O Yahoo Respostas será encerrado em 4 de maio de 2021 (horário do leste) e, a partir de 20 de abril de 2021 (horário do leste), estará disponível somente para leitura. Não haverá alterações em outras propriedades ou serviços ou em sua conta do Yahoo. Você pode encontrar mais informações sobre o encerramento do Yahoo Respostas e como fazer para baixar seus dados nesta página de ajuda .

Anônimo
Anônimo perguntou em Sociedade e CulturaIdiomas e Línguas · Há 1 década

Por que "muito" se pronuncia "muiNto"?

Pronunciamos algo equivalente ao "n" no meio da palavra "muito".

Por que isso ocorre?

10 Respostas

Classificação
  • Há 1 década
    Resposta favorita

    Ocorre um fenômeno lingüístico chamado assimilação.

    A assimilação é o fenomêno de um fonema da palavra adquirir um traço do fonema próximo.

    Alguns exemplos:

    -ASMA. Não pronunciamos aSma, mas aZma, pois no som /s/ não há vibração das cordas vocais, já no som /m/ há. A única diferença entre o fonema /s/ e o fonema /z/ é justamente que /z/ possui vibração das cordas vocais (ou seja, é vozeado, enquanto /s/ é desvozeado).

    -PLANTA. O primeiro A fica nasal, pronunciando-se plãta. Isso ocorre porque a consoante que o segue (N) é nasal.

    As assimilações que citei são progressivas, ou seja, fonema anterior assimila traços de fonema posterior. Na palavra "muito", ocorre uma assimilação regressiva.

    O "U" assimila a nasalidade do "M". O "I", por sua vez, assimila a nasalidade adquiria do "U". Desta forma, por causa do primeiro fonema, que é nasal, o /m/, as vogais seguintes tornam-se nasais.

    Na língua portuguesa, com raras excessões (como esta), as assimilações de nasalidade são progressivas, como citei "planta". Há línguas que, ao contrário do português, assimilam mais a nasalidade da consoante anterior.

  • Há 1 década

    Realmente é interessante.

    E podemos ver que não trata-se de gíria, realmente assume-se o "N", que inexiste na grafia.

    Mas se verificarmos os regionalismos, há coisas interessantes, como os cariocas dizendo "naisci", "douze", etc.

  • Rebasq
    Lv 4
    Há 1 década

    Porque a velocidade de emissão dessa palavra proporciona o entender como se houvesse a consoante a fazer-lhe parte.

  • Há 1 década

    porque tem ditongo nasal... é só estuda um poco de portugues...hehe...

  • O que você acha das respostas? Você pode entrar para votar em uma resposta.
  • Há 1 década

    Pois é... eu penei quando era criança pois aprendi ouvindo "muinto". Quando eu escrevia me davam bronca. Foi um trauma que só algum tempo depois corrigi.

  • Há 1 década

    Porque a palavra escrita não é obrigada a representar a palavra falada.

    O mesmo ocorre com "alguém" (= alguêin, alguêiñ), "pastéis" (= pastéis, pashtéish, pashtêish), "doze" (= dôzi, dôuzi), ontem (= õntein, õnteiñ), documentos (= documentus, documentush, docmentsh), dentre outras.

  • Gil RJ
    Lv 5
    Há 1 década

    Por que "mesmo" é pronunciado "meismo", "mermo", "memo"??

  • Há 1 década

    por que é um costume brasileiro dizer muinto em vez de muito...

    sao os costumes brasileiros.

  • Anônimo
    Há 1 década

    muitos exageram na pronuncia

  • Há 1 década

    Só pronuncia muinto que pronuncia errado.

Tem mais perguntas? Obtenha suas respostas perguntando agora.