Voce sabia que CHAMPINHA pode estar inclusive aqui no YR pois ele tem acesso a computador?

e pode estar perguntando e respondendo nossas perguntas

sentado confortavelmente no ar condicionado com cinco refeiçoes diárias.

Não é um país maravilhoso?

11 Respostas

Classificação
  • Há 1 década
    Melhor resposta

    Freedon e Abelha Rainha, vocês são desinformados ou fazem parte do Grupo de ajuda Neuróticos Anônimos, ou são meio lerdos mentalmente (sem ofensa aos que nasceram assim), e não compreenderam ou não querem compreender o alerta feito pelo nosso amigo Caetano?

    Acho que é desinformação mesmo, só pode ser, então para maiores informações sobre o caso segue abaixo:

    Jogo de empurra

    Quem pode soltar Champinha é a lei, não o laudo

    por Priscyla Costa

    Empurrar para a medicina a responsabilidade pela possível soltura de Roberto Aparecido Alves Cardoso, o Champinha, é querer tapar uma brecha legal. A afirmação é do psiquiatra forense Breno Montanari Ramos, um dos responsáveis pelo laudo que diz ser possível recolocar Champinha em convívio com a sociedade.

    Champinha é apontado como o líder de uma quadrilha e mentor do seqüestro, estupro e assassinato do casal de namorados Liana Friedenbach e Felipe Caffé, em outubro de 2003, em Embu-Guaçu (SP). Na época do crime, Champinha tinha 16 anos e por ser menor, foi recolhido a uma unidade da Febem em São Paulo. Pela lei, ele pode ficar recluso no máximo três anos. Sua soltura está prevista para acontecer em novembro próximo, o que causa apreensão na sociedade.

    “Não é o laudo que vai justificar a liberdade do Champinha, mas sim o Estatuto da Criança e do Adolescente, que prevê o máximo de três anos de internação. Querem transferir para a medicina um problema que é puramente jurídico. Até alguns anos, o laudo não era nenhuma exigência. Hoje, o documento não precisa necessariamente fazer parte do processo. Mesmo assim, insistem em culpar a psiquiatria por uma brecha 100% jurídica”, diz o psiquiatra.

    “O único elemento que poderia ser usado para justificar judicialmente a prisão ou a soltura do paciente é se o documento constatasse que Champinha não é um criminoso imputável, o que não ocorre” afirmou Montanari à revista Consultor Jurídico.

    Champinha sofre de um distúrbio psiquiátrico conhecido como retardamento mental. A característica não justifica a internação de alguém num manicômio judiciário. O que poderia justificar a internação no manicômio judicial seria um transtorno de conduta, presente em psicopatas, “o que não é o caso do Champinha. Ele não comete atos repetitivos. Dizem que ele matou um andarilho quando tinha 10 anos de idade. O fato não é comprovado. Depois, só foi cometer um novo crime aos 16. Essa não é a característica de um assassino em série”, explica o psiquiatra.

    Por conta da polêmica em torno do laudo, a equipe responsável entregou nesta sexta-feira (28/7) o documento para a Câmara Técnica de Saúde Mental do Conselho Regional de Medicina. “Se há dúvida sobre a validade do diagnóstico, que se apure. Mas não há nenhum problema. São 40 páginas escritas com preciosismo”, finaliza.

    Crime

    No dia 31 de outubro de 2003, uma sexta-feira, os namorados Liana Friedenbach, de 16 anos, e Felipe Silva Caffé, de 19, saíram para acampar sem que seus pais soubessem. Ela disse à família que viajaria com alguns amigos. Os pais da garota desconfiaram que algo havia acontecido quando Liana não voltou para casa no domingo, 2 de novembro.

    Avisada do sumiço do casal, a polícia descobriu que os jovens haviam sido vistos em Embu-Guaçu (SP). Depois de mais de uma semana de buscas, a polícia localizou os corpos dos dois, a partir de informações de um menor preso. Identificado como Champinha, o menor admitiu ter participado do crime. Felipe foi morto com um tiro na nuca e seu corpo estava num córrego. Antes de ser morta com 15 facadas, Liana ficou quatro dias em poder dos criminosos que a submeteram a abuso sexual repetidas vezes.

    Três dos culpados já foram condenados pelo Tribunal do Júri de Embu pelo seqüestro e morte do casal de namorados. Antônio Caetano da Silva pegou 124 anos por auxílio no seqüestro do casal e no estupro da menor assassinada. Agnaldo Pires, acusado de estupro da jovem, foi condenado a 47 anos e três meses de prisão. Antônio Matias de Barros foi condenado a sete anos e nove dias pela acusação de seqüestro, porte de arma e favorecimento pessoal. Pelo atual código penal Agnaldo Pires e Antônio Caetano devem cumprir no máximo 30 anos de reclusão.

    Ainda falta ser julgado um quarto acusado, Paulo César da Silva Marques, conhecido como Pernambuco. Ele deve ser julgado no mês que vem.

    Revista Consultor Jurídico, 28 de julho de 2006

    Fonte(s): Ariana e artigo da Revista Consultor Jurídico, 28 de julho de 2006. Mas tem muito mais para quem quiser saber, basta ter interesse pesquisar e se atualizar. Isso pra quem não sofre de PREGUIÇA MENTAL, é claro.
  • Há 3 anos

    CHAMPINHA ASTRO DO CRIME FEZ UMA COISA QUE SAO RAROS OS QUE TEM ESSA CORAGEM E UM VALENTE AOS DEZESSEIS ANOS EM UM MOMENTO DE FURIA MATOU COM UM GOLPE DE FACAO UMA PESSOA E UM BRASILEIRO.

  • Há 1 década

    Espero que ele esteja aproveitando a chance que Deus está dando a ele e se arrependa dos seus erros e se torne um homem bom e honesto.

  • Anônimo
    Há 1 década

    Ìnclusão Social.. Todos tem direito a ficar por dentro da globalização ! Abaixo a exclusão digital ! hehe

  • O que você acha das respostas? Você pode entrar para votar em uma resposta.
  • Há 1 década

    Pode não, ele está e acho que sei quem é.

    Só uma dica, ele usa um belo nome de mulher e o seu avatar é muito interessante.

    Um abraço!!!

  • Há 1 década

    E voce então? vai vendo!

  • Há 1 década

    Num pais onde os bandidos como fernandinho beira mar tem todos os direitos e privilégios, mais que qualquer cidadão trabalhador, onde os politicos de alto escalão estão protejendo a vida dele com sua propria vida é porque não tem diferença entre mundo politico e criminal. são todos da mesma familia e porque não conceder ao proprio filho um computador, uma passeio nos EUA. Afianal os papais políticos tem os filhos que merecem e nós temos este politicos que "ESCOLHEMOS"(?)

  • Há 1 década

    eu gostaria que ele proprio estivesse definindo seu dia a dia, mais claro sem saber de quem se tratava.

    pois so ele pra poder fazer tanta maldade, e ate que enfim......merecidamente.!!!!!

  • Keila
    Lv 6
    Há 1 década

    É a inclusão social chegando ao sistema prisional.

    Poderia ser melhor: ele poderia estar morto.

  • Há 1 década

    Verdade, mas pense que poderia ser muito pior, ele poderia estar solto.

    Abs!

Tem mais perguntas? Obtenha suas respostas perguntando agora.