O que são moléculas polares e apolares ?

Seguir
  • Seguir de forma pública
  • Seguir de forma privada
  • Deixar de seguir
Melhor respostaEscolha do autor da pergunta
  • Máyro respondido 5 anos atrás
Muito Simples:

Moléculas Apolares são moléculas hidrofóbicas, ou seja, não possuem afinidade com a água, não se misturam com a água, apenas com compostos oleosos.

Moléculas Polares são moléculas que possuem afinidade com a água, sendo portanto hidrofílicas.

Existe ainda uma terceira classe de moléculas, as anfipáticas, que são moléculas que possuem interação apolar e polar ao mesmo tempo na mesma molécula, um exemplo são os fosfolipídios presentes nas membranas das nossas células. Legal né?

Espero ter ajudado.

Source:

Fiz faculdade de farmácia, esse assunto é mole pra mim. A fonte é a minha cabeça..rs

Classificação e comentário do autor da pergunta

3 de 5
Bom
  • 7
  • Comentário

Outras respostas (4)

Classificada como mais alta
  • Classificada como mais alta
  • Mais antigo
  • Mais recente
  • anderson r respondido 5 anos atrás
    A polaridade de uma molécula refere-se às concentrações de cargas da nuvem eletrônica em volta da molécula. É possível uma divisão em duas classes distintas: moléculas polares e apolares.

    Moléculas polares possuem maior concentração de carga negativa numa parte da nuvem e maior concentração positiva em outro extremo. Nas moléculas apolares, a carga electronica está uniformemente distribuída, ou seja, não há concentração.
    • 2
    • Comentário
  • may respondido 5 anos atrás
    Bom é muito fácil e simples!

    Bom. solventes polares são aqueles que têm afinidade com a água e se interagem com ela...os apolares não tem afinidade e dessa forma não interagem com a água e com solventes polares...mas é importante lembrar que os solventes polares e apolares tem a ver com a estrutura da mólecula, pois a polaridade está ligada com a tendencia de puxar eletrons presente na molecula, ou ainda, quando as forças se anulam o solvente é polar, quando um elemento puxa os eletrons para ele, essa molecula se torna apolar!!!!

    É só você escrever isso que esta tudo bem explicado e sem escrever muitas coisas sem necessidade!

    espero ter ajuda você!!!!

    Bjs...
    • 2
    • Comentário
  • LUA respondido 5 anos atrás
    A polaridade de uma molécula refere-se às concentrações de cargas da nuvem eletrônica em volta da molécula. É possível uma divisão em duas classes distintas: moléculas polares e apolares.

    Moléculas polares possuem maior concentração de carga negativa numa parte da nuvem e maior concentração positiva em outro extremo. Nas moléculas apolares, a carga electronica está uniformemente distribuída, ou seja, não há concentração.

    A concentração de cargas (em moléculas polares) ocorre quando os elementos ligantes possuem uma diferença de eletronegatividade. Esta diferença significa que um dos átomos (o de maior eletronegatividade) atrai os elétrons da nuvem com maior força, o que faz concentrar neste a maior parte das cargas negativas.

    As ligações de dois átomos diferentes normalmente resulta em polarização (moléculas polares), já que os átomos possuirão eletronegatividades diferentes, como H2O, NH3 ou HF, embora, dependendo da distribuição dos átomos pela molécula, essas ligações não resultariam em polarização, como é o caso do CO2 e do CH4.

    Fonte(s):

    • 1
    • Comentário
  • Lore respondido 5 anos atrás
    Molécula polar

    Uma molécula polar é uma molécula em que as polaridades das ligações individuais não se cancelam.

    Ex (H20):

    O -> Delta de Eletropositividade (+)
    H H -> Delta de Eletronegatividade (-)



    Há nelas uma distorção eléctrica que dá origem a um dipolo, isto é, existe uma área na molécula com predominância de carga positiva e outra com carga negativa.

    As moléculas da água são polares, o que torna a água um dos solventes mais importantes da natureza.





    Essa distorção elétrica é mínima ou ausente nos hidrocarbonetos, chamados, por este motivo, apolares. Os íons são mais polares que as moléculas polares, já que possuem, realmente, carga eléctrica.


    Polaridade molecular

    A polaridade de uma molécula refere-se às concentrações de cargas da nuvem eletrônica em volta da molécula. É possível uma divisão em duas classes distintas: moléculas polares e apolares.

    Moléculas polares possuem maior concentração de carga negativa numa parte da nuvem e maior concentração positiva em outro extremo. Nas moléculas apolares, a carga electronica está uniformemente distribuída, ou seja, não há concentração.

    A concentração de cargas (em moléculas polares) ocorre quando os elementos ligantes possuem uma diferença de eletronegatividade. Esta diferença significa que um dos átomos (o de maior eletronegatividade) atrai os elétrons da nuvem com maior força, o que faz concentrar neste a maior parte das cargas negativas.

    As ligações de dois átomos diferentes normalmente resulta em polarização (moléculas polares), já que os átomos possuirão eletronegatividades diferentes, como H2O, NH3 ou HF, embora, dependendo da distribuição dos átomos pela molécula, essas ligações não resultariam em polarização, como é o caso do CO2 e do CH4.

    A eletronegatividade varia da esquerda para direita e de baixo para cima na tabela periódica.

    Ligação de dois átomos iguais resulta em moléculas apolares. Ex: O2, N2, Cl2. Mas não é necessário serem dois átomos iguais para haver apolaridade, como por exemplo dos compostos alcanos

    Para saber se a molécula é polar ou apolar pode ser feito através do cálculo no nox das partículas.

    Ex.: H2O = nox do H = 1 x 2 = 2; nox do O = 2, se nox das partículas for igual = POLAR

    Ex².:CO2 = nox do C = 4; nox do O = -2 x 2 = -4; nox diferente = APOLAR

    Ex³.:NH3 = nox do N = 3; nox do H = 1x3 =3; nox igual = POLAR

    A melhor forma para identificar se a molécula é polar ou apolar é através do calcúlo do μ (mi), se ele for igual a zero a molécula é apolar e se for diferente de zero será polar, o calcúlo do μ será feito através dos vetores de acordo com a geometria molecular e a eletronegatividade de cada substância; o vetor sai sempre do menos eletronegativo ao mais eletronegativo :

    Ex.: C - CL4 sua geometria é tetraédrica, assim os vetores irão do C ao CL formando quatro vetores para diagonal, fazendo a soma deles dara dois, apontando em direções opostas, assim dando μ=0, sendo uma molécula apolar. Ex².: H - CL geometria linear, o vetor sai do H ao CL, tendo portanto μ diferente de 0, portanto molécula polar

    Fonte(s):

    • 1
    • Comentário
  • Sign In 

    para adicionar sua resposta

Quem está seguindo esta pergunta?

    %
    MELHORES RESPOSTAS
    Membro desde:
    Pontos: Pontos: Nível
    Total de respostas:
    Pontos nesta semana:
    Seguir
     
    Deixar de seguir
     
    Bloquear
     
    Desbloquear