Mim digao palavras com x com som de s?

Seguir
  • Seguir de forma pública
  • Seguir de forma privada
  • Deixar de seguir
Melhor resposta
Exagerado

Exemplo

Examine

Tres palavrinhas ta bom de mais neh?

abraços amigão...

=D
  • 2
  • Comentário

Outras respostas (7)

Classificada como mais alta
  • Classificada como mais alta
  • Mais antigo
  • Mais recente
  • Baitalon respondido 6 anos atrás
    Yahoo! Meu Yahoo! Yahoo! Mail Yahoo! SearchBuscar: Olá, as26120380
    [Sair, Minha conta]Início - Blog - Regras - Ajuda
    Pergunte Responda Descubra Buscar perguntas: Opções Meu perfil
    Página inicial > Produtos do Yahoo! > Outras - Produtos do Yahoo! > Suas perguntas respondidas Gabriel-... Membro desde:
    05 de Fevereiro de 2007
    Total de pontos:
    1994 (Nível 3) Suas perguntas respondidasMostre-me outra »
    Faça qualquer Besteira e ganhe melhor resposta :o?
    è um seguinte:

    Voce enche de coisas na resposta
    EX: usayjdaspdl sdifusaiodfisaukf dsafoasdfjo

    Quem fazer a maior resposta Leva melhor resposta

    Podia copia e colar fazer tudo

    Pode copia de um texto grande pra colar
    VALE TUDO
    17 horas atrás
    Denuncie
    by Butt-Hea... Membro desde:
    16 de Março de 2008
    Total de pontos:
    63 (Nível 1)
    Adicionar amigo(a)

    Bloquear

    Melhor resposta 7%76 respostas
    Membro desde: 16 de Março de 2008
    Total de Pontos: 63 (Nível 1)
    Pontos ganhos na semana: -11
    Adicionar amigo(a)
    Bloquear
    Melhor resposta - Escolhida pelo autor da pergunta
    O que é ?
    O Lexapro é o escitalopram, uma antidepressivo inibidor da recaptação da serotonina.

    Para que serve ?
    Sua principal finalidade é tratar todas as formas de depressão e transtorno do pânico.


    Como é usado ?
    A dose recomendada são de 10 a 20mg por dia, não há estudos feitos com menores de 18 anos, na gestação e amamentação também não, o que não proíbe seu uso que quando feito deverá antes ter sido avaliada a relação do custo x o benefício proporcionado. Não há problemas no uso em pessoas com insuficiência renal leve ou moderada, mas pessoas com insuficiência grave devem ser monitoradas com cautela. Pessoas com insuficiência hepática devem tomar 5mg por 2 a 4 semanas antes de se elevar para a dose terapêutica de 10 ou 20mg. Há medicações que bloqueiam as enzimas que metabolizam o escitalopram como o omeprazol. Como os trombócitos (espécie de "saquinhos" que circulam pelo sangue e contribuem com o estancamento hemorrágico) também utilizam recaptadores da serotonina, esses antidepressivos podem afetar a colagulação, especialmente se dados junto a medicações que interferem nisso como a aspirina e os anticoagulantes em geral.

    Principais efeitos
    O Lexapro é uma medicação bastante específica, atuando muito na inibição da recaptação da serotonina e pouco sobre outros neurotransmissores, isto significa que é uma medicação com poucos, ou quando presente, leves efeitos colaterais. A prática confirma isso. Ao contrário dos antidepressivos tricíclicos ou tetracíclicos sua interferência sobre o ritmo cardíaco é mínima, sendo assim recomendado para pacientes com este tipo de problema cardíaco. Os principais efeitos colaterais encontrados foram: tonteiras, cefaléia e náuseas. Perda de apetite, tonteiras, tremores, diarréia, boca seca., sensação de cansaço, tonteiras, prisão de ventre e visão embaçada

    Considerações importantes
    Apesar de não se ter identificado nenhum problema quanto à formação do feto, é preferível evitar seu uso, quando possível, durante o primeiro trimestre de gestação.

    Última Atualização: 24-07-2005
    Ref. Bibliograf.:
    Moore N, Verdaux H, Fantino B.
    Prospective, multicentre, randomized, double-blind study of the efficacy of escitalopram versus citalopram in outpatient treatment of major depressive disorder.
    Pamelor
    Cloridrato de nortriptilina

    Uso adulto


    Formas farmacêuticas e apresentações - Cápsulas: Embalagens com 20 cápsulas de 10 mg, 25 mg, 50 mg e 75 mg. Solução oral 2 mg/ml: Frasco com 100 ml. Acompanha colher-medida graduada em miligramas por ml, com indicação das doses de 5 mg, 10 mg, 15 mg e 20 mg.

    Composição - Cada cápsula de 10 mg, 25 mg, 50 mg e 75 mg contém, respectivamente, cloridrato de nortriptilina equivalente a 10 mg, 25 mg, 50 mg e 75 mg de nortriptilina base. Excipientes: Amido e óleo de silicone. Cada 1 ml de solução contém cloridrato de nortriptilina equivalente a 2 mg de nortriptilina base. Excipientes: Aroma de cereja, ácido benzóico, sorbitol e álcool e água.

    Informações ao paciente - PAMELOR tem como princípio ativo o cloridrato de nortriptilina que é um antidepressivo. As cápsulas devem ser protegidas do calor (manter abaixo de 30°C) e da umidade. A solução deve ser protegida do calor (manter abaixo de 30°C).O prazo de validade está impresso no cartucho. Não use o medicamento com o prazo de validade vencido. Informe ao seu médico sobre a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o seu término. Informar ao médico se está amamentando. Siga a orientação de seu médico respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. Não interromper o tratamento sem o conhecimento do seu médico. Informe seu médico o aparecimento de reações desagradáveis. Informe seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início, ou durante o tratamento.

    Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

    Não tome remédio sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde.

    Informações técnicas

    Propriedades - PAMELOR (cloridrato de nortriptilina) é um antidepressivo tricíclico não inibidor da monoaminoxidase. O mecanismo de melhora do humor por antidepressivos tricíclicos é, no momento, desconhecido. PAMELOR inibe a atividade de diferentes substâncias, como a histamina, a serotonina e a acetilcolina. Ele aumenta o efeito vasoconstritor da norepinefrina, mas bloqueia a resposta vasoconstritora da feniletilamina. Estudos sugerem que a nortriptilina interfere no transporte, na liberação e no armazenamento das catecolaminas.

    Indicações - PAMELOR é indicado para alívio dos sintomas de depressão. Depressões endógenas são mais prováveis de serem aliviadas do que outros estados depressivos.

    Contra-indicações - É contra-indicado o uso de PAMELOR ou de outros antidepressivos tricíclicos simultaneamente com inibidores da monoaminoxidase (IMAO). Há relatos de hiperpirexia, convulsões graves e morte quando antidepressivos tricíclicos similares foram usados nesse tipo de combinação. É aconselhável descontinuar o inibidor da MAO pelo menos duas semanas antes de se iniciar o tratamento com PAMELOR. Não se deve administrar PAMELOR a pacientes que apresentem hipersensibilidade a este medicamento. Há possibilidade da existência de sensibilidade cruzada entre PAMELOR e outros dibenzazepínicos. PAMELOR é contra-indicado durante o período crítico de recuperação após infarto do miocárdio.

    Advertências - Pacientes com doença cardiovascular deverão tomar PAMELOR somente sob estrita supervisão, devido à tendência de a droga produzir taquicardia sinusal e prolongar o tempo de condução miocárdica. Há relatos de infarto do miocárdio, arritmia e acidente vascular cerebral. A ação anti-hipertensiva da guanetidina e de agentes similares pode ser bloqueada. Por causa de sua atividade anticolinérgica, PAMELOR deve ser usado com grande cautela em pacientes que têm glaucoma ou história de retenção urinária. Os pacientes com história de crises convulsivas deverão ser rigorosamente controlados quando da administração de PAMELOR, visto que este medicamento pode reduzir o limiar convulsivo. Muito cuidado deve ser tomado quando PAMELOR for administrado a pacientes com hipertireoidismo ou que estiverem em tratamento com hormônios tireoideanos, devido à possibilidade de ocorrerem arritmias cardíacas. PAMELOR pode prejudicar a concentração mental e/ou a capacidade de execução de tarefas como manobrar máquinas ou dirigir automóveis; portanto, deve-se alertar o paciente em relação a este risco. O consumo excessivo de álcool durante o tratamento com a nortriptilina pode produzir efeito potencializador, capaz de aumentar o risco de tentativas de suicídio ou de superdosagem, especialmente em pacientes com história de distúrbios emocionais ou ideação suicida.

    Gravidez e lactação - Ainda não está estabelecida a segurança do uso de PAMELOR durante a gravidez e a lactação; portanto, quando a droga for administrada a pacientes grávidas, em período de lactação ou a mulheres com possibilidade de engravidar, a relação risco/benefício deverá ser avaliada. Estudos de reprodução animal apresentaram resultados inconclusivos.

    Uso em crianças - O uso deste medicamento não é recomendado em crianças, pois ainda não se conhecem sua segurança e eficácia na faixa etária pediátrica.

    Precauções - O uso de PAMELOR em pacientes esquizofrênicos pode produzir exacerbação da psicose ou ativar sintomas esquizofrênicos latentes. Se o medicamento for administrado a pacientes demasiadamente ativos ou agitados, pode ocorrer aumento de ansiedade e de agitação. Em pacientes com distúrbio bipolar, PAMELOR pode induzir à manifestação de sintomas de mania. Em alguns pacientes, PAMELOR pode induzir um quadro de hostilidade. Como com outros medicamentos dessa classe terapêutica, podem ocorrer convulsões epileptiformes, por redução do limiar convulsivo. Quando for indispensável, o medicamento poderá ser administrado com terapia eletroconvulsiva, embora os riscos possam aumentar. Se possível, deve-se descontinuar o medicamento por vários dias antes de cirurgias eletivas. Considerando-se que a possibilidade de tentativa de suicídio por parte de um paciente deprimido permanece após o início do tratamento, é importante que, em qualquer ocasião durante o mesmo, se evite que grandes quantidades do medicamento fiquem à disposição do paciente.

    Interações medicamentosas - Ver contra-indicações a respeito do uso concomitante com inibidores da MAO. A administração de reserpina durante o tratamento com um antidepressivo tricíclico pode produzir efeito estimulante em alguns paciente

    Fonte(s):

    Yahoo! Meu Yahoo! Yahoo! Mail Yahoo! SearchBuscar: Olá, as26120380
    [Sair, Minha conta]Início - Blog - Regras - Ajuda
    Pergunte Responda Descubra Buscar perguntas: Opções Meu perfil
    Página inicial > Produtos do Yahoo! > Outras - Produtos do Yahoo! > Suas perguntas respondidas Gabriel-... Membro desde:
    05 de Fevereiro de 2007
    Total de pontos:
    1994 (Nível 3) Suas perguntas respondidasMostre-me outra »
    Faça qualquer Besteira e ganhe melhor resposta :o?
    è um seguinte:

    Voce enche de coisas na resposta
    EX: usayjdaspdl sdifusaiodfisaukf dsafoasdfjo

    Quem fazer a maior resposta Leva melhor resposta

    Podia copia e colar fazer tudo

    Pode copia de um texto grande pra colar
    VALE TUDO
    17 horas atrás
    Denuncie
    by Butt-Hea... Membro desde:
    16 de Março de 2008
    Total de pontos:
    63 (Nível 1)
    Adicionar amigo(a)

    Bloquear

    Melhor resposta 7%76 respostas
    Membro desde: 16 de Março de 2008
    Total de Pontos: 63 (Nível 1)
    Pontos ganhos na semana: -11
    Adicionar amigo(a)
    Bloquear
    Melhor resposta - Escolhida pelo autor da pergunta
    O que é ?
    O Lexapro é o escitalopram, uma antidepressivo inibidor da recaptação da serotonina.

    Para que serve ?
    Sua principal finalidade é tratar todas as formas de depressão e transtorno do pânico.


    Como é usado ?
    A dose recomendada são de 10 a 20mg por dia, não há estudos feitos com menores de 18 anos, na gestação e amamentação também não, o que não proíbe seu uso que quando feito deverá antes ter sido avaliada a relação do custo x o benefício proporcionado. Não há problemas no uso em pessoas com insuficiência renal leve ou moderada, mas pessoas com insuficiência grave devem ser monitoradas com cautela. Pessoas com insuficiência hepática devem tomar 5mg por 2 a 4 semanas antes de se elevar para a dose terapêutica de 10 ou 20mg. Há medicações que bloqueiam as enzimas que metabolizam o escitalopram como o omeprazol. Como os trombócitos (espécie de "saquinhos" que circulam pelo sangue e contribuem com o estancamento hemorrágico) também utilizam recaptadores da serotonina, esses antidepressivos podem afetar a colagulação, especialmente se dados junto a medicações que interferem nisso como a aspirina e os anticoagulantes em geral.

    Principais efeitos
    O Lexapro é uma medicação bastante específica, atuando muito na inibição da recaptação da serotonina e pouco sobre outros neurotransmissores, isto significa que é uma medicação com poucos, ou quando presente, leves efeitos colaterais. A prática confirma isso. Ao contrário dos antidepressivos tricíclicos ou tetracíclicos sua interferência sobre o ritmo cardíaco é mínima, sendo assim recomendado para pacientes com este tipo de problema cardíaco. Os principais efeitos colaterais encontrados foram: tonteiras, cefaléia e náuseas. Perda de apetite, tonteiras, tremores, diarréia, boca seca., sensação de cansaço, tonteiras, prisão de ventre e visão embaçada

    Considerações importantes
    Apesar de não se ter identificado nenhum problema quanto à formação do feto, é preferível evitar seu uso, quando possível, durante o primeiro trimestre de gestação.

    Última Atualização: 24-07-2005
    Ref. Bibliograf.:
    Moore N, Verdaux H, Fantino B.
    Prospective, multicentre, randomized, double-blind study of the efficacy of escitalopram versus citalopram in outpatient treatment of major depressive disorder.
    Pamelor
    Cloridrato de nortriptilina

    Uso adulto


    Formas farmacêuticas e apresentações - Cápsulas: Embalagens com 20 cápsulas de 10 mg, 25 mg, 50 mg e 75 mg. Solução oral 2 mg/ml: Frasco com 100 ml. Acompanha colher-medida graduada em miligramas por ml, com indicação das doses de 5 mg, 10 mg, 15 mg e 20 mg.

    Composição - Cada cápsula de 10 mg, 25 mg, 50 mg e 75 mg contém, respectivamente, cloridrato de nortriptilina equivalente a 10 mg, 25 mg, 50 mg e 75 mg de nortriptilina base. Excipientes: Amido e óleo de silicone. Cada 1 ml de solução contém cloridrato de nortriptilina equivalente a 2 mg de nortriptilina base. Excipientes: Aroma de cereja, ácido benzóico, sorbitol e álcool e água.

    Informações ao paciente - PAMELOR tem como princípio ativo o cloridrato de nortriptilina que é um antidepressivo. As cápsulas devem ser protegidas do calor (manter abaixo de 30°C) e da umidade. A solução deve ser protegida do calor (manter abaixo de 30°C).O prazo de validade está impresso no cartucho. Não use o medicamento com o prazo de validade vencido. Informe ao seu médico sobre a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o seu término. Informar ao médico se está amamentando. Siga a orientação de seu médico respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. Não interromper o tratamento sem o conhecimento do seu médico. Informe seu médico o aparecimento de reações desagradáveis. Informe seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início, ou durante o tratamento.

    Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

    Não tome remédio sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde.

    Informações técnicas

    Propriedades - PAMELOR (cloridrato de nortriptilina) é um antidepressivo tricíclico não inibidor da monoaminoxidase. O mecanismo de melhora do humor por antidepressivos tricíclicos é, no momento, desconhecido. PAMELOR inibe a atividade de diferentes substâncias, como a histamina, a serotonina e a acetilcolina. Ele aumenta o efeito vasoconstritor da norepinefrina, mas bloqueia a resposta vasoconstritora da feniletilamina. Estudos sugerem que a nortriptilina interfere no transporte, na liberação e no armazenamento das catecolaminas.

    Indicações - PAMELOR é indicado para alívio dos sintomas de depressão. Depressões endógenas são mais prováveis de serem aliviadas do que outros estados depressivos.

    Contra-indicações - É contra-indicado o uso de PAMELOR ou de outros antidepressivos tricíclicos simultaneamente com inibidores da monoaminoxidase (IMAO). Há relatos de hiperpirexia, convulsões graves e morte quando antidepressivos tricíclicos similares foram usados nesse tipo de combinação. É aconselhável descontinuar o inibidor da MAO pelo menos duas semanas antes de se iniciar o tratamento com PAMELOR. Não se deve administrar PAMELOR a pacientes que apresentem hipersensibilidade a este medicamento. Há possibilidade da existência de sensibilidade cruzada entre PAMELOR e outros dibenzazepínicos. PAMELOR é contra-indicado durante o período crítico de recuperação após infarto do miocárdio.

    Advertências - Pacientes com doença cardiovascular deverão tomar PAMELOR somente sob estrita supervisão, devido à tendência de a droga produzir taquicardia sinusal e prolongar o tempo de condução miocárdica. Há relatos de infarto do miocárdio, arritmia e acidente vascular cerebral. A ação anti-hipertensiva da guanetidina e de agentes similares pode ser bloqueada. Por causa de sua atividade anticolinérgica, PAMELOR deve ser usado com grande cautela em pacientes que têm glaucoma ou história de retenção urinária. Os pacientes com história de crises convulsivas deverão ser rigorosamente controlados quando da administração de PAMELOR, visto que este medicamento pode reduzir o limiar convulsivo. Muito cuidado deve ser tomado quando PAMELOR for administrado a pacientes com hipertireoidismo ou que estiverem em tratamento com hormônios tireoideanos, devido à possibilidade de ocorrerem arritmias cardíacas. PAMELOR pode prejudicar a concentração mental e/ou a capacidade de execução de tarefas como manobrar máquinas ou dirigir automóveis; portanto, deve-se alertar o paciente em relação a este risco. O consumo excessivo de álcool durante o tratamento com a nortriptilina pode produzir efeito potencializador, capaz de aumentar o risco de tentativas de suicídio ou de superdosagem, especialmente em pacientes com história de distúrbios emocionais ou ideação suicida.

    Gravidez e lactação - Ainda não está estabelecida a segurança do uso de PAMELOR durante a gravidez e a lactação; portanto, quando a droga for administrada a pacientes grávidas, em período de lactação ou a mulheres com possibilidade de engravidar, a relação risco/benefício deverá ser avaliada. Estudos de reprodução animal apresentaram resultados inconclusivos.

    Uso em crianças - O uso deste medicamento não é recomendado em crianças, pois ainda não se conhecem sua segurança e eficácia na faixa etária pediátrica.

    Precauções - O uso de PAMELOR em pacientes esquizofrênicos pode produzir exacerbação da psicose ou ativar sintomas esquizofrênicos latentes. Se o medicamento for administrado a pacientes demasiadamente ativos ou agitados, pode ocorrer aumento de ansiedade e de agitação. Em pacientes com distúrbio bipolar, PAMELOR pode induzir à manifestação de sintomas de mania. Em alguns pacientes, PAMELOR pode induzir um quadro de hostilidade. Como com outros medicamentos dessa classe terapêutica, podem ocorrer convulsões epileptiformes, por redução do limiar convulsivo. Quando for indispensável, o medicamento poderá ser administrado com terapia eletroconvulsiva, embora os riscos possam aumentar. Se possível, deve-se descontinuar o medicamento por vários dias antes de cirurgias eletivas. Considerando-se que a possibilidade de tentativa de suicídio por parte de um paciente deprimido permanece após o início do tratamento, é importante que, em qualquer ocasião durante o mesmo, se evite que grandes quantidades do medicamento fiquem à disposição do paciente.

    Interações medicamentosas - Ver contra-indicações a respeito do uso concomitante com inibidores da MAO. A administração de reserpina durante o tratamento com um antidepressivo tricíclico pode produzir efeito estimulante em alguns paciente
    • 2
    • Comentário
  • Denis Marçal respondido 6 anos atrás
    Por favor, não cometa mais este tipo de erro. Sem falar que você pode ser preso por assassinato à língua Portuguesa.
    O correto seria: Citem-me palavras com x que tenham som de s.
    E o mais correto é um ponto final no lugar da interrogação.

    Algumas palavras:
    Excesso, expressão, expresso, extrair, excluir e etc...
    • 1
    • Comentário
  • Naruto respondido 6 anos atrás
    Mim digao??? Que que isso, rapaz??? É um mendigo grande?
    • Taxa
    • Comentário
  • Ligia respondido 6 anos atrás
    MIN DIGAO....que pohrra de língua é essa??
    • Taxa
    • Comentário
  • Maninhu M respondido 6 anos atrás
    espera aparecer um EMO aki ele cita o dicionario inteiro pra vc

    kkkkkkk

    flw
    • Taxa
    • Comentário
  • Joao Auugusto respondido 6 anos atrás
    sei lá.
    • Taxa
    • Comentário
  • Flávio Vieira respondido 6 anos atrás
    As palavras com s e com som de x são aquelas em
    que o x está entre vogais,resultando no som de s.

    expressão,exorcizo,intoxicação,Exagero... exalar, exaltar, exame, exato, exausto, executar, exemplo, exercer, exibir, exílio, exímio, êxito, existir, exonerar, exorbitar, exorcizar, exótico, exuberante.
    • Taxa
    • Comentário
  • Sign In 

    para adicionar sua resposta

Quem está seguindo esta pergunta?

    %
    MELHORES RESPOSTAS
    Membro desde:
    Pontos: Pontos: Nível
    Total de respostas:
    Pontos nesta semana:
    Seguir
     
    Deixar de seguir
     
    Bloquear
     
    Desbloquear