Anônimo
Anônimo perguntou em Educação e ReferênciaAjuda para Lição de Casa · Há 1 década

Roma na Idade Antiga e Média?

°Data e um acontecimento que marcou o inicio da idade Atiga.

°Data da divisão do Imperio Romano em ocidental e oriental.

°Data e acontecimento que marcou o fim da Idade Antiga e o inicio da Idade Média.

°Data do Cisma do Oriente.

°Data e acontecimento que marcou o fim da Idade Média.

2 Respostas

Classificação
  • Anônimo
    Há 1 década
    Resposta favorita

    :)

  • Há 1 década

    Idade Antiga, ou Antigüidade, foi o período que se estendeu desde a invenção da escrita (4000 a.C. a 3500 a.C.) até à queda do Império Romano do Ocidente (476 d.C.) e início da Idade Média (século V). Neste período temporal verificamos que as chamadas civilizações antigas, que conhecem a escrita, co-existem com outras civilizações, escrevendo sobre elas (Proto-História).

    Diversos povos se desenvolveram na Idade Antiga. As civilizações de regadio - ou civilizações hidráulicas - (Egito, Mesopotâmia, China), as civilizações clássicas (Grécia e Roma), os Persas (primeiros a constituir um grande império), os Hebreus (primeira civilização monoteísta), os Fenícios (senhores do mar e do comércio), além dos Celtas, Etruscos, Eslavos, dos povos germanos (visigodos, ostrogodos, anglos, saxões, etc) e outros.

    A Antiguidade foi uma era importantíssima, pois nessa época tivemos a formação de Estados organizados com certo grau de nacionalidade e territórios e organização mais complexas que as cidades que encontramos antes desse período da história.

    Algumas religiões que ainda existem no mundo moderno tiveram origem nessa época, entre elas o cristianismo, o budismo, confucionismo e judaismo.

    O próprio estudo da história começou nesse período com Heródoto e Tucídides, gregos que começaram a questionar o mito, a lenda e a ficção do facto histórico, narrando as Guerras Médicas e a Guerra do Peloponeso respectivamente.

    Idade Média

    A Idade Média ou Idade Medieval foi um período intermédio numa divisão esquemática da História da Europa em quatro "eras", a saber: a Idade Antiga, a Idade Média, a Idade Moderna e a Idade Contemporânea.

    Periodização

    O período da Idade Média foi tradicionalmente delimitado com ênfase em eventos políticos. Nesses termos, ele teria se iniciado com a desintegração do Império Romano do Ocidente, no século V (476 d. C.), e terminado com o fim do Império Romano do Oriente, com a Queda de Constantinopla, no século XV (1453 d.C.).

    A Era Medieval pode também ser subdividida em períodos menores, num dos modos de classificação mais populares ela é separada em dois períodos:

    Alta Idade Média, que decorre do século V ao X;

    Baixa Idade Média, que se estende do século XI ao XV.

    Uma outra classificação muito comum divide a era em três períodos:

    Idade Média Antiga (ou Alta Idade Média ou Antigüidade Tardia) que decorre do século V ao X;

    Idade Média Plena (ou Idade Média Clássica) que se estende do século XI ao XIII;

    Idade Média Tardia (ou Baixa Idade Média), correspondente aos séculos XIV e XV.

    Esse período inicial da história medieval como "Primeira Idade Média", pois é uma fase de transição e de adaptações da Europa. Períodos históricos "de transição" também podem se denominados Idade Média, porém o período medieval é um evento estritamente europeu.

    Fim do Império Romano

    Por volta do século III, o Império Romano passava por uma enorme crise econômica e política. A corrupção dentro do governo e os gastos com luxo retiraram recursos para o investimento no exército romano. Com o fim das conquistas territoriais, diminuiu o número de escravos, provocando uma queda na produção agrícola. Na mesma proporção, caía o pagamento de tributos originados das províncias. Em crise e com o exército enfraquecido, as fronteiras ficavam a cada dia mais desprotegidas. Muitos soldados, sem receber soldo, deixavam as obrigações militares. Os povos germânicos, tratados como bárbaros pelos romanos, estavam forçando a penetração pelas fronteiras do norte do império. No ano de 395, o imperador Teodósio resolve dividir o império em : Império Romano do Ocidente, com capital em Roma e Império Romano do Oriente (Império Bizantino), com capital em Constantinopla. Em 476, chega ao fim o Império Romano do Ocidente, após a invasão de diversos povos bárbaros, entre eles, visigodos, vândalos, burgúndios, suevos, saxões, ostrogodos, hunos, etc. Era o fim da Antiguidade e início de uma nova época chamada de Idade Média, uma etapa necessária na História e que abriu caminho para o Renascimento.

    Peste Negra

    Ver artigo principal: Peste negra

    Em meados do século XIV, uma doença devastou a população européia. Historiadores calculam que aproximadamente um terço dos habitantes morreram entre esta doença, guerras e fome. A Peste Negra era transmitida através da picada de pulgas de ratos doentes. Estes ratos chegavam à Europa nos porões dos navios vindos do Oriente. Como as cidades medievais não tinham condições higiênicas adequadas, os ratos se espalharam facilmente. Após o contato com a doença, a pessoa tinha poucos dias de vida. Febre, mal-estar e bulbos (bolhas) de sangue e pus espalhavam-se pelo corpo do doente, principalmente nas axilas e virilhas. Como os conhecimentos médicos eram pouco desenvolvidos, a morte era certa. Para complicar ainda mais a situação, muitos atribuíam a doença a fatores comportamentais, ambientais ou religiosos. Muitos fugiam para o campo com medo de serem infectados.

    Datas Marcantes:

    Transição do Período Clássico para a Idade Média

    193 - Tem início a crise do terceiro século no Império Romano.

    285 - Diocleciano salva o Império Romano do colapso, dando a ele seu último fôlego.

    313 - Com o Édito de Milão, o cristianismo deixa de ser perseguido.

    380 - Com o Édicto de Tessalónica Teodósio I torna o cristianismo a religião oficial do Império Romano.

    476 - Queda definitiva do Império Romano do Ocidente.

Tem mais perguntas? Obtenha suas respostas perguntando agora.