Qual o melhor? Adubo foliar ou adubo em grãos?

Atualizada:

As respostas que recebi para esta pergunta, estão excelentes, com referencias para pesquisa, ou de copia e cola de sites de referencia confiaveis, ou escrevendo com as próprias palavras a diferença entre os dois, como foi escrito pelo amigo dali de baixo, na raça!

Para você que por acaso, ver esta pergunta, na internet, independentemente da MELHOR RESPOSTA eleita. TODAS SÃO MUITO BOAS, E VALE A PENA TU DESCER A PAGINA PARA LER AS DEMAIS, SÓ POR CONSIDERAÇÃO AOS COLEGAS E INFORMAÇÕES PRESTADAS COM TANTO CARINHO E DEDICAÇÃO.

É. Parece que realmente só esta categoria no YR é que é bem mais confiavel e com nivel de informações bom. Mas usem seu filtro da razão e nunca confiem apenas numa só informação.

5 Respostas

Classificação
  • Zena
    Lv 5
    Há 1 década
    Melhor resposta

    Tudo o que você quer saber sobre adubação foliar:

    http://www.jardineiro.net/br/artigos/adubacao_foli...

    • Faça login para comentar as respostas
  • Há 1 década

    Foliar com certeza.

    • Faça login para comentar as respostas
  • Há 1 década

    A adubação foliar é uma técnica de nutrição complementar que fornece micro e macro nutrientes. O baixo custo e a uniformidade da aplicação são algumas de suas vantagens.

    As plantas, para que possam se desenvolver e produzir, necessitam - além de água, luz, oxigênio e gás carbônico - de diversos nutrientes, que, por definição, são divididos em macro (N, P, K, Ca, Mg e S) e micronutrientes (Zn, B, Mn, **, Fe, Mo, Co e Cl). Cabe ao produtor garantir através da adubação, que as suas plantas recebam as quantidades de nutrientes necessárias para a produção. O correto planejamento da adubação é a base de uma alta produtividade com qualidade.

    O produtor tem a sua disposição vários métodos de fornecer os nutrientes para as plantas. Entre esses, pode-se citar a adubação verde ou orgânica, a adubação mineral de solo, a fertirrigação e a adubação foliar. A escolha do método mais adequado ou a combinação dos mesmos vai depender da situação e é parte integrante do planejamento da adubação. A fertilização foliar é uma alternativa interessante de suprir nutrientes para as plantas e apresenta em determinadas situações vantagens em relação às outras formas de adubação. Pode-se dizer que é uma técnica não convencional e a sua correta definição é de suma importância: “Adubação foliar é a aplicação de nutrientes solúveis na parte aérea das plantas, visando complementar a nutrição nos períodos de grande consumo de nutrientes e favorecer o equilíbrio nutricional. Desta forma, a fertilização foliar é uma prática auxiliar para fornecer principalmente micronutrientes e macronutrientes secundários (Ca, Mg e S)”.

    A materia continua no site, espero que ajude.

    • Faça login para comentar as respostas
  • Anônimo
    Há 1 década

    adubação foliar é um processo de nutrição complementar à adubação via solo, acrescentando inclusive que deve haver a preocupação em aplicar adubos de solo que forneçam outros nutrientes além do NPK.

    Este tipo de adubação é mais comumente utilizado na agricultura, em produções como as de arroz, café, soja, laranja, entre outros. Já para as plantas ornamentais, aquelas que se utilizam em paisagismo, o uso se restringe a algumas espécies de bromélias e orquídeas.

    De qualquer maneira, é imprescindível que seja feita uma consulta detalhada com profissional especializado, o qual poderá indicar a melhor solução para cada caso. As principais vantagens da adubação foliar são:

    Os nutrientes aplicados via foliar são rapidamente absorvidos pelas folhas das plantas, corrigindo as deficiências ou evitando que as mesmas se manifestem - as plantas absorvem cerca de 90% do adubo, sendo que uns elementos são mais assimiláveis que outros, enquanto isso, o adubo colocado no substrato perde cerca de 50% de sua eficiência - minutos após a aplicação do adubo, ele completa uma primeira fase de absorção e no fim de algumas horas chega às raízes.

    Aumenta o aproveitamento dos adubos colocados no solo, principalmente os NPK, pois as plantas terão maior capacidade de absorção.

    Pode-se aplicar o nutriente específico na fase em que a planta apresentar maior demanda deste, isto é, nos momentos mais críticos.

    Estimula o metabolismo vegetal devido à rápida absorção e utilização dos nutrientes, o que proporciona estímulo na formação de aminoácidos, proteínas, clorofila, etc.

    Na aplicação das soluções para este fim, é importante observar o PH (acidez/alcalinidade), pois as plantas só absorvem os nutrientes numa estreita faixa de PH e esses valores irão variar dentro de certos limites de acordo com cada espécie vegetal.

    Como é o mecanismo de absorção? Os estômatos (as estruturas que compõe a camada superficial das folhas) são os responsáveis pela maior parte da absorção dos nutrientes, mas a própria cutícula que recobre as folhas, quando hidratada, permite a passagem dos nutrientes; ela é permeável à água e às soluções de adubo.

    Para melhorar as condições de absorção das folhas, costuma-se adicionar às soluções nutritivas substâncias denominadas agentes umectantes, que pela sua ação adesiva, impedem que a solução escorra por ação da gravidade, e por sua ação umectante dificultam a evaporação da água, mantendo os nutrientes mais tempo em contato com a superfície foliar. A concentração da solução depende da tolerância de cada planta, e não devem ser aplicadas nas horas mais quentes do dia (entre 9 e 16 horas).

    O uso simultâneo do adubo com pesticidas, fungicidas, etc., se não for bem equacionado, pode trazer problemas de incompatibilidade ou desequilíbrio da fórmula do adubo.

    Algumas pessoas argumentam que a adubação foliar é muito cara, no entanto, deve-se lembrar que ela deve ser complementar, sendo que as quantidades utilizadas são pequenas. E mais, observe que a escolha do adubo é muito importante, pois alguns elementos utilizados de maneira errada podem queimar as plantas. Fique atento!

    Adubo foliar

    Espero ter ajudado!!!

    • Faça login para comentar as respostas
  • O que você acha das respostas? Você pode entrar para votar em uma resposta.
  • Há 1 década

    Depende da aplicação.

    Se quer usar o adubo foliar, ele é mais economico, pois as folhas aborvem os nutrientes que estão nas folhas, sem perda alguma para o solo.

    Se quiser usar o de grãos, ele demora mais para se dissolver, disponibliza mais a longo prazo nutrientes para as plantas pelas raizes, mas perde-se com facilidade com a lixiviação, e em excesso causa eutrofização dos lençóis freaticos.

    O adubo em grãos, é mais conveniente para grandes quantidades e produçÕes comerciais, tanto da agricultura como do paisagismo, já o foliar é mais caseiro, pois dá para se ter o luxo de ir planta a planta passar o spray nelas.

    O adubo foliar é bem mais barato, se for comparar custo-benefício. Agora se a pessoa não tem tempo, ou não gosta de se dedicar a cuidar de suas plantas, é melhor comprar os adubos em grãos, pelo menos não necessitará a cada duas semanas rega-las com adubo foliar, ja que os grãos são vagarosamente assimilaveis pelas raizes das plantas, tanto de interesse, como as ervas daninhas, que se beneficiarão com o adubo.

    Pense nisto! É só uma questão de escolha e de tempo disponivel para cuidar das suas plantas usar o foliar ou o em grãos.

    • Faça login para comentar as respostas
Tem mais perguntas? Obtenha suas respostas perguntando agora.