• Porquê eu sou uma pessoa séria, 3o grau, socióloga, professora E já tenho idade para ser avó.?

    Porque estou proibida de perguntar , responder ou fazer qualquer outra atividade no Yahoo respostas? me expliquem isso!! Por favor , è urgente pois isso é uma forma de me distrair e aprender mais.
    Porque estou proibida de perguntar , responder ou fazer qualquer outra atividade no Yahoo respostas? me expliquem isso!! Por favor , è urgente pois isso é uma forma de me distrair e aprender mais.
    8 respostas · Yahoo Respostas · 9 anos atrás
  • Sobre sopa de inhame?

    Quem tem uma receita de sopa de inhame? se tiver por favor me passa?
    Quem tem uma receita de sopa de inhame? se tiver por favor me passa?
    2 respostas · Culinária e Receitas · 9 anos atrás
  • Oxente! (poesia para darem palpites ou interpretar)?

    Oxente! Sônia Maia Sol quente, oxente! Chão rachado Seca entra na gente Açude secado Lamaçal incoerente Cactos secos Gado magro, morrente. Mandacaru fulora No sol incandescente, Maria, João, Zé... Tanta gente minguante Fim do mundo Sertão do realmente, Sede e fome Sertão famigerente, Norte e Sul Regiões do... mostrar mais
    Oxente! Sônia Maia Sol quente, oxente! Chão rachado Seca entra na gente Açude secado Lamaçal incoerente Cactos secos Gado magro, morrente. Mandacaru fulora No sol incandescente, Maria, João, Zé... Tanta gente minguante Fim do mundo Sertão do realmente, Sede e fome Sertão famigerente, Norte e Sul Regiões do Brasilmente. Grandiloqüente! Oxente! Recife. 08/12/04 Direitos autorais no 309.234
    1 resposta · Poesia · 9 anos atrás
  • Uma poesia para ser lida e criticada?

    Desaforo Sônia Maia É de uma injustiça gritante! Enchestes meu coração de ódio Fizestes de mim este trapo Com teu cinismo arrogante! Hoje, sou este ódio andante, A procurar pela vida afora A vacina regenerante, Que o coloque para fora! E tu me chegas agora, Como quem não fez nada A me chamar de amada? Mas hoje não é mais... mostrar mais
    Desaforo Sônia Maia É de uma injustiça gritante! Enchestes meu coração de ódio Fizestes de mim este trapo Com teu cinismo arrogante! Hoje, sou este ódio andante, A procurar pela vida afora A vacina regenerante, Que o coloque para fora! E tu me chegas agora, Como quem não fez nada A me chamar de amada? Mas hoje não é mais outrora! É uma injustiça gritante! Ter sido tão maltratada, Tido o corpo e minha alma Destroçadas num instante? E, ter que ter amor! Sem poder o ter mais? Só sentindo a dor, Por não mais ser capaz? Recife, 12 de junho de 2205 Direitos autorais no 248.205
    2 respostas · Poesia · 9 anos atrás
  • Porque eu não fico gravida.?

    Tenho 64 anos e meu parceiro tem 78 anos , temos relação mas eu não grávida ,de jeito nenhum. alguém sabe porque?
    Tenho 64 anos e meu parceiro tem 78 anos , temos relação mas eu não grávida ,de jeito nenhum. alguém sabe porque?
    19 respostas · Maternidade · 10 anos atrás
  • Olhem esta poesia e podem fazer críticas?

    Miragem. Sônia Maia. Na miragem do teu rosto amado Encontro à fantasia dos meus dias Daquele bem querer que me acendias, Plenitude de um amor inacabado. Vejo-te em lembranças diluídas Que a neve do tempo esfumou Mas nunca, esta saudade acabou, Pois dentro do meu ser se consolida. Hão de passar os anos, os séculos, Outras vidas... mostrar mais
    Miragem. Sônia Maia. Na miragem do teu rosto amado Encontro à fantasia dos meus dias Daquele bem querer que me acendias, Plenitude de um amor inacabado. Vejo-te em lembranças diluídas Que a neve do tempo esfumou Mas nunca, esta saudade acabou, Pois dentro do meu ser se consolida. Hão de passar os anos, os séculos, Outras vidas até... Mas sempre serás, Amor além do tempo. E florescerás! Mesmo sem eu saber em que casulo. Neste amor tão antigo que eu sinto, A saudade quimera continua Pois tenho a alma de amor nua Da saudade-quimera que consinto. Recife, 25 de janeiro 2005. Direitos autorais no 234 453 e digam o que acham
    4 respostas · Poesia · 10 anos atrás