Por que comemoramos o Natal no dia 25 de Dezembro ?

Natal significa nascimento. Há muito se comemora o solstício de inverno, data a partir do qual os dias ficam cada vez mais longos, marcando assim o renascimento anual do próprio Sol. E foi o próprio Júlio César em pessoa que definiu a comemoração do solstício na data que nos é familiar, 25 de dezembro. César... mostrar mais Natal significa nascimento. Há muito se comemora o solstício de inverno, data a partir do qual os dias ficam cada vez mais longos, marcando assim o renascimento anual do próprio Sol. E foi o próprio Júlio César em pessoa que definiu a comemoração do solstício na data que nos é familiar, 25 de dezembro. César declarou este dia o “Nascimento do Sol Inconquistável”, que em latim deve soar familiar: “Dies Natalis Invicti Solis”.

Ao longo dos próximos quatrocentos anos, Jesus teria nascido, morrido e ressuscitado, segundo os primeiros cristãos acreditavam e comemoravam. Mas indiferente a isto, as pessoas continuaram a celebrar o solstício de inverno. Quando os cristãos decidiram comemorar o nascimento de Jesus, já não havia registro confiável a respeito da data de seu nascimento. Hoje se estima que Jesus teria nascido em torno do ano 7 AC (”antes de Cristo”), em uma primavera. Foi apenas no século IV que o papa Júlio I definiu a data de comemoração do nascimento de Jesus como a velha conhecida celebração do solstício de inverno, em 25 de dezembro. Nascia o Natal católico.

Mas, indiferente a estes eventos, e indiferente mesmo ao solstício, que ocorre atualmente entre os dias 20 e 23 de dezembro, e que neste hemisfério sul é o solstício de verão – a partir do qual os dias ficarão mais curtos – há algo que sabemos que ocorreu exatamente em um 25 de dezembro. Foi o nascimento de um homem que não contou com uma estrela de Belém, mas que permitiria que pudéssemos compreender os movimentos das próprias estrelas. Em 25 de dezembro de 1642, de acordo com o calendário Juliano usado então em Woolsthorpe na Inglaterra, nascia Isaac Newton.
Atualizar: Da mente deste homem surgiria a lei da gravitação, as leis do movimento, o cálculo, o teorema binomial, o telescópio de reflexão, o espectro da luz. Nenhum outro ser humano contribuiu mais para o entendimento do mundo que nos rodeia que Isaac Newton. Isso é mais do que motivo para comemorar seu nascimento no Natal.... mostrar mais Da mente deste homem surgiria a lei da gravitação, as leis do movimento, o cálculo, o teorema binomial, o telescópio de reflexão, o espectro da luz. Nenhum outro ser humano contribuiu mais para o entendimento do mundo que nos rodeia que Isaac Newton. Isso é mais do que motivo para comemorar seu nascimento no Natal.

Se você não é indiferente a isto, para esta celebração decore árvores de Natal com maçãs, em alusão à anedota de Newton sob a macieira. Se algum cristão reclamar, lembre-o de que em Jeremias 10:2-5 ficamos sabendo que enfeitar árvores é “vaidade pagã e inútil“. Enfeitar árvores é realmente um costume mais antigo que o cristianismo, e simboliza a própria vida. Decore a sua árvore com maçãs, e celebre também o conhecimento.
4 respostas 4