Há alguns anos o professor Celso Brant disse uma frase que considero profética. Quer ver?

PRA QUEM NÃO SABE, CELSO BRANT FOI JURISTA, PROFESSOR, ESCRITOR E POLÍTCO.

"Caberá ao Terceiro Mundo substituir o capitalismo liberal pelo capitalismo socialista, fazendo com que as riquezas do mundo passem a servir a todos os homens, e não mais a um grupo de privilegiados.

A Social Democracia, que é o socialismo do Primeiro Mundo, ou seja, o socialismo da Casa Grande, isto é, da minoria, não é socialismo nenhum, porque se baseia na continuidade da exploração da maioria, a senzala. Caberá ao Terceiro Mundo a criação do socialismo verdadeiro - o socialismo da senzala, em que o poder passará a servir, primeiro à maioria e, depois, à totalidade dos homens."

EU CONCORDO TOTALMENTE COM ELE, E VC?

Atualizada:

**********************************************

osolitario, o capitalismo deu certo pra quem? Pros pobres é que não foi.

É só ver quem sempre se beneficia com as crises.

2 atualizadas:

**********************************************

cascudo, eu nunca fui comunista, mas sou socialista desde que nasci. Fofo, quem era do PCBão era o amigo do Serra e não eu. E hoje ele é dessa social-democracia que o brilhante professor nos diz com brilhantismo que é um socialismo pra Casa Grande.

Eu não quero me comparar a nenhum país, vamos fazer dar certo aqui!

Esquece por uns momentinhos o Lula, até por que eu não sou petista. E muito menos Lula comunista!

Fofinho... quem criou essa lei para "os pobres aposentados do INSS" foi seu ídolo Fernando Henrique!

3 atualizadas:

Ah, não vai me dizer que vc tá com pena das famílias que ele expulsou das terras? Menino, vc é muito cara de pau!

Por que não respondeu ao que perguntei?

A minha questão é outra: vamos então votar em um socialista!

Quem vc sugere?

21 Respostas

Classificação
  • Melhor resposta

    A lei moral de que o justo é tirar de cada um de acordo com sua habilidade e dar para cada um de acordo com sua necessidade corrompeu milhões de corações ao longo dos anos, e pelo que estou vendo ainda o faz. Fábrica da inveja.

  • Anônimo
    Há 1 década

    Pelo pouco que eu entendo de economia, parece que este dia ainda não chegou.

    O que estamos vendo no momento, são os ricos na fila "ganhando dinheiro" e os pobres pagando.

    Ou eu estou errado ?

    Mas concordo com o professor.

  • ?
    Lv 4
    Há 1 década

    Olá!

    Boa noite!

    Ingrid

    Assim como você qualquer pessoa provida de bom senso CONCORDA

    em gênero, número e grau com belíssima acertiva, certamente só este

    pessoal do PSDB (Porção de Saúvas Devastadora do Brasil) unida aos

    DEMOs ex -PFL(Porção de Falsários e Larápios) e toda a extrema

    direita que já no pos o em duas guerras mundiais no século 20, é que poderia pensar e agir diferente. PARABÉNS A VOCÊ

    Fonte(s): Observando a história da humanidade
  • janv
    Lv 6
    Há 1 década

    É a única alternativa por enquanto, porque os capitalistas gangsters passam o seu tempo de "trabalho" a maquinarem golpes contra o governo (sonegação e corrupção), contra os empregados (baixíssimos salários e surrupiando direitos trabalhistas) e o povo em geral enquanto consumidor. Sob o pretexto cretino de que empregam muita gente (com salários de fome), vão sobrevivendo de golpes no bolso do povo e no erário. Acontece que os ditos países do terceiro mundo acordaram em sua maioria e estão elegendo pessoas comprometidas com a distribuição de renda e o bem estar social. Alguns empresários também estão acordando, não por idealismo, mas por verificarem que se o povo possuir renda, isto significa vendas maiores e consequentemente, lucros maiores. Mas sempre há aqueles que são tão desonestos que beiram a boçalidade. São os chamados "malandros otários", pois matam a galinha dos ovos de ouro.

  • O que você acha das respostas? Você pode entrar para votar em uma resposta.
  • Há 1 década

    Querida Ingrid,

    A história recente parece que está embasando o que Celso Brant disse e com o qual concordo.

    Isso parece incomodar bastante àqueles que sempre estiveram no domínio das decisões, não importando seus desdobramentos, contanto que auferissem vantagens.

    Uma modesta mudança já está ocorrendo na AL com Lula, Evo e Chavez.

    Torçamos para que esse novo processo venha para ficar.

    Um abraço.

  • Lucas
    Lv 6
    Há 1 década

    Eu concordo.

  • Há 1 década

    Sábias palavras de alguém muito conceituado.

    A única experiência que tivemos até agora foi o capitalismo, que continua a nos mostrar suas garras. Quantas crises mais serão precisas para mostrar que esse sistema só beneficia os dos topo da pirâmide?

    Esse processo que assistimos de crescimento-auge-crise-depressão é permanente e próprio do sistema capitalista, que vive crises cíclicas.

    A crise atual é parte do funcionamento cíclico do capitalismo. Ele alterna períodos de expansão e retração. Depois dessa crise, existirá expansão e uma nova crise. Se depender do capitalismo, viveremos sempre assim. Não existe capitalismo sem crises.

    Por outro lado, essa não será tampouco a crise final, como afirmam certas correntes catastrofistas, ainda que ocorra uma depressão semelhante ou pior que a de 1929. A derrubada do capitalismo dependerá da evolução da luta de classes. Se o proletariado não conseguir resolver a seu favor as crises políticas que surgem a partir das crises econômicas, o capitalismo retomará um novo período de expansão.

    O lucro do capitalista vem de parte do valor produzido pelos trabalhadores que não lhes foi pago por meio dos salários (baixíssimos!). É o trabalho não-pago (mais-valia) embolsado pela burguesia. Já a taxa de lucros é a relação entre a mais-valia e o capital total envolvido na produção. Esse é o objetivo essencial do capitalista. O retorno aumentado do investimento realizado.

    Como tem de enfrentar a concorrência, o capitalista aumenta o investimento em máquinas e matérias-primas para produzir mais e baratear seus produtos. Isso tende a elevar os lucros da empresa num primeiro momento, mas amplia, também, a proporção do capital constante (máquinas e matérias-primas) sobre o capital variável (salários). Com isso, a taxa de lucro (mais valia/capital investido) tende a cair.

    O capitalista substitui os trabalhadores por máquinas para aumentar a produtividade do trabalho e enfrentar a concorrência. Quanto mais aumenta a produtividade, maior é a tendência de queda da taxa de lucro. Só os trabalhadores é que produzem mais-valia. As máquinas apenas tornam o trabalho humano mais rápido e eficaz. A forma usada pelos capitalistas para reverter essa tendência para a queda da taxa de lucros é, principalmente, aumentar a mais-valia por meio da exploração direta do trabalhador, com a diminuição dos salários e o aumento da jornada de trabalho.

    A burguesia, muitas vezes, consegue impor derrotas sobre os trabalhadores, rebaixar salários, aumentar a carga horária. Além disso, o imperialismo saqueia os países dependentes, apropriando-se de uma parcela da mais-valia extraída dos trabalhadores destes países, por meio do controle de seus recursos naturais, cobrança das dívidas etc. Essa é sempre a via buscada por eles para a saída das crises.

    Mas mesmo grandes aumentos da taxa de mais-valia são rapidamente consumidos e se tornam insuficientes para sustentar a taxa de lucros. Quando esta cai a ponto de afetar a massa total dos lucros, os capitalistas param de investir. Existe, então, uma crise de superprodução.

    As crises queimam capital com o fechamento de empresas e forçam a redução dos salários, até que se possibilitem novos investimentos com custos baixos, uma nova elevação da taxa de lucros e um novo período de investimento e crescimento.

    É sempre cíclico e sempre quem paga a conta são os trabalhadores!

  • Nimrod
    Lv 5
    Há 1 década

    Ingrid, eu não só concordo com o professor como também constato que é uma tendência natural o fato de um ciclo encerrar-se dando lugar a outro.

    Por mais teorias que se pregue e ou implante, sabemos ue a prática é outra. O sistema de exploração do semelhante por meio de toda espécie de artifícios já está moribundo.

    Não se sustenta mais e a grita por mais igualdade e justiça aumenta a cada dia, forçando a diminuição do desnível nos acessos ao meios. Não adianta espernearem. Vai acontecer, queiram ou não.

    Acabar com os níveis sociais isso não vai ocorrer mesmo, até porque é o desnível que gera o movimento, mas que vai diminuir, isso vai, e é no mundo todo.

  • Há 1 década

    Legal Ingrid, mas, quando isso acontecer, do terceiro mundo mandar no primeiro, o sargento Garcia, pega o Zorro.

    O socialismo nunca vingou em nenhuma parte do mundo. Quando tentaram impô-lo, virou comunismo imperialista. Taí a China que o diga, mas, mesmo na China o poder do dinheiro impera, ou você acha que todos esses produtos chineses são feitos de bom grado pelo povo Chines? Trabalha ou vai para o paredão!!! Vê se tem algum chines que criticou o sistema, livre?

    O que para mim tem que se solidificar é a cultura do povo ser mais politizada e as classes dominantes não tão gananciosas, mas, num País, onde um Governador eleito pela maioria é derrubado para colocarem lá, a gente sabe quem, e voltar a assumir o Estado mais destroçado do País e ninguém diz nada!!!

  • Anônimo
    Há 1 década

    O socialismo também cria uma casta de privilegiados. Veja as fortunas que emergiram da extinta União Soviética. E lá também havia uma maioria explorada, quando não eliminada. O problema é muito mais profundo que as ideologias ultrapassadas conseguem equacionar.

  • Há 1 década

    Também concordo. Mas percebo que vc usou a palavra CAPITALISMO SOCIALISTA.. ou seria um capitalismo responsável, com mecanismo para a sociedade controlar e fiscalizar.

    Acredito, e é fato, que o Comunismo morreu!

    E em Setembro de 2008 foi a vez do Neoliberalismo!

    Falta agora buscarmos o equilíbrio... entre o capitalismo, crescimento sustentável e a distribuição de riquezas.

    Em relação oas reacionários de carteirinha...

    Liga não amiga... sua pergunta é muito complexa para determinadas mentes obtusas poderem responder... aí começa a infantilidade.. "Lulaladen"... e outras asneiras dignas de moleques e "caçadores de..." chega a ser cômico.. daria meu reino pra saber a idade real dessas pessoas... mas a mental já sabemos.. parecem ter uns 12 anos... ou menos!!!! rsrsrsrs

    Esse tal de MGoulart.. é um grande mentiroso.. escreve mentiras e não prova!

    O outro.. o tal do Cabeção.. deve ter problemas mentais...

    Deixa lá....

Tem mais perguntas? Obtenha suas respostas perguntando agora.