Qual a diferença entre mas e mais?

18 Respostas

Classificação
  • Há 1 década
    Resposta favorita

    O "mas" é uma conjunção adversativa. É usada para dar idéia de oposição entre duas orações.

    Ex.: O aluno estudou, mas perdeu no vestibular.

    O "mais" é um adverbio de intensidade.

    Ex.: Você precisa estudar mais.

  • Há 1 década

    Mas não é possível que mais uma vez eu tenha que responder isso.

  • Há 1 década

    MAS: é uma conjunção que incita oposição à oração.

    EX: EU fui em sua casa, mas(porem) você não estava.

    MAIS: é quando se adiciona ou coloca-se algum substantivo em superioridade:

    EX: Ele é mais ráido que você

    Dois mais dois são quatro

  • Anônimo
    Há 1 década

    MAS É IGUAL A PORÉM OU TODAVIA

    MAIS É O CONTRÁRIO DE MENOS

  • O que você acha das respostas? Você pode entrar para votar em uma resposta.
  • Há 1 década

    O "mas" expressa adversidade nas frases em que aparece, por exemplo: O cachorro era manso, mas às vezes mordia.

    E o "mais" expressa adição, por exemplo: O time fez mais dois gols.

    Bjos!

  • Há 1 década

    mas1

    [Do lat. magis.]

    Conjunção.

    1.Exprime oposição ou restrição; porém, todavia, entretanto, no entanto, contudo:

    “Dai-me \a fúria grande e sonorosa, / E não de agreste avena, ou frauta ruda; / Mas de tuba canora e belicosa, / Que o peito acende, e a cor ao gesto muda.” (Luís de Camões, Os Lusíadas, I, 5); “apanhei o embrulho e segui / Segui, mas não sem receio.” (Machado de Assis, Memórias Póstumas de Brás Cubas, p. 149);

    É bondoso, mas não o demonstra.

    2.No princípio da oração, indica relação com idéia anterior:

    — Mas, doutor, por que não a quer tratar?

    3.Exprime causa de uma ação:

    Recebi-o mal, mas ele me deu motivos para isso.

    4.Denota censura a palavras ou ações alheias:

    — Mas como é que você fala mal do seu amigo?;

    “— Paulina! — disse Tomás quase em delírio. — Mas para que partes? — continuou Paulina em tom de voz repassada de meiga exprobração.” (Júlio Dinis, Serões da Província, I, p. 72).

    Advérbio.

    5.Denota corroboração do que se acabou de dizer; sim, decerto:

    Saiu-se muito bem, mas muito bem;

    “trazia no chapéu uma pluma branca, mas branca que parecia neve.” (Gonçalves Dias, Teatro, p. 7).

    Palavra denotativa.

    6.Indica reforço:

    “Embora homens de trabalho ...., não tinham as unhas roídas dos tintos. Tinham mas era mãos adamadas” (João da Silva Correia, Farândola, p. 130).

    Substantivo masculino.

    7.Dificuldade, obstáculo, estorvo:

    Este mas lhe atrapalha a vida.

    8.Defeito, senão:

    Afora esse mas, ele é perfeito. [Cf. más, pl. de má.]

    Mas também. 1. Reforço do sentido de também, em correlação com não só ou não somente:

    Não só é talentoso, mas também esforçado; Não só fez a sua parte mas também auxiliou os companheiros. [Sin.: senão também.]

    Nem mas nem meio mas. 1. Expressão de quem não admite desculpas ou controvérsias.

    mais

    [Do lat. magis.]

    Advérbio.

    1.Designa aumento, grandeza, superioridade ou comparação:

    Sua riqueza cresce cada dia mais;

    São Paulo é o mais populoso dos estados do Brasil;

    É mais difícil fazer do que criticar.

    2.Exprime limite:

    Seu apartamento não vale mais 100.000 reais.

    3.Além disso; também, igualmente:

    Protestou inocência, e mais desafiou os seus acusadores a que provassem o contrário.

    4.Com preferência; preferentemente, antes:

    Mais quer ser pobre e altivo que rico e sabujo.

    5.Outra(s) vez(es); de novo:

    Não tratemos mais desses assuntos.

    6.Com a negativa, pode ter o valor de já:

    Velho, não trabalha mais. [Os puristas preferem: já não trabalha.]

    7.Com a negativa, também indica cessação de ação, equivalendo a ‘nunca mais’:

    “Viu-a boiar [a taça] suspendida, / Té que as ondas a levaram: / Os olhos se lhe toldaram, / E não bebeu mais em vida!” (Antero de Quental, Raios de Extinta Luz, p. 137.)

    Substantivo masculino.

    8.O resto, o restante:

    Já contei alguma coisa;

    o mais fica para depois.

    9.A maior quantidade ou parte; o maior número:

    Passa o mais do tempo a estudar;

    O mais das vezes, acorda tarde.

    Preposição.

    10.Pop. Em companhia de; com:

    Vou morar mais você;

    “E jornadeio em fantasia / Essas jornadas que eu fazia / Ao velho Douro, mais meu pai.” (Antônio Nobre, Só, p. 38); “Foi a Xapecó buscá-lo, mais Napoleão que lhe deu algumas instruções de como dirigir o veículo.” (Guido Vilmar Sassi, São Miguel, p. 179).

    Conjunção aditiva.

    11.E (1):

    “Encheu, minha Marília, o grande Jove / de imensos animais de toda a espécie / as terras, mais os ares” (Tomás Antônio Gonzaga, Marília de Dirceu, p. 57); “papai mais mamãe querem que eu vá estudar para padre.” (Bernardo Guimarães, O Seminarista, p. 9).

    Pronome indefinido.

    12.Maior, ou em maior quantidade, em maior número:

    Poucos têm mais entusiasmo pela ciência do que eu;

    Vendeu mais livros este mês que no anterior.

    13.Outros, restantes, demais:

    “Não negues, confessa / Que tens certa pena / Que as mais raparigas / Te chamem morena.” (Guerra Junqueiro, A Musa em Férias, p. 109.)

    [Cf. maís.]

    Mais e mais. 1. Cada vez mais; a mais e mais:

    Os desentendimentos tornaram-se mais e mais graves.

    Mais hoje, mais amanhã. 1. Fam. Em breve, dentro em pouco; em futuro mais ou menos próximo.

    Mais para lá do que para cá. 1. Prestes a morrer:

    Salvou-se da queda por milagre: esteve 10 dias mais para lá do que para cá. 2. Um tanto afeminado.

    A mais. 1. Além do necessário, do essencial, do devido, ou do ideal; a maior, de mais:

    Por engano, deu-me você dinheiro a mais. 2. V. além disso:

    “o fazendeiro, avelhuscado por força de sucessivas decepções e, a mais, roído pelo cancro feroz dos juros, .... coçava cem vezes ao dia a coroa da cabeça grisalha.” (Monteiro Lobato, Urupês, Outros Contos e Coisas, pp. 96-97).

    A mais e mais. 1. Mais e mais:

    “Tinha já contado casos de fé sincera e castiça, outros de indiferença, dissimulação e versatilidade; os dois ascetas estavam a mais e mais anojados” (Machado de Assis, Várias Histórias, p. 27).

    Até mais. 1. V. até logo.

    Até mais ver. 1. V. até logo.

    De mais. 1. Capaz de causar estranheza; anormal:

    Não vejo nada de mais em sua resposta. 2. V. a mais:

    “Ou a Fé toda completa, cabal, absoluta, sem um átomo de menos, sem um átomo de mais... ou nenhuma fé.” (Antônio Feliciano de Castilho, O Presbitério da Montanha, p. 116.)

    [Cf. demais.]

    De mais a mais. 1. Além de tudo; ainda por cima; ainda em cima, além disso.

    E mais. 1. Mais; e; e também:

    “das brancas ovelhinhas tiro leite, / e mais as finas lãs, de que me visto.” (Tomás Antônio Gonzaga, Marília de Dirceu, p. 1).

    2. E contudo; e note-se que:

    “Não mofes dos meus quinze anos, leitor precoce. Com dezessete, Des Grieux (e mais era Des Grieux) não pensava ainda na diferença dos sexos.” (Machado de Assis, Dom Casmurro, p. 101);

    “Que importa onde os pés se firmam, / Se é porque o olhar se erga à luz? / Bem podre é o chão dos mortos, / E mais lá se hasteia a cruz!” (Antero de Quental, Primaveras Românticas, p. 153).

    Sem mais nem mais. 1. V. sem mais nem menos.

    Sem mais nem menos. 1. Sem motivo, sem razão; sem quê nem para quê. 2. De pronto, de repente; sem mais preâmbulos:

    “Viera... um cigano de arribação, .... atirado a conquistador, e, sem mais nem menos, se metera com ela” (Visconde de Taunay, Ao Entardecer, p. 38).

    [Sin. ger.: sem mais nem mais.]

    felicidades.

  • Há 1 década

    Mas não tem o i no final como tem o mais.

  • Há 1 década

    Mais é o contrário de menos.

    Mas é a mesma coisa que porém.

    Substitui em alguns casos que vc consegue entender.

    Mas é uma conjução de oposição, vc se opõe a tudo que disse antes do Mas, exemplo:

    -Ele é bonito, inteligente e carinhoso, MAS não me agradou.

    Mais é um advébio de intensidade exemplo:

    -Você é MAIS legal que ele.

  • Anônimo
    Há 1 década

    Mas = conjunção . Porém, contudo.

    ex: João foi na loja, MAS não comprou fermento

    Mais = quantidade e intensidade !

    ex: Maria vinha com MAIS entusiasmo que semana passada.

  • kiuspa
    Lv 6
    Há 1 década

    Você não assiste à Escolinha do Golias, certo? É uma pena, porque o Golias explicou direitinho a diferença entre "mas (mãs), mais e más". Por exemplo:

    "Esta mulher é bonita, mas (mãs) aquela é mais bonita ainda,."

    "Você está mais gorda depois que casou."

    "Que mulheres más são as minhas vizinhas (não querem dar pra mim - ops, desculpe)" .

    Repare que o primeiro "mas" na prática a elegância no falar manda pronunciar "mãs". Os outros são mais e más, mesmo.

Tem mais perguntas? Obtenha suas respostas perguntando agora.