Qual a importância da redução de consumo da água e da luz para o meio ambiente?

Seguir
  • Seguir de forma pública
  • Seguir de forma privada
  • Deixar de seguir
Qual a importância da redução de consumo da água e da luz para o meio ambiente?
Melhor resposta

Os secretários estaduais do Meio Ambiente, Ricardo Tripoli, e da Energia, Mauro Arce, lançaram nesta segunda-feira (6/agosto) o manual “Como Proteger o Meio Ambiente - Gastando Menos em Sua Escola”. Trata-se de uma publicação da Secretaria Estadual do Meio Ambiente - SMA com uma tiragem inicial de 25 mil exemplares que serão distribuídos em escolas públicas e privadas nos 645 municípios de São Paulo. A publicação será colocada à disposição também neste site.



Segundo Tripoli, o objetivo é difundir uma nova cultura de economia de energia para proteger e manter os recursos naturais, tendo como público-alvo as escolas. “A idéia é diminuir o consumo, sem deixar cair a qualidade de vida”, resumiu o secretário.
Tripoli lembrou que, dentro do programa de racionalização de energia adotado pelo Governo do Estado, a Secretaria do Meio Ambiente e a CETESB - Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental conseguiram uma redução de 46% no consumo de energia elétrica em suas sedes, no bairro do Alto de Pinheiros.


A cartilha “Como Proteger o Meio Ambiente - Gastando Menos em Sua Escola”, com 48 páginas, mostra os passos a serem dados para a implantação de um programa de utilização racional dos recursos - água, energia e gás, incluindo o conhecimento das características da escola, o entendimento da cobrança das faturas, o levantamento e acompanhamento do desempenho das instalações e equipamentos, além de um modelo de cadastro para acompanhamento. O manual traz ainda algumas orientações e informações sobre a reciclagem dos resíduos gerados pelos estabelecimentos.

Prestigiaram o evento também os presidentes da CETESB, Dráusio Barreto, e da Empresa Metropolitana de Águas e Energia Elétrica - EMAE, Márcio Magalhães; o prof. Walid Haddad, assessor da Secretaria Estadual de Educação; Moacir Trindade de Oliveira Andrade, comissário responsável pela Área de Eficiência Energética da Comissão de Serviços Públicos de Energia do Estado de São Paulo - CSPE; José Augusto de Matos Lourenço, presidente do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Estado de São Paulo; Antomar Viegas de Carvalho e Oliveira Jr., coordenador de Meio Ambiente
da Elektro - Eletricidade e Serviços S.A.; e Amilcar Guerreiro, diretor do Procel - Programa Nacional de Combate ao Desperdício de Energia Elétrica, da Eletrobrás.
  • Taxa
  • Comentário
Sign In 

para adicionar sua resposta

Não há outras respostas

Quem está seguindo esta pergunta?

    %
    MELHORES RESPOSTAS
    Membro desde:
    Pontos: Pontos: Nível
    Total de respostas:
    Pontos nesta semana:
    Seguir
     
    Deixar de seguir
     
    Bloquear
     
    Desbloquear