O que ocorre de mais importante na fotólise da água, a fotofosforilação e as reações da fase escura???

Seguir
  • Seguir de forma pública
  • Seguir de forma privada
  • Deixar de seguir
Me ajude galeeera.. to presisando demaais dessas respostas.. Obrigada !
Melhor resposta
-Fase de claro: ocorre nos tilacóides
12H₂O→24H⁺ + 6O₂
Perceba que a molécula de água sofreu a fotólise(quebra), liberando oxigênio e 24 hidrogênios. Esses hidrogênios não podem ficar soltos, senão causam desnaturação enzimática. Então eles são pegos pelos 12NADP, que se transformam em 12NADPH₂, pois cada NADP leva 2 H⁺.
Os 24H⁺ passam por outros aceptores até chegarem nos citrocromos. Estes fazem os hidrogênios ficarem excitados. Eles vão perdendo energia. Parte dessa energia é utilizada num importante processo: Fotofosforilação→uma molécula de fosfato é adicionada ao difosfato de adenosina, formando o TRIFOSFATO DE ADENOSINA(ATP). 18(ADP+P)= ATP: importante reserva energética.
-Fase de escuro: ocorre no estroma
Essa fase trata das reações químicas que ocorrem com o 6CO₂(moléculas de gás carbônico):
6CO₂ + 12H₂O→C₆H12O₆ + 6H₂O + 6O₂
Essa glicose será usada no processo de respiração.



  • Taxa
  • Comentário

Outras respostas (1)

  • Tati respondido 5 anos atrás
    mais importante que ocorre durante a fotofosforilação é a produção de poder redutor (NADPH), a partir do aceptor de elétrons NADP+, e a síntese de ATP, executada pelo complexo multiprotéico transmembrana F1-Fo ATP sintase, os quais dependem do fluxo de elétrons pelos transportadores da cadeia.
    A molécula de clorofila ao ser irradiada excita-se, liberando os elétrons que fluem pela cadeia de transporte. Durante o transporte há produção de H+ que acidifica o lume (interior do tilacóide). O H+ é bombeado pela ATP sintase, do lume para o estroma (exterior ao tilacóide), em favor do gradiente eletroquímico de prótons, consequentemente gerando a força motriz necessária para a síntese de ATP, a partir de ADP e Pi.
    A fotoxidação da água ocorre para repor o elétron da clorofila que fluiu pela cadeia de transporte. A oxidação de 4H2O pela luz libera 4H+, 4elétrons e 1O2. Os H+ são usados para produzir ATP, como mencionado. Os elétrons fluem aciclicamente para o aceptor NAD+ produzindo NADPH, que será utilizado nas reações bioquímicas (chamadas incorretamente de reações da fase escura... não há fase escura, visto que ela ocorre tanto de dia quanto de noite). O NADPH é utilizado para reduzir ácido 3-fosfoglicérico a gliceraldeído3-fosfato, para posterior conversão em hexoses. O ATP é utilizado para todos os processos que requerem energia na célula.
    O oxigênio produzido pela fotoxidação da água é liberado para o ambiente, via cutícula, uma vez que grande parte dele não é útil para o metabolismo da planta, mas sim para nós, seres heterotróficos respirarmos.
    As moléculas de clorofila são fundamentais, estão presentes nas membranas dos tilacóides, no interior dos cloroplastos. Elas coletam a energia proveniente da luz solar (fótons), como antenas parabólicas. Coletando essa energia, elas se excitam e transferem essa energia umas às outras, até um complexo protéico chamado centro de reação, que libera elétrons para serem transportados. As clorofilas são então essenciais para o processo fotoquímico que visa a conversão de um tipo de energia eletromagnética e corpuscular (física) em energia química, mais diretamente na forma de ATP, poder redutor (NADPH), utilizado para a síntese de carboidratos a posteriori, para manutenção e desenvolvimento do vegetal.
    1 ano atrás
    Fonte(s):
    Anderson
    Doutorando em Fisiologia Vegetal - UFV.
    • Taxa
    • Comentário
  • Sign In 

    para adicionar sua resposta

Quem está seguindo esta pergunta?

    %
    MELHORES RESPOSTAS
    Membro desde:
    Pontos: Pontos: Nível
    Total de respostas:
    Pontos nesta semana:
    Seguir
     
    Deixar de seguir
     
    Bloquear
     
    Desbloquear