Vocês consideram o ECTOPLASMA natural ou sobrenatural? E por que?

"Somos seres espirituais tendo um experiência humana" Ectoplasma: É a porção mais externa do hialoplasma apresenta-se mais consistente. Também conhecido como Plasmagel. A sustentação do citoplasma deve-se ao funcionamento do ectoplasma como verdadeiro suporte celular, mantendo mais ou menos constante a sua... mostrar mais "Somos seres espirituais tendo um experiência humana"

Ectoplasma: É a porção mais externa do hialoplasma apresenta-se mais consistente. Também conhecido como Plasmagel. A sustentação do citoplasma deve-se ao funcionamento do ectoplasma como verdadeiro suporte celular, mantendo mais ou menos constante a sua forma.

______________________________________...

O ectoplasma está situado entre a matéria densa e a matéria perispirítica, assim como um produto de emanações da alma pelo filtro do corpo, e é recurso peculiar não somente ao homem, mas a todas as formas da Natureza. Em certas organizações fisiológicas especiais da raça humana, comparece em maiores proporções e em relativa madureza para a manifestação necessária aos efeitos físicos que analisamos.

É um elemento amorfo, mas de grande potência e vitalidade.

Pode ser comparado a genuína massa protoplásmica, sendo extremamente sensível, animado de princípios criativos que funcionam como condutores de eletricidade e magnetismo, mas que se subordinam, invariavelmente, ao pensamento e à vontade do médium que os exterioriza ou dos Espíritos desencarnados ou não que sintonizam com a mente mediúnica, senhoreando-lhe o modo de ser.

Infinitamente plástico, dá forma parcial ou total às entidades que se fazem visíveis aos olhos dos companheiros terrestres ou diante da objetiva fotográfica, dá consistência aos fios, bastonetes e outros tipos de formações, visíveis ou invisíveis nos fenômenos de levitação, e substancializa as imagens criadas pela imaginação do médium ou dos companheiros que o assistem mentalmente afinados com ele (Teleplastia - Ideoplastia).

Mediunidade é atributo peculiar ao psiquismo de todas as criaturas.

A faculdade medianímica prende-se ao organismo; ela é independente das qualidades morais do médium, e é encontrada nos mais indignos como nos mais dignos. Não ocorre o mesmo com a preferência dada ao médium pelos bons Espíritos.

[78 - Qualidade dos médiuns] Allan Kardec

No mediunidade não existem propriamente privilégios para os que se encontram em determinada situação; porém, vence nos seus labores quem detiver a maior porcentagem de sentimento. E a mulher, pela evolução de sua sensibilidade em todos os climas e situações, através dos tempos, está, na atualidade, em esfera superior à do homem, para interpretar, com mais precisão e sentido de beleza, as mensagens dos planos invisíveis.

[41a - página 214] - Emmanuel - 1940


Voz direta

Este fenômeno encontramos relatado em Êxodo, 20:18, que diz: "Todo o povo, porém, ouvia as vozes e via os relâmpagos, e o sonido da buzina, e o monte fumegando: e amedrontado e abalado com o pavor parou longe."

Em Apocalipse, 1:10, lemos: "Eu fui arrebatado em espírito um dia de domingo, e ouvi por detrás de mim uma grande voz como de trombeta"...

Transe

No cap. 15:12 e 13, do Gênese, encontramos o seguinte fato: "Ao pôr do sol, vem um profundo sono sobre Abrahão, e um horror grande e tenebroso o acometeu, e lhe foi dito: saiba desde agora que tua posteridade será peregrina numa terra estrangeira, e será reduzida à escravidão, e aflita por quatrocentos anos."

Daniel também cai em transe e tem visão (Daniel 8:18).

Saulo, a caminho de Damasco, cai em transe e ouve a voz do Senhor (Atos, 9:3 e seguintes).
Mediunidade auditiva

Moisés, no monte Sinai, ouve a voz dos Espíritos, julgando ser a do próprio Deus. (Êxodo, 19:29,20).

Jesus, por ocasião do batismo no rio Jordão, ouve uma voz que lhe diz:"Tu és aquele meu filho especialmente amado; em ti é que tenho posto toda a minha complacência."

Em João, 12:28, lemos: "Pai glorifica o teu nome. Então veio esta voz do céu – "Eu não só o tenho já glorificado, mas ainda segunda vez o glorificarei."

Todos esses fatos comprovam a mediunidade auditiva, tão comum em nossos dias.

Mediunidade curadora

Ao tempo do Cristo, a mediunidade curadora disseminou-se por entre os discípulos, que produziam curas, algumas, pela imposição das próprias mãos, outras, através de objetos magnetizados.

Em Atos, 19:11 e 12, encontramos o relato de que lenços e aventais pertencentes a Paulo eram aplicados aos doentes e possessos, e, graças a ação magnética desses objetos, ficavam curados.

As curas à distância também foram realizadas. O criado do Centurião de Cafarnaum e o filho de um régulo foram curados (Mateus, 8:5,13; e João, 4:47, 54).

Jesus recomendara, quando esteve entre nós, que curássemos. Dizia ele:

"Curai os enfermos, expulsai os maus Espíritos, dai de graça o que de graça recebestes."

(Mateus, 10:8, Lucas 9,2 e 10:9).

Um grande abraço iluminado!

Luz___________________________________...









10 respostas 10