Será que o passado simplesmente passou, ou ainda está presente...?

Tenho comigo, que a experiência é o grande tesouro da nossa existen-

cia... Noto que o passado, muitas vezes, chega até ofender algumas

pessoas...Pergunto, será que "camuflar" o passado, representa uma

boa opção de crescimento, ou é prejudicial a pessoa...?

Atualizada:

Olá, Angela, peço desculpas, fui tentar

fazer uma pequena correção, e por fal-

ta de experiência, acabei excluindo a

resposta à sua pergunta, o que lamento.

Quero, ainda, agradecer a participação

de todos, sobretudo, pelas excelentes

respostas... Um abraço a todos...

9 Respostas

Classificação
  • Há 1 década
    Melhor resposta

    Olá !

    A Vida é um livro que tem as páginas todas em branco, no momento em que nascemos. Depois o texto vai-se compondo, ao longo do tempo. É um romance sem retorno. Vc pode escrever tudo o que quiser, mas nunca pode apagar, nem uma letra só.

    Por isso tudo, devemos tentar escrever coisas das quais possamos nos orgulhar de ler, no futuro. Se a novela for agradável, vc até gostará de reler, de vez enquando. Se, pelo contrário, vc rasurar as páginas da sua Vida, com episódios de pouca nobreza e atitudes mesquinhas e egoistas, se vc não medir os meios para atingir os seus fins, se vc sentir necessidade de derrubar outras pessoas, no seu trajecto de ascensão, então vc, um dia vai ter medo de ler essa novela, de novo.

    Eu gosto de recordar o meu passado. Com 47 anos de idade, penso que optei sempre pelos caminhos de que hoje não me envergonho. Sei que a cada passo me surgiram opções de ganhos mais imediatos e até mais significativos, mas nunca perdi a consciência de que mais tarde, esses lucros poderiam arrastar-me para uma escrita que não desse prazer a ler.

    Não vc não pode libertar-se do seu passado. Ele é bem presente, na sua memória e na dos que o rodeiam. Pode sim é ir construindo um futuro sólido, sério e honesto, apreciando as pessoas, os animais, as artes, a Natureza. Se edificar assim o seu futuro, um dia mais tarde vc vai se orgulhar do seu passado, relatado no livro da Vida.

    Arriscarei até a dizer que o livro da sua Vida não se apaga nem com a morte. Será esse Livro, no fim de contas, a sua Alma ?

    Abraços.

  • LUA
    Lv 7
    Há 1 década

    Eu gostaria muito de não me lembrar do meu passado, não dos caminhos que escolhi e sim de quando eu era criança e não tinha escolha. Gostaria muito de não me lembrar de absolutamente nada da minha infância, essas lembranças só me trazem sofrimento e me impedem de viver.

    Um ótimo dia para você.

  • ♥♥
    Lv 6
    Há 1 década

    Linda sua pergunta ! O passado é presente contínuo... É como se fosse uma roda gigante ! Bj da doce vivi.

  • Há 1 década

    Aprendi a irreversibilidade do tempo. O passado está sempre martelando a minha cabeça. O que sou hoje é o que vivi. Para mim, seria melhor esquecer ou ... perdoar!

    Tem um período de dois anos da minha vida que não me sai da cabeça: foi o tempo em que estive nos Dembos, Angola, guerra colonial, em 1973-74, imagina!

  • O que você acha das respostas? Você pode entrar para votar em uma resposta.
  • Há 1 década

    eu já passei por isso, querer 'camuflar' erros no passado, parecendo um avestruz, enterrando a cabeça pra não assumir os problemas!

    mas tudo o que a gente faz um dia têm sua conseqüência.

    o mais importante é tirar proveito dos erros cometidos pra aprender e tocar em frente com mais sabedoria.

    good luck!!!!

  • Anônimo
    Há 1 década

    Através de ensinamentos bíblicos aprendi que as reações de nossas ações fazem, muitas vezes, o passado fazer parte do presente sem ter previsão de sair do nosso futuro. Ex: Quando uma pessoa comete-lhe uma falha. Se você enaltecer cada vez mais a falha que ele lhe fez, nunca esquecerá a falta que essa atitude lhe causou, porém se o teu esforço for para esquecer e superar a falta que outren te fez, com o tempo o passado fará parte do passado. ÁGUAS PASSADAS NÃO MOVEM MUÍNHOS!!

  • Nanáh
    Lv 6
    Há 1 década

    Passado só é valido como experiencia,mas nada.

  • Há 1 década

    Seus atos e experiências o fazem a pessoa que és.

    Mas sua forma de pensamento não é alterada a partir de memórias, e sim a partir de você mesmo, buscando novas ideologias.

    Por exemplo se fizessem um clone seu exatamente igual a você mas sem lembranças.

    Ele teria a sua forma de pensar, se lhe fosse apresentada uma situação simples que independesse (se isso eh possível) de qualquer memória, ele faria a mesma coisa que você faria, mas se dependesse de algo que você já experimentou, então o passado faria a diferença no seu julgamento.

    O tempo é relativo, portanto o passado também é.

    O passado só está lá se você lembra dele.

  • Há 1 década

    Amigo Lobo, bom dia.

    Acredito que não há ninguém que olhe para trás de vez em quando e, ao se lembrar de acontecimentos passados, fique impassível, sem algum forte sentimento. Há pelo menos três tipos de lembrança: as ruins, que gostaríamos de esquecer; as boas, que gostamos de lembrar; e as mal resolvidas (como as oportunidades perdidas, por exemplo), que insistem em martelar nossa cabeça.

    A frase popular que diz "o que passou, passou, não volta mais..." é equivocada, pois toda nossa bagagem vai ser sempre carregada por nós, com leveza, se for composta de boas recordações, ou com pêso, se for preenchida com "erros" e insatisfações.

    Mas engana-se quem pensa que não é possível mudar o passado. Freud só trabalhava com fatos passados, traumas, feridas abertas que precisavam ser cicatrizadas.

    Viver o dia de hoje é importante, planejando um futuro próximo, mas baseando-se nas vivências.

    Termino com o maravilhoso Fernando Pessoa, que em sua vasta Obra, sempre tem um poema que expressa perfeitamente nossos sentimentos.

    "Eu amo tudo o que foi

    Tudo o que já não é

    A dor que já não me dói

    E o que deixou alegria

    Eu amo tudo o que foi

    E hoje já é outro dia"!

    Abraços fraternos.

    ********************************************************

    Recebi uma mensagem do YR com sua resposta a minha pergunta mas ela "desapareceu". Você sabe o que aconteceu? Se quiser, mande-me um e.mail. Grata.

    *********************************************************

    No problem, Lobo, estas coisas acontecem, agradeço por me elucidar.

    *********************************************************

    Vivi, adorei sua metáfora, simples e diz tudo. Parabéns.

Tem mais perguntas? Obtenha suas respostas perguntando agora.