, enquanto o ônibus tornou a seguir viagem. Imediatamente ela fechou os olhos, e eu, prossegui com as mãos. Bom, desta vez, ainda que ela tivesse sono pesado, quem pegaria no sono imediatamente? Acho que ninguém.

    Desta vez fui um pouco mais longe: além do bumbum, acariciei as pernas, a virilha, os seios, os ombros, o pescoço, o rosto e o cabelo e de vez em quando dava beijinhos no ombro dela e nada dela se manifestar. Somente quando eu aproximava minha boca da boca dela é que ela virava o rosto para o outro lado e depois desvirava, mas sempre que eu aproximava a minha boca da boca dela, ela fugia com a boca dela.

    Bom, aí então tive certeza: ela está acordada, deixando tudo, menos beijar na boca. Só não tirei a roupa dela porque, embora eu soubesse que não haveria reação contrária, uma vez que ela estava consciente e fingindo dormir, e não, dormindo de verdade, havia a possibilidade de outro passageiro acordar de verdade e nos flagar, o que seria constrangedor, principalmente para ela, que é mulher, visto que vivemos numa sociedade machista, onde consideram homem como "o cara", e a mulher, como "a vagaba" pelas mesmas ações.

    Os amaços "sonolentos", ou melhor, "sonorrápidos" (rsrs), prosseguiram até amanhecer. Recolhi minhas mãos e já pensava comigo em pedir o telefone dela, o orkut e o msn.

    Ela supostamente acordou (na verdade, agiu como se estivesse acordando) e olhou para mim. Eu estava prestes a falar, mas travou tudo. Não saiu uma só palavra. Eu senti que ela queria dizer algo, mas estava travada também.

    Ela se levantou e dirigiu-se para fora do ônibus. Eu desci em seguida, mas não a vi em parte alguma. Simplesmente sumiu do lado de fora do ônibus. Olhei para a plataforma, para a entrada da rodoviária e para o bagageiro, mas nada dela. Sumiu mesmo.

    Então, entrei no terminal rodoviário, dei de cara com minha amiga, com quem fui me encontrar lá, abracei-a, virando-a de um lado para outro e procurando a passageira com o olhar, mas não achei.

    O mais estranho é que fiquei com minha amiga (rolou) durante o fim de semana logo após ter feito tudo isso no ônibus com uma passageira que nem conhecia, embora tivesse conversado com ela e até mesmo ela chegado a me mostrar fotos, mas não sei nem ao menos o nome dela e talvez nunca mais a veja.

    Nem acredito que aprontei tudo isso. Eu achava impossível algo assim acontecer, embora já tivesse ouvido histórias mais ou menos parecidas. Acredito menos ainda que fiz o mais difícil (agarrar ela toda) e fiquei travado com o mais tranquilo (falar com ela depois de tudo). Tipo, antes de fazer isso, eu consegui falar normalmente com ela, mas depois travou tudo. Não saiu uma só palavra.

    Num sei nem o que pensar de mim mesmo depois desta. Eu apenas gostaria de saber, se existe algum modo de eu descobrir o nome da passageira que estava sentada ao meu lado e procura-la no orkut. Quem sabe ela me adicionasse, se eu a procurasse.

    Nossa... que coisa de doido!

    Alguém sabe de algum site onte posso tentar verificar isso?

    • Faça login para comentar as respostas
  • Há 1 década

    todas temos, se não tem vai ter, não seja boba fale para ele eu garanto que ele vai gostar.

    • Faça login para comentar as respostas
  • Há 1 década

    sim, eu namoro com ela, mas ela ainda num sabe. ahauhauahuah

    abraço

    • Faça login para comentar as respostas
  • O que você acha das respostas? Você pode entrar para votar em uma resposta.
  • Há 1 década

    Já sim, mas já estou cicatrizado!!!!

    • Faça login para comentar as respostas
  • Marli
    Lv 7
    Há 1 década

    Quem não teve amiga? Bjus e BN

    • Faça login para comentar as respostas
  • Há 1 década

    Sim, já tive!

    • Faça login para comentar as respostas
  • Há 1 década

    Todos uma vez na vida já tiveram....

    • Faça login para comentar as respostas
  • Há 1 década

    Ainda não...

    • Faça login para comentar as respostas
  • Anônimo
    Há 1 década

    Não tenho e nunca tive...

    Beijos

    • Faça login para comentar as respostas
  • Há 1 década

    Sim, durante dois lindos anos!!!!

    bjs faloww

    • Faça login para comentar as respostas
Tem mais perguntas? Obtenha suas respostas perguntando agora.