O que e meningite? o que causa? como e aonde afeta?

Seguir
  • Seguir de forma pública
  • Seguir de forma privada
  • Deixar de seguir
Quais os sintomas,qual lugar do corpo e afetado, e quais os tratamentos?
Melhor resposta
Meningite,é infecção no cerébro

O que é?

Meningite (MGT) é uma infecção das membranas (meninges) que recobrem o cérebro por elementos patológicos como: vírus, bactérias, fungos ou protozoários. Quando ocorrer comprometimento concomitante do tecido cerebral, pode ser denominado de meningoencefalite.

Como se adquire?

A aquisição da infecção está relacionada ao tipo de germe associado. Geralmente, pode estar associado a um quadro infeccioso respiratório, podendo ser viral ou bacteriano, otites (infecção do ouvido) , amigdalites (infecção na garganta), trauma cranioencefálico (germes colonizadores da cavidade nasal podem adentrar a cavidade craniana e contaminar as meninges). Estados de imunossupressão, como aqueles desencadeados pela infecção pelo HIV, podem tornar o indivíduo mais suscetível a apresentar este tipo de doença, principalmente quando a meningite for desencadeada por fungos ou protozoários.

O que se sente?

O quadro clínico da MGT é caracterizado por: cefaléia intensa, náuseas, vômitos e certo grau de confusão mental. Também há sinais gerais de um quadro infeccioso, incluindo febre alta, mal-estar e até agitação psicomotora. Além disso, podemos observar a tradicional “rigidez de nuca”, um sinal de irritação meníngea. Em crianças, o diagnóstico pode ser mais difícil, principalmente nas menores, pois não há queixa de cefaléia e os sinais de irritação meníngea podem estar ausentes. Nelas, os achados mais freqüentes são: febre, irritabilidade, prostração, vômitos, convulsões e até abaulamento de fontanelas.

Como o médico faz o diagnóstico?

O diagnóstico é feito pela anamnese e exame físico completo do paciente. A confirmação diagnóstica das meningites é feita pelo exame do líquor, o qual é coletado através de uma punção lombar (retirada de líquido da espinha). Exames de imagem, sobretudo a tomografia de crânio, não são exames de escolha para o diagnóstico das meningites, mas são indicados quando há alteração focal no exame neurológico, ou se há sinais de hipertensão intracraniana (dor de cabeça, vômitos e confusão mental), ou crises convulsivas, no início do quadro, sem sinais infecciosos gerais.

Como se trata?

O tratamento das meningites agudas é considerado uma emergência, principalmente se a suspeita etiológica for bacteriana. Ele deve ser iniciado o mais rápido possível e com antibióticos administrados via endovenosa, pois o paciente corre o risco de vida e de apresentar seqüelas graves nestes casos. Na suspeita de meningite crônica, como aquela provocada pela tuberculose, o tratamento pode ser administrado via oral, sendo que o mesmo se prolonga por semanas.

Como se previne?

A prevenção é possível nos casos diagnosticados e com certeza da doença. O uso de máscaras e a profilaxia com antibiótico podem prevenir a meningite das pessoas que estiverem em contato próximo a um paciente que esteja com a infecção.

Source:

  • Taxa
  • Comentário

Outras respostas (1)

  • lilinha32 respondido 5 anos atrás
    Amiga, A meningite é uma doença infecciosa causada por vários tipos de germes (vírus, bactérias, fungos) que acometem as membranas do sistema nervoso central, chamadas de meninges.
    O contágio é de pessoa para pessoa, por via aérea, isto é, tosse, gotas de saliva de uma pessoa contaminada para outra. O período de incubação, desde o contágio até aparecerem os sintomas iniciais da doença, é variável, desde alguns dias até semanas, dependendo do tipo de agente infeccioso. Em crianças maiores e adultos, freqüentemente, aparecem sintomas como: febre, dor de cabeça forte, náuseas, vômitos, dor na nuca, endurecimento do pescoço e manchas pelo corpo. Em crianças de até 8 ou 9 meses deve-se suspeitar da doença quando houver febre, irritação ou agitação, vômitos e recusa alimentar, convulsões e "moleira" inchada. O diagnóstico é feito através da história do paciente, do exame físico e do exame do líquor. Na história é importante informar ao médico o tempo dos sintomas, isso é, horas, dias, semanas, também informar o que houve, se tomou algum remédio, se já teve isso antes. O médico também irá coletar um pouco de líquor (punção lombar), que é a "água da espinha" que fica no sistema nervoso e que se espalha pela coluna. O procedimento para coleta do exame é simples e não tem perigo algum de afetar os nervos da coluna porque naquela região não existem nervos motores, só nervos sensitivos, que causam sensações de dor, calor ou frio. Existe um tratamento específico para cada tipo de germe e o tratamento dependerá do agente causador da doença. Há necessidade de internação em hospital porque o tratamento exige medicações injetáveis, tais como antibióticos; e também, porque algumas meningites são muito contagiosas necessitando ficar o paciente separado dos outros pacientes do hospital por um curto período de até 3 dias - isso é chamado de isolamento. Dependendo do tipo de germe encontrado, algumas pessoas da família do paciente com meningite também terão que tomar remédios para tentar evitar a doença. Alguns tipos de germes que causam meningite podem ser prevenidos por vacinação, como Haemophilus e Meningococo tipo A e C. A caxumba, o sarampo, e a rubéola, entre outras, são doenças que podem causar meningite e também são prevenidas com vacinação.
    Espero ter ajudado.
    • Taxa
    • Comentário
  • Sign In 

    para adicionar sua resposta

Quem está seguindo esta pergunta?

    %
    MELHORES RESPOSTAS
    Membro desde:
    Pontos: Pontos: Nível
    Total de respostas:
    Pontos nesta semana:
    Seguir
     
    Deixar de seguir
     
    Bloquear
     
    Desbloquear