Anônimo
Anônimo perguntou em SaúdeDoenças e PatologiasOutras - Doenças · Há 1 década

Colesterol,qual é o bom e o ruim,especificado com letras,só lembro de HDL,qual é a outra.....?????

15 Respostas

Classificação
  • Deuza
    Lv 7
    Há 1 década
    Melhor resposta

    Três das lipoproteínas comuns são: lipoproteínas de baixa densidade (LDL), lipoproteínas de alta densidade (HDL), e lipoproteínas de muita baixa densidade (VLDL). Estudos médicos têm mostrado que níveis elevados de colesterol LDL estão associados com um risco aumentado de desenvolver placas nas artérias coronárias, os vasos que irrigam o coração, enquanto níveis elevados de colesterol HDL reduzem esse risco. Assim, os médicos algumas vezes se referem ao LDL como o "colesterol mal" e ao HDL como o "colesterol bom".

    beijos

    • Faça login para comentar as respostas
  • ?
    Lv 6
    Há 1 década

    Colesterol é colesterol e ponto final, miguxos.

    HDL , LDL e VLDL são lipoproteínas que se combinam ao colesterol. Elas que levam o colesterol e triglicérides onde são necessários.

    As HDL levam o colesterol para o fígado e possuem baixa densidade. Por isso são chamadas de bom colesterol. Suprem nossas necessidades.

    As LDL têm a função de transportá-lo para locais onde ele exerce uma função fisiológica, sua alta concentração indica propensão de aterogênese. Por isso seu número elevado é chamado de mau colesterol. Pois podem acumularar-se nas artérias e daí vocies sabem o que acontece, né?

    As VLDL têm como função o transporte dos triglicerídeos endógenos e do colesterol para os tecidos periféricos para serem armazenados ou utilizados como fonte de energia.

    Tipo: fazer barriga e pneus...kkkkkk, já que a gordura tá sobrando, mesmo...

    Se chegar nesse nível, significa que não tem onde guardar gordura, por isso a gordura abdominal é indicativo de má saúde.

    E nos intestinos existe outra lipoproteína, que descarrega a gordura.... mas essa fica para a próxima.

    Então miguxos, podem confiar no que a enfermeira falou.

    Abração.

    • Faça login para comentar as respostas
  • .
    Lv 6
    Há 1 década

    Um macete que eu aprendi faz tempo é que HDL é o colesterol bom porque a letra "H" indica que é herói.

    E o LDL é o colesterol ruim porque a letra "L" indica que é ladrão.

    Pode parecer esquisito, mas nunca me esqueci disso... rs.

    Beijos.

    • Faça login para comentar as respostas
  • Sou eu
    Lv 5
    Há 1 década

    HDL – Bom-colesterol

    Alta densidade

    LDL- Mal-colesterol

    Baixa densidade

    VLDL- Muito mal

    Muito baixa densidade

    • Faça login para comentar as respostas
  • O que você acha das respostas? Você pode entrar para votar em uma resposta.
  • Há 1 década

    HDL(lipidio de alta densidade), o colesterol bom

    LDL o ruim, lipídio de baixa densidade

    VDRL é teste para sífilis,nada a v com colesterol

    • Faça login para comentar as respostas
  • Há 1 década

    Uma molécula que saiu dos livros de química e acabou no vocabulário comum da sociedade. Onipresente na mídia e nas preocupações das pessoas, esta molécula desempenha um papel muito importante em nosso organismo, e, ao mesmo tempo, pode estar relacionada com muitas doenças cardiovasculares. QMCWEB apresenta o colesterol.

    Liproteínas

    Colesterol e ácidos graxos, na forma de triglicerídeos, são insolúveis em água. Mas são transportado pelo sangue "embrulhados" em proteínas. Este complexo é chamado Liproteína. As lipoproteínas são classificadas em várias classes, de acordo com a natureza e quantidades dos lipídeos e proteínas. Dentre estas classes, destacam-se:

    "Chylomicrons": grandes partículas, que transportam as gorduras alimentares e o colesterol para os músculos (para energia), para o tecido lipidinoso (para estocagem) e para os seios (para a produção de leite).

    "Very-Low Density Lipoproteins" ( VLDL): são sintetizadas pelo fígado e transportam triiglecirídeos para os músculos e para o tecido lipidinoso. Na medida em que perdem triglicerídeos, estas partículas podem coletar mais colesterol e tornarem-se LDL.

    "Low-Density Lipoproteins" (LDL): carregam cerca de 70% de todo o colesterol que circula no sangue. São pequenas e densas o suficiente para atravessar os vasos sanguíneos e ligarem-se às membranas das células dos tecidos. Por esta razão, as LDL são as lipoproteínas responsáveis pela arteriosclerose. O nível elevado de LDL está associado com altos índices de doenças cardiovasculares.

    "High-Density Lipoproteins" (HDL): É responsável pelo transporte reverso do colesterol: carrega o colesterol em excesso de volta para o fígado. O nível elevado de HDL está associado com baixo índices de doenças cardiovasculares.

    Na sua forma pura, o colesterol é um sólido cristalino, branco, insípido e inodoro. É um membro da família dos esteróides. Apesar da má fama, o colesterol é um composto essencial para a vida: está presente nos tecidos de todos os animais! Além de fazer parte da estrutura das membranas celulares, é também um reagente de partida para a biossíntese de vários hormônios, do ácido biliar (ácidos colanóicos) e da vitamina D.

    O colesterol é sintetizado pelo fígado, em um processo regulado por um sistema compensatório: quanto maior for a ingestão de colesterol vindo dos alimentos, menor é a quantidade sintetizada pelo fígado.

    VALORES PARA ADULTOS EM mg/dl

    DESEJÁVEIS LIMÍTROFES AUMENTADOS

    Colesterol total Abaixo de 200 200-239 Acima de 240

    LDL colesterol Abaixo de 130 130-159 Acima de 160

    HDL colesterol Acima de 35 -

    -

    Triglicerídeos Abaixo de 200 -

    Acima de 200

    Este composto é insolúvel em água e, consequentemente, insolúvel no sangue. Para ser transportado na corrente sanguínea o colesterol liga-se com algumas proteínas e outros lipídeos, em um complexo chamado Lipoproteína. Existem vários tipos de lipoproteínas, e estas podem ser classificadas de diversas maneiras. O modo pelo qual os bioquímicos geralmente as classificam é baseado em sua densidade,

    medida em um densiômetro. Entre estas, estão as "Low-Density Lipoproteins", ou LDL, que é a classe maléfica ao ser humano: são capazes de transportar o colesterol do sítio de síntese, o fígado, até as células de vários outros tecidos. Uma outra classe de liproteínas, as "High Density Lipoproteins", ou HDL, podem transportar o excesso de colesterol dos tecidos de volta para o fígado, onde é utilizado para a síntese do ácido biliar.

    QMCWEB://Sala.de.Aula

    A tabela acima indica que a concentração normal de colesterol no sangue é de, no máximo, 200mg/dl. Qual é a concentração correspondente em mols/litro?

    As LDL, quando em excesso, é que são responsáveis pelos depósitos arteriosclerósicos nos vasos sanguíneos. As HDL, entretanto, podem ajudar para retardar o processo de formação da arteriosclerose. A imprensa, muitas vezes, se refere ao "bom" e ao mau" colesterol. Entretanto, existe somente um colesterol. Várias são as formas, porém, em que este pode ser transportado, no sistema circulatório.

    O colesterol no sangue

    O colesterol forma um complexo com os lipídeos e proteínas, chamado lipoproteína. A forma que realmente apresenta malefício, quando em excesso, é a LDL

    Nesta interação, a LDL acaba sendo oxidada por radicais livres presentes na célula.

    Esta oxidação aciona um mecanismo de defesa e, imediatamente, glóbulos brancos juntam-se ao sítio, e este fica inflamado.

    Após algum tempo cria-se uma placa no meio do vaso sanguíneo; sobre esta placa, ocorre uma deposição lenta de cálcio, numa tentativa de isolar a área afetada.

    Isto pode interromper o fluxo sanguíneo normal - arteriosclerose - e vir a provocar inúmeras doenças cardíacas. De fato, a concentração elevada de LDL no sangue é a principal causa de cardiopatias.

    Um precursor importante

    Diversos hormônios e outros compostos são sintetizados, no organismo, a partir do colesterol. Observe a semelhança estrutural entre alguns exemplos:

    Colesterol

    Cortisol

    Progesterona

    Testosterona

    O Paradoxo Francês

    Algumas plantas reagem a organismos patogênicos, predadores, produzindo substâncias chamadas fitoalexínas. O Resveratrol (trans-3,5,4'-trihidroxistilbeno) é uma fitoalexína sintetizada por muitas plantas, e é encontrado, em grande escala, nas cascas da uva, como uma resposta à invasão por fungos do tipo Botrytis cinerea. Muitos cientistas já publicaram trabalhos mostrando uma ligação entre o consumo de vinho tinto e a diminuição das doenças cardiovasculares - o chamado "French Paradox". A estrutura química do resveratrol é semelhante ao estrógeno sintético dietilestilbestrol (DES). Cientistas acreditam que o resveratrol pode, tal como faz o DES, elevar a concentração de HDL sanguíneo - o "bom colesterol".

    colesterol://FATOS x MITOS

    1. O Colesterol não é um veneno mortal, mas sim uma substância vital para as células.

    2. Não existe "bom" ou "mau" colesterol. O colesterol é um só.

    3. Seu corpo produz 3 ou 4 vezes mais colesterol do que aquele que você come. A produção aumenta se você ingere pouco colesterol, e diminui, se você ingere muito. Pouco adiantam, então, as dietas pobres em colesterol.

    4. Não existe nenhum estudo científico que comprove que a quitosana pode diminuir o nível de colesterol

    5. O único eficaz modo de diminuir o nível de colesterol é o uso de medicamentos que, em geral, tem muitos efeitos colaterais.

    6. O colesterol só existe no reino animal. Os alimentos de origem vegetal (e.g. óleo de soja) não contém colesterol, por natureza.

    A indústria farmacêutica investe milhões de dólares na pesquisa de fármacos capazes de reduzir o nível de colesterol. Citalor, uma droga da Pfizer, é um sal de cálcio do ácido [R-(R*,R*)]-2(4-fluorofenil)-dihidroxi-5-(1-metiletil)-3-fenil-4-[(fenilamino)carbonil]-1H-pirrole-1-heptanóico. Esse agente é um inibidor sintético da 3-hidroxi-3-metilglutaril-coenzima A (HMG-CoA) redutase, que é a enzima responsável pela conversão de HMG-CoA em mevalonato, um passo inicial e limitante da velocidade de biossíntese do colesterol.

    Dados indicam que a Citalor é um inibidor tecidual seletivo da HMG-CoA redutase, com ação primária no fígado e efeitos modestos no baço e adrenal. Uma das grandes inovações desta droga é a ausência de atividade significativa nos testículos, rins, músculos ou cérebro.

    Pela inibição da HMG-CoA redutase, no local de síntese do colesterol, Citalor promove uma redução da síntese hepática do colesterol e uma contra regulação compensatória dos receptores LDL hepáticos, que extraem partículas de LDL do plasma e a introduz, nas células hepáticas, para degradação e reprocessamento do seu colesterol. Isto, finalmente, resulta em aumento da captação e metabolismo de LDL-C circulantes.

    Armas Químicas contra Colesterol

    Para algumas pessoas, exercícios e dieta não são suficientes para diminuir o nível de colesterol. Existem 4 tipos de drogas para o tratamento da hipercolesterolemia:

    >Inibidores da HMG-CoA redutase

    Agem inibindo uma das etapas na biossíntese do colesterol. Também aumentam o número de sítios receptores de LDL no fígado. Uma das drogas mais prescritas é a lovastatin.

    >Misturas de Fibras e Proteínas

    Embora muitas pessoas utilizem, dois grandes estudos realizados pela World Health Organization falharam ao tentar mostrar sua eficácia. Muitos dos pacientes que tomam regularmente acabam tendo problemas gastro-intestinais. A mistura da moda é a quitosana.

    >Sequestrantes do ácido biliar

    Diminuem a concentração de colesterol por converter parte do colesteron plasmático em ácidos biliares, que são mais facilmente eliminado do corpo. A droga mais prescrita é o Colestid.

    > Ácido Nicotínico

    Também conhecido com vitamina B3, esta droga é capaz de diminuir a concentração de VLDL; isto acaba reduzindo a concentração de LDL e, ainda, aumentar as HDL.

    • Faça login para comentar as respostas
  • Anônimo
    Há 1 década

    HDL=bom

    LDL=ruim

    Lembre-se que o ruim começa com L...de Lara.

    kkkkkk

    brincadeirinha, mas n deixa de ser uma associação.

    abçs..

    • Faça login para comentar as respostas
  • Há 1 década

    O colesterol bom é o HDL e o ruim é o LDL.

    • Faça login para comentar as respostas
  • Há 1 década

    Minha encantadora, ja me falaram, mas como lembrar entre

    tantas coisas, e principalmente diante de tanta beleza que a

    possui

    Fonte(s): Lobinho
    • Faça login para comentar as respostas
  • Há 1 década

    olá amiga!!!

    o LDL, é o colesterol ruim

    o HDL É O COLESTEROL BOM,!!!

    beijos!!!!

    • Faça login para comentar as respostas
  • Há 1 década

    Oi querida, é assim:

    São 5 grupos de acordo com suas densidades, temos

    -Quilomícrons

    -VLDL = de muito baixa densidade

    -IDL e LDL = de densidade intermediária ( colesterol ruim)

    -HDL = muita baixa densidade (colesterol bom)

    ~>O colesterol ruim, todos exceto HDL, ficam armazenados em alguns tecidos do nosso corpo, e podem causar danos!

    ~>O colesterol bom, HDL, tira o colesterol armazenado nos tecidos e leva para o fígado, para ser eliminado do organismo!

    Pelo menos foi assim que eu aprendi!

    Qualquer duvida é só me pergunta.

    Bjus!

    • Faça login para comentar as respostas
Tem mais perguntas? Obtenha suas respostas perguntando agora.