O que é globalização? Quais os efeitos da globalização?

Seguir
  • Seguir de forma pública
  • Seguir de forma privada
  • Deixar de seguir
O que é a globalização?

Que efeitos comprovam o processo de globalização?

O que você acha da globalização: é uma coisa ruim ou boa?
Melhor respostaEscolha do autor da pergunta
"Parece absurdo pensar nisso, mas a temperatura de seu corpo, nesse exato momento, é preservada por uma roupa produzida graças ao trabalho de milhares de pessoas em várias partes do mundo.

Por qualquer ângulo que se olhe, percebemos que cada indivíduo vive hoje numa sociedade mundial. As pessoas se alimentam, se vestem, moram, são transportadas, se comunicam, se divertem, por meio de bens e serviços mundiais, utilizando mercadorias produzidas pelo capitalismo mundial, globalizado.

Suponhamos que você vá com seus amigos comer um cheeseburger e tomar Coca-Cola no McDonald's. Em seguida, assista a um filme de Steven Spielber e volte para casa num carro Ford ou num ônibus Mercedes. Ao chegar, o telefone toca. Você atende num aparelho fabricado pela Siemmens e ouve um amigo lembrando-o de um videoclipe que começou há instantes na televisão: Michael Jackson em seu último lançamento. Você corre e liga o aparelho da marca Mitsubishi. Ao terminar o clipe, decide ouvir um CD do grupo Simply Red gravado pela BMG Ariola Discos, de propriedade da Warner, em seu equipamento Philips.

Veja quantas empresas transnacionais estiveram presentes nesse curto programa de algumas horas. Na verdade, não há atividades que escapem dos efeitos da globalização do capitalismo. Nem mesmo os esportes. Nem a seleção canarinho dispensa o patrocínio da Coca-Cola, símbolo estridente do processo de globalização do capital.

A influência política da globalização chega ao ponto de entidades de direitos humanos dos Estados Unidos tomarem conhecimento da chacina de meninos de rua, ocorrida em 1993 em frente à igreja da Candelária, no Rio de Janeiro, antes mesmo do próprio governo brasileiro."

Globalização

Não existe uma definição que seja aceita por todos, mas é basicamente um processo ainda em curso de integração de economias e mercados nacionais. No entanto, ela compreende mais do que o fluxo monetário e de mercadoria; implica a interdependência dos países e das pessoas, além da uniformização de padrões e está ocorrendo em todo o mundo, também no espaço social e cultural. É chamada de "terceira revolução tecnológica" (processamento, difusão e transmissão de informações) e acredita-se que a globalização define uma nova era da história humana.

As navegações e o processo colonialista constituíram momentos que permitiram à humanidade acelerar os contatos de troca de informações, de técnicas, de cultura e principalmente expandir o capitalismo e interligar os mercados mundiais. Pode-se dizer que a multiplicação dos espaços de lucro (domínio de mercados, locais de investimento e fontes de matérias-primas) conduziu o mundo à globalização.

Apesar de ser um processo antigo, apenas na década de 90 a globalização se impôs como um fenômeno de dimensão realmente planetária, a partir dos Estados Unidos e da Inglaterra e de quando a tecnologia de informática se associou à de telecomunicações.

Source:

Veja mais:

Processos de Globalização - http://www.brasilescola.com/geografia/pr...

A Primeira Fase da Globalização (1450-1850) - http://www.brasilescola.com/geografia/pr...

A Segunda Fase da Globalização (1851-1950) - http://www.brasilescola.com/geografia/se...

A Globalização recente (pós 1989) - http://www.brasilescola.com/geografia/gl...

Desequilíbrios e perspectivas da Globalização - http://www.brasilescola.com/geografia/gl...

Vantagens e Desvantagens - http://www.brasilescola.com/geografia/po...

Classificação e comentário do autor da pergunta

5 de 5
vlw..
  • 3
  • Comentário

Outras respostas (5)

Classificada como mais alta
  • Classificada como mais alta
  • Mais antigo
  • Mais recente
  • ***Forever Now*** respondido 7 anos atrás
    A globalização é um dos processos de aprofundamento da integração econômica, social, cultural, política, com o barateamento dos meios de transporte e comunicação dos países do mundo no final do século XX e início do século XXI. É um fenômeno observado na necessidade de formar uma Aldeia Global que permita maiores ganhos para os mercados internos já saturados.


    Eu vejo que uma das consequencias mais graves da globalização é a perda de cultura de certos povos mais fracos e adoção dessa dos países mais ricos, e a introdução de marcas mundiais que leva a falencia de marcas internas.

    Fonte(s):

    • 3
    • Comentário
  • Aderson C respondido 7 anos atrás
    A globalização é um dos processos de aprofundamento da integração econômica, social, cultural, política, com o barateamento dos meios de transporte e comunicação dos países do mundo no final do século XX e início do século XXI.

    A globalização afeta todas as áreas da sociedade, principalmente comunicação, comércio internacional e liberdade de movimentação, com diferente intensidade dependendo do nivel de desenvolvimento e integração das nações ao redor do planeta.
    • 2
    • Comentário
  • avomary1 respondido 7 anos atrás
    Pelas respostas que lí, GLOBALIZAÇÃO está satisfatóriamente demonstrada.
    Pessoas menos introzadas com a palavra e suas consequencias, como eu, sabemos que globalização ´é um inevitável intercâmbio entre as nações, onde as trocas são mais rápidas do que antigamente, porque HOJE estamos na era da velocidade, do avião a jato.
    Em resumo,, a globallização que andava a pé e depois a cavalo, agora anda em foguete.
    • 2
    • Comentário
  • Johnny Rock respondido 7 anos atrás
    A globalização é um dos processos de aprofundamento da integração econômica, social, cultural, política, com o barateamento dos meios de transporte e comunicação dos países do mundo no final do século XX e início do século XXI. É um fenômeno observado na necessidade de formar uma Aldeia Global que permita maiores ganhos para os mercados internos já saturados.

    A rigor, as sociedades do mundo estão em processo de globalização desde o início da História. Mas o processo histórico a que se denomina Globalização é bem mais recente, datando (dependendo da conceituação e da interpretação) do colapso do bloco socialista e o conseqüente fim da Guerra Fria (entre 1989 e 1991), do refluxo capitalista com a estagnação econômica da URSS (a partir de 1975) ou ainda do próprio fim da Segunda Guerra Mundial.

    As principais características da globalização são a homogeneização dos centros urbanos, a expansão das corporações para regiões fora de seus núcleos geopolíticos, a revolução tecnológica nas comunicações e na eletrônica, a reorganização geopolítica do mundo em blocos comerciais (não mais ideológicos), a hibridização entre culturas populares locais e uma cultura de massa universal, entre outros.

    Impacto

    A característica mais notável da globalização é a presença de marcas mundiaisA globalização afeta todas as áreas da sociedade, principalmente comunicação, comércio internacional e liberdade de movimentação, com diferente intensidade dependendo do nivel de desenvolvimento e integração das nações ao redor do planeta.

    Comunicação
    A globalização das comunicações tem sua face mais visível na internet, a rede mundial de computadores, possível graças a acordos e protocolos entre diferentes entidades privadas da área de telecomunicações e governos no mundo. Isto permitiu um fluxo de troca de idéias e informações sem precedentes na história da humanidade, se antes uma pessoa estava limitada a imprensa local, agora ela mesma pode se tornar parte da imprensa e observar as tendências do mundo inteiro, tendo apenas como fator de limitação a barreira linguistica.

    Outra característica da globalização das comunicações é o aumento da universalização do acesso a meios de comunicação, graças ao barateamento dos aparelhos, principalmente celulares e os de infraestrutura para as operadoras, com aumento da cobertura e incremento geral da qualidade graças a inovação tecnológica. Hoje uma inovação criada no Japão pode aparecer no mercado português ou brasileiro em poucos dias e virar sucesso de mercado. Um exemplo da universalização do acesso a informação pode ser o próprio Brasil, hoje com 42 milhões de telefones instalados [3], e um aumento ainda maior de número de telefone celular em relação a década de 80, ultrapassando a barreira de 100 milhões de aparelhos em 2002.

    Redes de TV e imprensa multimídia em geral também sofreram um grande impacto da globalização, um país com imprensa livre hoje em dia pode ter acesso, alguma vezes por tv por assinatura ou satélite, a emissoras do mundo inteiro, desde NHK do japão até Cartoon Network americana.

    Pode-se dizer que este incremento no acesso a comunicação em massa acionado pela globalização tem impactado até mesmo nas estruturas de poder estabelecidas, com forte conotação a democracia, ajudando pessoas antes alienadas a um pequeno grupo de radiodifusão de informação a terem acesso a informação de todo o mundo, mostrando a elas como o mundo é e se comporta[4]

    Mas infelizmente este mesmo livre fluxo de informações é tido como uma ameaça para determinados governos ou entidades religiosas com poderes na sociedade, que tem gasto enorme quantidade de recursos para limitar o tipo de informação que seus cidadãos tem acesso.

    Cuba por exemplo, limita a venda de computadores a cidadãos que obtém certificados do governo, geralmente a custos abusivos para impedir o acesso pela maioria da população, seus emails não são privados e estão sujeitos a constante vigilância do regime, publicação de blog e acesso a redes sociais são proibidos. Acesso a cybercafés também é limitado, e internet livre apenas a estrangeiros que mostrarem seus passaportes para agentes do governo. Desrespeito a estas leis como tentativa de criação de emails não supervisionados em outros países ou publicação de informações criticas ao governo geralmente termina com a prisão da pessoa, como o caso de José Orlando González Bridón em 20 de dezembro de 2000. O unico provedor de internet é do governo, e este vigia a atividade dos usuários na rede. [5].

    China, onde a internet tem registrado crescimento espetacular graças ao fim da economia planificada comunista e adoção do livre mercado capitalista, com 136 milhões de usuários [6] é outro exemplo de nação notória por tentar limitar a visualização de certos conteúdos considerados "sensiveis" pelo governo, como do Protesto na Praça Tiananmem em 1989, além disso em torno de 923 sites de noticias ao redor do mundo estão bloqueados, incluindo CNN e BBC, sites de governos como Taiwan também são proibidos o acesso e sites de defesa da independência do Tibete. O numero de pessoas presas na China por "ação subversiva" por ter publicado conteúdos críticos ao governo é estimado em mais de 40 ao ano. A própria wikipedia já sofreu diversos bloqueios por parte do governo chinês[7].

    No Irã, Arabia Saudita e outros países islâmicos com grande influencia da religião nas esferas governamentais, a internet sofre uma enorme pressão do estado, que tentam implementar diversas vezes barreiras e dificuldades para o acesso a rede mundial, como bloqueio de sites de redes de relacionamentos sociais como Orkut e MySpace, bloqueio de sites de noticias como CNN e BBC. Acesso a conteúdo erótico também é proibido.
    • 2
    • Comentário
  • Sandrinha Flor Morena respondido 7 anos atrás
    Olá no google você vai encontrar um material completíssimo
    use a ferramenta acadêmico do google.

    boa sorte!!!!
    • 2
    • Comentário
  • Sign In 

    para adicionar sua resposta

Quem está seguindo esta pergunta?

    %
    MELHORES RESPOSTAS
    Membro desde:
    Pontos: Pontos: Nível
    Total de respostas:
    Pontos nesta semana:
    Seguir
     
    Deixar de seguir
     
    Bloquear
     
    Desbloquear