Anônimo
Anônimo perguntou em Educação e ReferênciaConhecimentos Gerais · Há 1 década

Curiosidades sobre Ciencia e Tecnologia… Os efeitos do LSD....?

O poder alucinógico do LSD (dietilamida do ácido lisérgico) foi descoberto acidentalmente pelo médico suíço Albert Hoffman, em 1943. Hoffman usava o ácido preparado a partir de um alcalóide de um fungo em suas pesquisas quando passou a sentir-se zonzo e ver luzes de cores intensas a sua volta. Depois de algumas horas, o médico percebeu que o efeito passava e tudo voltava ao normal.

2 Respostas

Classificação
  • Há 1 década
    Resposta favorita

    É uma droga que ganhou popularidade na década de 60, estando seu consumo culturalmente associado ao movimento psicodélico. Na época não era considerada prejudicial a saúde, de tal modo que médicos até a recomendavam.

    A dietilamina do ácido lisérgico é sintetizada clandestinamente a partir da cravagem de um fungo do centeio (Claviceps purpurea). Pode apresentar a forma de barras, cápsulas, tiras de gelatina, liquída, micropontos ou folhas de papel secante (como selos ou autocolantes), sendo que uma dose média é de 50 a 75 microgramas. É consumido por via oral, absorção sub-lingual, injetada ou inalada. Esta substância age sobre os sistemas neurotransmissores serotononérgicos e dopaminérgicos. Além disso, inibe a atividade dos neurônios do rafe (importantes em nível visual e sensorial).

    Os efeitos variam conforme a personalidade do sujeito, o contexto (ambiente) e a qualidade do produto, podendo ser agradáveis ou muito desagradáveis. O LSD pode provocar ilusões, alucinações (auditivas e visuais), grande sensibilidade sensorial (cores mais brilhantes, percepção de sons imperceptíveis), sinestesias, experiências místicas, flashbacks, paranóia, alteração da noção temporal e espacial, confusão, pensamento desordenado, baforadas delirantes podendo conduzir a atos auto-agressivos (suicídio) e hetero-agressivos, despersonalização, perda do controle emocional, sentimento de bem-estar, experiências de êxtase, euforia alternada com angústia, pânico, ansiedade, depressão, dificuldade de concentração, perturbações da memória, psicose por “má viagem”. Poderão ainda ocorrer náuseas, dilatação das pupilas, aumento da pressão arterial e do ritmo cardíaco, debilidade corporal, sonolência, aumento da temperatura corporal.

    Beijoooos !

  • Há 1 década

    Olá

    Kiko

    Obrigada perla ótima informação.

    É lamentável que tantas pessoas usam drogas e destróem vidas e famílias! Tantos pais perdem seus filhos para as drogas, isto é muito triste.

    Abraços paz e saúde!

    Diga não às dfrogas!

    By

    Ivete

Tem mais perguntas? Obtenha suas respostas perguntando agora.